nov
25
Postado em 25-11-2010
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 25-11-2010 23:03

Após pedido do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, o governo federal autorizou nesta noite o envio de 800 homens do Exército para atuar no combate à onda de violência que atinge o Rio de Janeiro desde o último domingo. A medida assinada pelo ministro da Defesa Nelson Jobim determina ainda que sejam destacados dois helicópteros da Força Aérea e 10 blindados de transporte.

Mais cedo, o secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, afirmou que a Polícia Federal colocou 300 agentes à disposição a partir desta sexta-feira para o emprego em operações durante a crise instalada, após o início dos ataques de criminosos, no domingo. Este grupo se soma a outros 300 homens colocados em prontidão pelo 1º Batalhão de Infantaria de Fuzileiros Navais da Marinha.

Os veículos blindados da Marinha desempenharam importante papel na ação que levou à fuga em massa de criminosos da Vila Cruzeiro para o Morro do Alemão, hoje, durante megaoperação das polícias do Rio.

Os 300 homens agora em prontidão, compostos por cinco pelotões e pessoal de apoio, estavam até a manhã desta quinta-feira em Itaoca (ES), onde participavam por dez dias de treinamento para atuar na Minustah (Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti). O grupo embarca para o país caribenho em 15 de janeiro. Como o iG revelou, o treinamento de 500 homens foi interrompido, e a tropa foi removida hoje cedo de volta ao Rio – onde fica estacionada – por causa dos ataques na cidade.

A pedido do governador Sérgio Cabral, a Marinha cedeu 15 veículos blindados à Polícia Militar do Rio: cinco CLAnf (Carros Lagarta Anfíbios), seis M-113, sobre lagartas, e seis modernos Piranha (sobre rodas, com tração 8×8).

De acordo com um militar ouvido pelo iG, o Piranha pode transportar 13 pessoas além de três da tripulação e é ideal para combates em localidades urbanas, situação das operações na Vila Cruzeiro. O CLAnf transporta 20, além da tripulação de três – motorista, do chefe de carro e do segurança –, e o M-113 tem capacidade para levar 10.

Na ação desta quinta-feira, três fuzileiros operaram, como tripulação, em cada blindado utilizado no transporte de PMs. Além disso, dois pelotões (80 homens) deram apoio aos policiais e aos blindados.

(Informações do portal IG)

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 26 novembro, 2010 at 14:34 #

O detalhe que importa:

Configurado GLO “Garantia da Lei e Ordem”

Mesmo com a candura de Jobim, traduzindo por “apoio”, o que acontece no Rio, sob a ótica constitucional, é a substituição da autoridade responsável pela ordem.

Lula, Jobim e até mesmo Dilma, cuja manisfestação compara-se a do Bispo de Botucatu, desejando êxito, bajulam Cabral, mas o que ocorre é a decretação tácita de uma forma constitucional d eintervenção na condução da ordem no Estado do Rio, face ao reconhecimento d e sua falência, ao menos operacional.


luiz alfredo motta fontana on 26 novembro, 2010 at 15:03 #

O Ministro Jobim , o da sucuri, diz que é hora de assumir riscos.

O General fala explicitamente em GLO

Mas as redações andam distraídas, e nenhuma linha sobre a natureza e extensão da intervenção das Forças Armadas.


Mariana on 26 novembro, 2010 at 17:50 #

Poeta, você esta absolutamente certo! Isto que esta acontecendo no Rio hoje chama-se Garantia da Lei e da Ordem, instituto juridico que para ser aplicado, na forma da CF e da LC que rege a defesa, torna-se imprescindivel que o Governador do Estado reconheça oficialmente que não tem condição de garantir a lei no estado que governa, assumindo por isso o exercito o controle. Mas, nem Jobim, nem Lula, nem a midia toca no assunto. Isto é uma vergonha!


luiz alfredo motta fontana on 26 novembro, 2010 at 18:04 #

Grato Mariana

Ainda bem que teu olhar é atento

Já nas redações

A cegueira abraça o autismo!


luiz alfredo motta fontana on 27 novembro, 2010 at 3:10 #

Cara Mariana

Mistérios!!!!!

Renovo meu agradecimento e lamento o “sumiço” de meu comentário anterior.


regina on 27 novembro, 2010 at 11:43 #

Espero do Bahia em Pauta, uma investigação dos fatos acerca do “sumiço” dos comentários e uma explicação aos seus leitores, em especial o Fontana, que vem sendo alvo desses ‘tiros perdidos’, para entrar no linguajar da moda.
A reputação do Blog está em jogo, embora queira crer que uma explicação para essas distrações deva haver. Ninguém é perfeito e deslizes existem… Este é o lugar que encontramos e puxamos a cadeira pra bater papo, expressar opinião, conceitos, incertezas e certezas, território livre, aberto e acolhedor, daí a necessidade de que tudo seja arejado…
Eu lembro do comentário publicado ontem logo depois do de Mariana, simples confraternização de pensar e sem aparente razão para o desaparecer.
Obrigada e aguardo esclarecimentos.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2010
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930