nov
11
Posted on 11-11-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 11-11-2010

DEU NA FOLHA.COM

O vice-presidente José Alencar sofreu um infarto agudo do miocárdio por volta das 18h00 desta quinta-feira. Segundo boletim médico do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, divulgado às 23h, Alencar foi submetido a um cateterismo, que não mostrou obstruções arteriais importantes.

O quadro clínico de Alencar é estável do ponto de vista cardíaco. O vice-presidente está na UTI.

Alencar está internado desde o dia 25 para tratar uma suboclusão intestinal. No dia 8 deste mês, ele voltou a se alimentar por via oral depois de passar duas semanas recebendo alimentação por sondas.

O vice-presidente, que enfrenta um câncer na região abdominal há mais de dez anos e já passou por mais de 15 cirurgias, está sofrendo com os efeitos colaterais do novo tratamento.

No começo de outubro, Alencar passou três dias internado no mesmo hospital.

Em setembro, o vice-presidente internou-se no hospital para tratar um edema agudo de pulmão.

Em julho, ele ficou sete dias internado no hospital. Ele passou por um cateterismo (exame para verificar as condições de vasos sanguíneos).

Por conta do tratamento, o vice-presidente decidiu não concorrer nas eleições deste ano, por considerar uma injustiça com os eleitores.

Alencar retomou as sessões de quimioterapia no início de setembro do ano passado, pouco depois de exames terem demonstrado que os tumores abdominais haviam voltado a crescer. Por isso, interrompeu o tratamento experimental a que se submetia nos Estados Unidos.

nov
11


========================================================

DEU NO UOL

Da Redação

Destaque entre os brasileiros indicados ao Grammy Latino 2010 nas categorias gerais, junto com artistas internacionais, Maria Bethânia já levou seu primeiro prêmio durante a cerimônia pré-evento, que acontece no hotel Mandalay Bay, de Las Vegas. A cantora ganhou o troféu de melhor canção em língua portuguesa por “Tua”, na categoria dedicada exclusivamente aos brasileiros. A composição é da gaúcha Adriana Calcanhoto.

Nas categorias gerais, o grupo João Donato Trio foi o vencedor de melhor disco de jazz por “Sambolero”. A cantora Marina de Oliveira levou o prêmio de melhor álbum de música cristã em língua portuguesa, que concorria com Paulo César Baruk, Marina de Oliveira, Bruna Karla, Kleber Lucas, Soraya Moraes, Rosa de Sarón e Padre Zezinho.

Com seu disco de estreia, que leva seu nome, Maria Gadú disputou o álbum do ano de cantor/compositor nas categorias gerais, mas perdeu para Rubén Blades. Na categoria instrumental, dominada por brasileiros, quem levou o prêmio de melhor disco foi o cubano Arturo Sandoval, deixando para trás Yamandu Costa & Hamilton de Holanda (“Luz da Aurora”), Arthur Maia (“O Tempo e a Música”) e Paulo Moura e Armandinho (“Afrobossanova”).

Os brasileiros que concorriam a melhor álbum infantil latino –Banda de Boca com “MPB Para Crianças” e o disco “Brasileirinhos”, produzido por Paulo Bira– perderam para Luis Pescetti.

Concorrência

Nas indicações gerais, Bethânia ainda concorre a gravação do ano também por “Tua”, disputando a categoria com Buika (“Se Me Hizo Fácil”), Camila (“Mientes”), Jorge Drexler (“Una Canción Me Trajo Hasta Aquí”) e Alejandro Sanz (“Desde Cuando”). A música também foi indicada em uma categoria técnica, a de melhor álbum de engenharia de gravação, mas perdeu para “Distinto” de Diego Torres.

Maria Gadú é indicada a revelação do ano, junto com Alex Cuba, Estrella, Jotdog e Koko. A 11ª edição dos prêmios –que tem Jorge Drexler e Alejandro Sanz entre os favoritos– terá sua cerimônia oficial iniciada às 23h (horário de Brasília).

nov
11

terça-feira, Jorge Khoury: clavícula fraturada

=========================================================
Deu no blog Pimenta na Moqueca

O deputado federal Jorge Khoury (DEM-BA) teve fraturada a clavícula direita em um acidente ocorrido terça-feira, quando depois de uma palestra na capital paulista se dirigia ao aeroporto de Congonhas para retornar a Basília, quando o táxi no qual estava colidiu com outro veículo.

O parlamentar foi socorrido por uma equipe do Samu 192 e levado para o Hospital do Servidor Público Municipal. Khoury foi submetido a exames em um outro hospital onde foi avaliado sobre a necessidade de uma cirurgia. O deputado , segundo sua assessroia, foi recomendado a mander repouso absoluto durante uma semana.

De acordo com a assessora de comunicação do parlamentar, Aura Henrique, Khoury passa bem. O deputado não conseguiu ser reeleito neste ano, apesar dos 44.816 votos.

nov
11

O samba de Batatinha vai aqui em memória de Dimas , na dimensão em que estiver o saudoso moderador e guia deste site blog , na data em que ele estaria festejando aniversário.

Saudades de todos os que fazem o Bahia em Pauta, com gratidão perene.
BOA TARDE!!!

(VHS)

Tiririca, tranquilo, chega para teste no TRE-SP/IG

=========================================================
Campeão nacional de votos por São Paulo em outubro de 2010, o deputado federal eleito Francisco Everardo Oliveira Silva, mais conhecido como o comediante Tiririca, afastou esta quinta feira mais uma pedra do caminho antes de aportar democraticamente no Congresso Nacional, em Brasília.

Falta ainda a decisão final do juiz, mas aparentemente Tiririca conseguiu tirar de letra a prova pela qual foi obrigado a passar: escreveu o ditado a que foi submetido no processo que corre na Justiça Eleitoral de São Paulo. Conseguiu igualmente ler em voz alta as manchetes de jornais que foram apresentadas a ele pelos julgadores.

Segundo o portal IG, a frase ditada foi extraída aleatoriamente de um livro da Justiça Eleitoral. “A promulgação do código eleitoral em fevereiro de 1932 trazendo como grandes novidades a criação da Justiça Eleitoral”. As manchetes foram “Procon manda fechar lojas que vendem produtos vencidos” e “O tributo final a Senna”.

Para ser candidato no Brasil uma pessoa tem que ser alfabetizada e o Ministério Público levantou a suspeita de que ele não seria alfabetizado. O teste foi feito na manhã desta quinta-feira na sede do TRE-SP.

Depois de pausa para o almoço, Tiririca retornou ao prédio do TRE para participar do depoimento de testemunhas. Segundo o presidente do tribunal, Walter de Almeida Guilherme “não se pode afirmar se ele sabe ler ou escrever” a partir do teste feito. A decisão caberá ao juiz Aloízio Silveira, da primeira zona eleitoral.

Tiririca foi convidado a fazer um teste grafotécnico para constatar que a carta entregue à Justiça Eleitoral havia sido escrita de próprio punho. Mas ele se recusou a fazer o teste grafotécnico, agindo dentro do que prevê a legislação, já que ele não estava obrigado a apresentar provas contra ele mesmo. Por isso foi submetido aos exames de leitura e ditado.

Diplomação

O presidente do TRE-SP, Walter Almeida Guilherme, informou que o deputado eleito “vai ser diplomado, independentemente do resultado ou da decisão do juiz” que julgará se Tiririca é alfabetizado. Segundo Guilherme, “o registro (da candidatura) foi deferido tecnicamente e não existe nenhuma provocação para que se desfaça esse registro”.

Testemunhas

No período da tarde desta quinta-feira, o tribunal começou a ouvir as testemunhas do caso. Os nomes não foram divulgados e há vários rumores sobre o tema. A única confirmação até agora é de que o jornalista Victor Ferreira, da revista Época, que numa reportagem escreveu que a grafia dos autógrafos dados por Tiririca era diferente da existente na declaração apresentada à Justiça Eleitoral.

Denúncia

Nesta manhã, Tiririca participou de uma audiência no TRE-SP por conta de uma acusação feita pelo promotor eleitoral Maurício Lopes de fraude na declaração em que afirmou ser alfabetizado para poder se candidatar. O deputado eleito driblou a imprensa ao deixar o TRE-SP.

Os defensores do deputado eleito alegam que ele é alfabetizado, mas que, ao se candidatar, ele contou com a ajuda da mulher para redigir a declaração por ser portador de síndrome que o impede de unir o indicador e polegar.

Tiririca foi eleito com 1.353.820 votos – deputado federal mais votado do País em 2010 – para o cargo de deputado federal nestas eleições pela coligação Juntos por São Paulo (PR/PT/PRB/PC do B/PT do B). Ele é filiado ao Partido da República (PR).

nov
11
Posted on 11-11-2010
Filed Under (Crônica, Janio) by vitor on 11-11-2010

Amado Batista: sucesso de fato

=========================================================

CRÔNICA/AFOGAMENTOS

Chico Buarque, Amado Batista e Florentina

Janio Ferreira Soares

Essa onda de discriminação contra os nordestinos por conta da grande votação de Dilma é apenas mais uma das milhares que acontecem diariamente no Brasil. A maioria é disfarçada e silenciosa, como quando alguém entra num restaurante estrelado destoando do padrão estético estabelecido (de bermudas, por exemplo) e recebe uma sequência de olhares fulminantes que começa pelo porteiro, passa pelo garçom, se acentua no maitre e chega ao ápice com o cochicho dos comensais. Outras são mais abertas e corajosas, como a opinião dessa garota que sugeriu nos afogar. Só acho que ela deveria ter apontado quais seriam nossas alternativas.

Deixaríamos este vasto mundo nas profundezas de uma cacimba ou na turvez de um barreiro meado? Sob as pontes do rio Capibaribe ou de susto, com um balde de água jogado na nossa cara, já que temos a fama de não conhecer muito bem o líquido? E quem nos afogaria? Paulistas de escafandros Lacoste ou gaúchos de bombachas flutuantes?

Seguiríamos pacificamente rumo ao asfixiamento ou puxaríamos a nossa temida peixeira para reagirmos de acordo com a lenda lampirônica que habita esses rincões? Detalhes, minha filha, detalhes.

A verdade é que tudo que tem um apelo popular tende a ser taxado preconceituosamente. Um exemplo que até hoje gera calorosas discussões é a tal breganização da música brasileira. Em qualquer roda de chope com fundo musical mais elaborado, neguinho puxa logo o mote de que bom era no tempo em que só Chico, Caetano, Tom Jobim e afins “faziam sucesso”. Que sucesso, cara pálida? Eles faziam música de qualidade, mas sucesso quem faz é Amado Batista e os sertanejos de calças justas – que vendem milhões de discos e lotam ginásios -, ou o cearense Tiririca, que usando a força de um personagem se elegeu com mais de um milhão de votos, coincidentemente na terra da moça que prega o nosso fim.

Mas o negócio é relaxar, como faz um gay da região, que diz que vai se vestir de Florentina e se afogar na foz do São Francisco, pois lá é a maior concentração de Nego D’água por metro cúbico do rio.

Janio Ferreira Soares, cronista, é secretário de Cultura e Turismo de Paulo Afonso, na margem baiana do Rio São Francisco.

nov
11
Posted on 11-11-2010
Filed Under (Charges) by vitor on 11-11-2010

Paixão, hoje, na Gazeta do Povo (PR)


======================================================

OPINIÃO POLÍTICA

Quebra de paradigma

Ivan de Carvalho

Na disputa, que já começou, pelas presidências da Câmara e do Senado na próxima Legislatura, o PT introduziu ontem uma tese fundada em lógica muito discutível, para dizer o mínimo.
Para tornar mais clara a ausência de fundamento lógico da tese petista, supostamente levantada pela bancada do partido na Câmara dos Deputados e já comunicada ao presidente nacional da legenda, José Eduardo Dutra, vale uma breve memória sobre o comando das duas casas do Congresso Nacional na atual Legislatura, que está para terminar.

Foi assim. No Senado, onde o PMDB teve e tem nesta Legislatura a maior bancada e o regimento interno prevê que a maior bancada partidária indica o candidato à presidência (alguém pode desafiar essa indicação, pois se trata de eleição a ser decidida por voto secreto), esse partido tevê a presidência tanto no primeiro quanto no segundo biênio da Legislatura. Não houve contestação, reivindicações em contrário nem desafios.

Na Câmara, o regimento não prevê nada a respeito, mas a tradição – não raro desafiada e até efetivamente contrariada – é também de que a maior bancada partidária indica o presidente, indicação a ser acatada pelas demais bancadas (a decisão final é sempre da votação pelo plenário, naturalmente). E, como no Senado, também na Câmara o PMDB teve e tem, na atual Legislatura, a maior bancada.
Mas, generoso que só ele mesmo, o partido de Ulysses Guimarães, perdão, de Michel Temer, decidiu dividir suas regalias com o PT, numa óbvia gentileza ao governo Lula, ao qual quis se aliar após as eleições de 2006. Dão, cedeu ao PT o “direito” de indicar o presidente da Câmara dos Deputados para o primeiro biênio, reservando-se a presidência da Casa no segundo biênio. Tudo isso absolutamente independente do que se fazia na outra Casa do Congresso, o Senado Federal.

O PT gostou do “acordo” de mão única, aproveitou e gozou de seus benefícios. Mas agora vai começar uma nova Legislatura e a situação mudou. Não no Senado, onde a bancada do PMDB continuará sendo a maior e com o “direito” regimental e a tradição de indicar o presidente da Casa. Mudou na Câmara, onde o PMDB não terá mais a maior bancada, mas a segunda, com 79 deputados, pois a maior será a do PT, com 88 deputados.

Esta circunstância daria ao PT, não pelo regimento da Câmara, que, como assinalado, nada diz a respeito, mas pela tradição, desafiada com freqüência, o privilégio de indicar o presidente da Casa para os dois biênios da Legislatura. Mas é então que vem o PMDB e cobra: quando tinha direito à presidência em dois biênios na Câmara, cedeu o primeiro biênio ao PT. Agora quer reciprocidade: o presidente da Câmara no primeiro biênio seria um peemedebista. Conversando, conversando, quem sabe, o PMDB até poderia aceitar – mesmo sabendo que o futuro é incerto e a Deus pertence – um acordo que lhe dê a presidência da Câmara somente no segundo biênio.

Até aí, tudo estaria dentro da normalidade. Mas então chega o PT, por sua bancada na Câmara – creio que acionada por controle remoto – e, revolucionariamente, quebra o paradigma: presidência da Câmara para o PMDB em um biênio, sim, mas só se o PMDB ceder ao PT a presidência do Senado (que não havia entrado na história) por um biênio.

Não se trata de reciprocidade do PT a uma liberalidade feita pelo PMDB. Mas o paradigma quebrado para uma troca de presidências de Câmara e Senado, fazendo de conta que nenhuma concessão o PMDB fez na Câmara ao PT na atual Legislatura ou que o PT não tem nenhuma “obrigação moral” de retribuir a gentileza.

nov
11


====================================================
DEU NO IG

A presidenta eleita Dilma Rousseff afirmou nesta quinta-feira, em Seul, que o dólar desvalorizado é “grave” para o mundo inteiro e já faz com que o ajuste americano fique na conta de outras economias. Sobre a proposta de trocar dólares por uma cesta de moedas, como sugeriu o ministro da Fazenda, Guido Mantega, ontem, Dilma disse que não é uma questão de vontade, mas pode ser de acordo como foi feita em Bretton-Woods, onde os países tinham taxas de câmbio fixas, que só podiam ser desvalorizadas com a autorização do FMI.

“Esta é uma das posições, têm várias na mesa. Vai ser uma questão de negociação”, afirmou. Dilma disse, no entanto, que não engrossará a voz contra a guerra cambial na reunião do G20, que começa nesta quinta-feira, porque “ainda não tem voz” no encontro.
Dilma disse que não é bom para o Brasil o real ser a moeda mais valorizada. “Teremos de olhar cuidadosamente e tomar todas as medidas possíveis”. Questionadas sobre quais medidas tomaria, Dilma respondeu: “Se eu tivesse medidas, eu não diria”.

A presidenta eleita negou que será “atração” do G20 por ter sido classificada como a 16ª mulher mais poderosa do mundo. “Atração é presidente no exercício do cargo. Presidente eleito não é atração, é notícia só”, declarou. Dilma disse que não pretende falar durante o evento do G20.

O G20 é o grupo das 19 maiores economias do mundo mais a União Europeia. Em reunião prévia, no mês passado, os ministros das finanças dos mesmos países acordaram em não tomar medidas que afetassem diretamente a variação de suas moedas, para não agravar as fortes oscilações percebidas neste ano.

Na semana passada, os EUA declararam que vão injetar em sua economia US$ 600 bilhões (mais de R$ 1 trilhão) para estimular suas indústrias e, de quebra, desvalorizar um pouco mais o já combalido dólar americano. Ontem, Mantega disse que vários países estão tomando medidas para evitar o “desembarque” da moeda americana em suas regiões.

Mantega no cargo

Dilma negou que tenha conversado com o ministro Mantega sobre sua eventual permanência no cargo. A petista, que desembarcou ontem em Seul, veio acompanhada do ministro e assessores em um voo comercial. “Não tratamos disso. Nem tinha sentido tratar desta questão dentro do avião. Vou tratar desta questão quando tratar de todo ministério”, desconversou.

Dilma conversou com a imprensa hoje cedo no lobby do hotel onde está hospedada, em Seul, após passeio pela cidade. Ainda hoje, a presidenta eleita e o presidente Lula deverão participar de um jantar com outros chefes de Estados.

Trem-Bala

Ontem, a presidenta eleita conversou com o ministro dos Transportes da Coreia do Sul sobre o trem-bala coreano. Dilma disse que foi procurada por ele, mas desconversou sobre qualquer decisão na compra do trem-bala. “Eles me disseram que tem todo interesse em participar no Brasil, falaram das obras que estão construindo, e são muito bem-vindos”, contou.


===================================================

BOA NOITE!!!

  • Arquivos

  • novembro 2010
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930