out
14
Postado em 14-10-2010
Arquivado em (Multimídia) por vitor em 14-10-2010 15:15


=====================================================
Bahia em Pauta agradece a belissima e oportuna lembrança da composição sugerida por Regina. Da área de comentários para a tarde do BP. Que a colaboradora atenta receba merecidos agradecimentos no belo recanto onde era mora na costa do Pacífico, à beira da linda baia californiana de San Francisco. Que saudade!

Boa tarde !

(VHS)

Be Sociable, Share!

Comentários

Arnaldo Ribeiro ou Israel on 24 dezembro, 2015 at 10:59 #

O PAPA FRANCISCO E O NATAL
De: Chico Xavier (desencarnado)
Para: Papa: Francisco (encarnado0)
Outubro/2015
“Estamos próximos ao Natal: teremos luzes, festas, árvores luminosas e presépio. Tudo falso: o mundo continua fazendo guerras. O mundo não entendeu o caminho da paz.”
Mas, afinal, o que esperar de um mundo em que a ideologia dominante se baseia na competição e na ganância?
Registado
“Deixe algum sinal de alegria, onde passes.” Chico Xavier

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/meditacao-diaria/para-se-pensar/#ixzz3stDeNzJFMensagens de Ânimo – Forum Espirita

(LC.10.20) NÃO OBSTANTE, ALEGRAI-VOS, NÃO PORQUE OS ESPÍRITOS SE VOS SUBMETEM, E SIM PORQUE O VOSSO NOME ESTÁ ARROLADO NOS CÉUS:

Vamos cultivar a alegria?

Não será pelo fato de viver num mundo marcado por provações imensas que cortaremos relações com a alegria.
Não será porque passamos por situações difíceis, que nos dão ensejo de restabelecer nosso equilíbrio perante as Leis Supremas da vida, que cultivaremos a tristeza ou o negativismo.
Cada vez que procuramos justificar nossas atitudes infelizes, nossos comportamentos enfermiços, negativos, lamentáveis, alegando que vivemos num mundo inferior, jogando a culpa no meio que nos rodeia, estaremos culpando as Leis de Deus pelas desarmonias que nós insistimos em manter à nossa volta, sem coragem de fazer com que melhorem.
Se observarmos com atenção, veremos que ao lado da nossa dificuldade, Deus sempre nos apresenta caminhos de soluções e apoios, e entenderemos que temos motivos de sobra para cultivar as sementes da alegria que o Criador depositou em todos nós.
Se porventura nos chocamos com cenas patéticas ou com palavras ásperas que alguém nos dirige, meditemos que, muito antes de chorar e sofrer por causa da decepção, temos bons olhos e ouvidos que nos dão a honra de poder ver e ouvir tudo o que se passa à nossa volta.
Se a enfermidade nos prende ao leito por algum tempo, impedindo que façamos o que gostaríamos de fazer, alegremo-nos porque, apesar de momentaneamente impedidos, podemos pensar e encontrar na nossa lucidez a chance de planejar o futuro, elaborando novos recursos, novos rumos na busca da cura verdadeira.

Se vivemos a tortura de filhos ingratos ou irresponsáveis, ou de afetos presos a vícios perturbadores, meditemos na oportunidade que Deus nos concedeu de amá-los, de socorrê-los até os limites das nossas forças, liberando-nos de sérios compromissos fixados no passado.
Pensemos, ainda, que essas almas são nossos filhos ou parentes somente pelos laços carnais, fazendo maior ou menor sintonia conosco desde o ontem, mais ou menos distante.
Contudo, todos são filhos de Deus como nós mesmos o somos. E, embora nos caiba orientá-los, aconselhá-los, exemplificar o bem para que o vejam, somente ao Pai Criador cabe o juízo quanto às realidades de cada um dos Seus filhos.
Em última análise, só poderemos fazer em favor dos afetos queridos aquilo que eles se permitam receber de nós.

Se alguém não nos cumprimentou como gostaríamos, não percamos o espírito desportivo, e pensemos que a pessoa pode não nos ter visto e que, por outro lado, cada pessoa carrega suas enfermidades, seus problemas, havendo dias melhores e dias piores em suas vidas.
E alegremo-nos por exercitar o entendimento fraterno a respeito dos outros.
Se alguém nos calunia ou nos dirige palavras àsperas, não percamos nosso precioso tempo em vinganças ou em sofrimentos.
Pensemos que chegará o tempo de todos os acertos, sob o olhar do Criador, e cultivemos a alegria.
A alegria é um estado íntimo de integração consciente com as fontes Divinas de energias.
Alegrar-se é procurar cumprir cada compromisso para com a existência com boa disposição e com entusiasmo.
Seja na família ou nos círculos das amizades, seja na área profissional ou conosco mesmos, empenhemo-nos no desenvolvimento da alegria, superando com vontade firme todas as lutas, todas as dificuldades com que nos deparemos na caminhada terrena.
* * *
Cultiva a alegria, que independe das coisas de fora, mas que nasce na fonte cantante e abençoada do solo do coração e verte linfa abundante como rio de paz, por todos os dias até a hora da libertação – começo feliz da via por onde seguirás na busca da ventura plena.
Redação do Momento Espírita com base no cap. 6
do livro Para uso diário, pelo Espírito Joanes,
psicografia de Raul Teixeira, ed. Fráter.

Em 19.07.2010.=formatação e pesquisa: MILTER – 13/12/2015

Seguimos até onde devemos seguir, e quando cremos que as forças nos abandonaram, é porque o Senhor nos pega nos braços e nos ensina a voar.


Arnaldo Ribeiro ou Israel on 3 Março, 2018 at 17:12 #

O CONSOLADOR

(JB.19.28) VENDO JESUS QUE TUDO JÁ ESTAVA CONSUMADO PARA SE CUMPRIR A ESCRITURA,DISSE: (JB.15.20) LEMBRAI-VOS DA PALAVRA QUE EU VOS DISSE: (LC.8.10) A VÓS OUTROS É DADO CONHECER OS MSTÉRIOS DO REINO DE DEUS; AOS DEMAIS FALA-SE POR PARÁBOLAS PARA QUE VENDO, NÃO VEJAM, E, OUVINDO, NÃO ENTENDAM: (JB.14.26) MAS QUANDO VIER O CONSOLADOR, O ESPÍRITO SANTO, QUEM O PAI ENVIARÁ EM MREU NOME; ESSE VOS ENSINARÁ TODAS AS COISAS E VOS FARÁ LEMNRAR TUDO O QUE VOS TENHO DITO: (NM.24.14) AGORA EIS QUE VOU AO MEU POVO; (IS.30.12) PELO QUE ASSIM DIZ O SANTO DE ISRAEL:

EIS-ME AQUI

A alma encorajada pela fé deve buscar sempre em si mesma a presença amorosa de Jesus.

Aquele que busca o Mestre em seus próprios sentimentos é capaz de perceber como os seus atos estão se aprimorando perante os ensinos e exemplos do Modelo e Guia do amor e da verdade.

Na seara de reparação moral da qual fazemos parte em trabalho e redenção, que se chama Seara Espírita, somos convocados a dissolver as evidentes formas frágeis de nosso egoísmo e orgulho. Se queremos verdadeiramente auxiliar na transformação moral da humanidade, jamais deveremos nos declinar de por em prática as luzes que clarificam o recôndido dos nossos pensamentos que, muitas vezes, pedem reajustamento e correção em sintonia com as Leis Divinas, para que nos tornemos instrumentos úteis e não a pedra de tropeço que expressa sobreposições de nosso ego nos compromissos do trabalho Espírita. A ideia elevada produz indubiltavelmente os resultados de serenidade e maturidade naqueles que se entreguam dóceis aos conceitos de virtudes e sabedoria.

Quem poderá vencer a vontade de Deus com todas as primorosas e imperceptíveis formas de alcançar o coração dos homens? A dor que dilacera o coração vazio de sentido existencial e move o ser humano ao cansaço moral por se manter inerte no aprimoramento de si mesmo é muito diferente da dor sacrossanta da fidelidade a Jesus. A dor da fidelidade é permeada pela compaixão e altruísmo por aqueles que estão rebeldes e distantes da compreensão simples, celeste e amorosa da mensagem do Mestre. Tudo na vida é convite a pacificar a própria alma e nada se posiciona contra nenhum ser da Criação.
Por que colocar o tempo, a inteligência, os sentimentos e as ideias para se fazer contrário e adversário de quem quer que seja? Quando nosso olhar objetiva a olhar o infinito e sua grandeza, podemos perceber que jamais uma estrela busca apagar a outra e nenhuma galáxia sente o prazer em perturbar a paz do Universo em tentativa vã de se destacar.

O tempo atual não é para o destaque das atmosferas belicosas das opiniões pessoais! O tempo é essencialmente para amarmos uns aos outros, sem impecilhos de posições ou funções. Admitamos sempre que enquanto trabalhamos para a realização do propósito iluminativo de Deus na terra, os cooperadores do Cristo nas esferas elevadas já sabem como as situações e ocorrências vão se desdobrar nos degraus das décadas pela grande escada dos séculos.

Sirvamos, pois, com o sentimento de vitória, porque o Cristo se fez vencedor, desde o dia que misericordiosamente nos permitiu renascer, incontáveis vezes no amado globo que chamamos de lar terrestre. Ele está com todos os corações fiéis, auxiliando em tudo para que a força do amor sempre realize os objetivos divinos no coração do homem. Lembremos que quando as provações se tornarem insuportáveis ou os conflitos inadequados se tornarem quase insolúveis o Mestre estará nos aguardando no coração, com o seu amor, nos colocando a sua amorosa frase: Eis-me aqui!

Honório.

(Mensagem psicografada pelo médium Afro Stefanini II, na Spiritist Society of Palm Beach em Boca Raton, Flórida, em 22 de fevererio de 2017)
Partilhar2

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/meditacao-diaria/eis-me-aqui/#ixzz4bmex7fXy


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos