nov
19

Erenie: solitária e magoada/Veja

==============================================================
DEU NO BLOG DO JORNALISTA CLÁUDIO HUMBERTO
———————————————————

Poço de mágoas

Ontem, no enterro da mãe, falecida aos 81, a ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra estava muito abatida. E magoada com a ausência de ex-colegas do governo e o mal que o escândalo fez à sua família.

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 19 novembro, 2010 at 12:01 #

Uma verdadeira “avis rara”.

Queiramos ou não, respondeu pela Casa Civil, em plena democracia, no século XXI.

Matéria farta para estudos acadêmicos, para que a diligente tenacidade dos pesquisadores nos informe, e à história, ao final, que qualidades levaram essa senhora à titularidade deste gabinete tão sensível e ao mesmo tempo, tão simbólico, de nossa recente caminhada republicana.

Serviu de elo entre o governo e a sociedade civil, representou o pensamento político de um governo extremamente popular, ocupou o centro das decisões em período delicado, em que o governo dedicava-se ao embate nervoso na arena eleitoral.

Esta a Berenice, a famosa quem, que vinda da obscuridade curricular, amealhou, num passe de mágica, os poderes da preferida do rei, herdando os sortilégios de uma casa sobejamente importante.

“Avis rara”, fruto inesperado de uma seleta coleção de líderes sabe-se lá de que, e vindos, sabe-se lá de onde.

Com a palavra os antropólogos, sociólogos, psicólogos, bem como ficcionistas, visto que Berenice parece ser um singular exemplar de um triste tempo.


Nivaldo Araujo on 19 novembro, 2010 at 13:47 #

é mais um exemplo de como funciona a solidariedade dos companheiros.


marco lino on 19 novembro, 2010 at 15:17 #

“o mal que o escândalo fez à sua família” pode ser ironia do jornalista, não?


luiz alfredo motta fontana on 19 novembro, 2010 at 17:37 #

Caro marco lino

com uma ressalva

neste caso e com essa erenice, a ironia pode ser tudo, menos fina


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2010
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930