=============================================
OPINIÃO POLÍTICA

Uma sessão muito especial

Ivan de Carvalho

Com a sessão especial prevista para a tarde de hoje, o autor do requerimento que resultou em sua convocação, deputado Gaban, democrata e ex-presidente da Assembléia Legislativa, busca antecipar o debate previsto para a próxima Legislatura, quando o chefe do Poder Executivo poderá (ou não) enviar à Assembléia projeto que cria e regulamenta um Conselho Estadual de Comunicação.

A criação de conselhos estaduais de comunicação é talvez a principal das recomendações feitas por uma pouco representativa – já que entidades importantes do setor de comunicação social não participaram – conferência federal de comunicação, realizada em dezembro do ano passado por convocação do presidente Lula. Foi uma iniciativa oficial do governo federal, que desde o primeiro mandato do atual presidente revelou uma espécie de obsessão pelo que o PT chama de “controle social” da mídia.

Em alguns estados, iniciativas foram tomadas neste semestre para a criação de conselhos estaduais de comunicação. Estados da região Nordeste. Eu, pelo menos, tive conhecimento, pelo noticiário, de iniciativas em vários estados desta região e nada soube de iniciativas similares em estados das demais regiões. Pelo menos por enquanto. Pode ser que ainda venham a surgir em um ou outro estado fora do Nordeste, por exemplo, no Rio Grande do Sul, que será governado a partir de 1º de janeiro pelo ex-ministro da Justiça, o petista Tarso Genro. O “controle social” da mídia é uma bandeira do PT, está no programa do partido.

O problema é que esse “controle social” é visto por amplos setores, tanto da mídia quanto da própria sociedade, como, no mínimo, uma ameaça muito concreta e objetiva à liberdade de expressão e, mais especificamente, à de imprensa. No mínimo porque, numa avaliação menos otimista, sua simples existência já representaria perdas para esta liberdade. E, como disse recentemente um ministro do Superior Tribunal Militar, ao julgar um mandado de segurança impetrado por um jornal, “não existe liberdade de imprensa pela metade”.

O governo do Estado criou um grupo de trabalho, que produziu um anteprojeto para a criação e regulamentação do tal conselho na Bahia. O setor de Comunicação Social do governo informou, há semanas, que os estudos prosseguiam e que nada seria divulgado antes de passar pelo “crivo jurídico”, vale dizer, pela Procuradoria Geral do Estado.

O que o deputado Gaban quer é, desde já, abrir o debate sobre a constitucionalidade e juridicidade da proposta em elaboração e antecipar também o debate do mérito da proposta e do anteprojeto que lhe dá forma.

A questão fundamental é a de não se abrir porta alguma, janela ou fresta que permita avanços, imediatos ou mediatos, contra a liberdade de expressão.

Mas o grupo de trabalho que produziu a minuta de anteprojeto teve idéias interessantes. Como a de incluir no Conselho Estadual de Comunicação representações específicas das mulheres (esqueceram de propor representação dos homens), dos negros (os brancos, os índios, os de pele amarela e os mestiços foram esquecidos) e dos jovens (esqueceram os idosos e as pessoas na maturidade). Quanto às crianças, talvez devessem ser incluídas, já que algumas, infelizmente, gostam de brincadeiras de mau gosto, razão pela qual se sentiriam muito à vontade nesse conselho.

Se vier mesmo a ser proposto à Assembléia e a proposta se tornar lei e não for derrubada no STF, onde certamente seria objeto de julgamento.

Be Sociable, Share!

Comentários

Marco Lino on 25 novembro, 2010 at 12:41 #

Alagoas é governada (e continuará) pelo PSDB, mas está no Nordeste. De fato, o problema deve ser regional…

Sobre o Rio Grande:

O “Sindicato dos Jornalistas do RS, historicamente comandado pelo PT e partidos de esquerda, antecipou-se à posse de Tarso Genro e já solicitou à equipe de transição a criação de um “Conselho Estadual de Comunicação Social”, com base nas discussões da Confecom, conferência sobre comunicação patrocinada pelo governo Lula.”

Ou seja: esse PT ainda levará o amado Brasil Varonil a ser uma horripilante ditadura proletária. Exatamente agora quando Cuba ensaia voltar à normalidade liberal.

Oh vida, oh azar, oh céus!!!


danilo on 25 novembro, 2010 at 13:23 #

como dizia o lendário técnico de futebol Sotero Monteiro Garrido, “no arriar das malas” pelo que o PT está querendo não tenha dúvidas que o arbítrio ronda nossa porta.

e não adianta Marco Lino ficar nesse lenga lenga, pois ele próprio é contra a dita “imprensa burguesa”, e ficaria feliz da vida se os cumpanhêro e a pelêgada aplicassem o garrote na mídia.

afinal Marco Lino apoia Chávez, Fidel, Evo Morales, Kirchner, Ahmadinejad, e o maluco da Coréia do Norte.


[…] this link: Bahia em Pauta » Blog Archive » Ivan de Carvalho na TB: Sessão … Tweet This […]


angelina jolie hot on 11 Maio, 2011 at 12:25 #

great website. I am adding your site to my bookmarks.


Hipolito M. Wiseman on 15 setembro, 2011 at 10:16 #

After reading your point of view I was at last given what I wanted. Enjoyable post written in very convenient way. I had no troubles in understanding it, despite being an average net surfer.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2010
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930