nov
23

Abdelmassih: cinquenta e sete vítimas

========================================
DEU NO IG

O médico Roger Abdelmassih foi condenado nesta terça-feira a 278 anos de prisão por crimes sexuais cometidos contra ex-pacientes. A condenação foi dada pela juíza Kenarik Boujikian Felippe. Ele foi acusado de ter praticado 56 crimes sexuais contra ex-pacientes. Cabe recurso.

Abdelmassih chegou a ser preso por alguns dias em agosto de 2009. A libertação do médico foi determinada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes. Em sua decisão de libertar o médico, o ministro Gilmar Mendes afirmou o pedido de prisão foi feito baseado em dois argumentos: ou prendê-lo ou proibi-lo de exercer a medicina. Como o registro dele no Conselho Regional de Medicina foi suspenso, não há motivos, segundo o presidente do STF, para mantê-lo atrás das grades.

Na época, a Promotoria chegou a receber cerca de 70 relatos de supostas vítimas de Abdelmassih. Mulheres que passavam por tratamento contra infertilidade na clínica dele o acusam de ter cometido atos libidinosos, como beijar à força e passar as mãos no corpo delas durante atendimentos.

As vítimas disseram ter surpreendido o médico tocando-as quando começavam a despertar dos efeitos da anestesia que recebiam para os procedimentos de extração ou de implantação de óvulos.

O médico nega as denúncias e alega que em todos seus procedimentos eram acompanhados por enfermeiras e atribui as acusações a alucinações sofridas pelas pacientes pelos efeitos da anestesia

Pelo menos um caso de suposto estupro foi investigado pela polícia. No depoimento que prestou na 1ª Delegacia de Defesa da Mulher, no centro de SP, em junho, Abdelmassih manteve-se calado durante todo o tempo.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2010
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930