set
17
Postado em 17-09-2010
Arquivado em (Artigos, Ivan) por vitor em 17-09-2010 10:49


=======================================================

Os escândalos passam batidos sobre os resultados das pesquisas eleitorais, assinala o jornalista político Ivan de Carvalho em seu artigo desta sexta-feira na Tribuna da Bahia sobre a campanha presidencial, praticamente em sua arrancada final. “São dois escândalos que, em qualquer país democrática e culturalmente desenvolvido, seriam capazes de virar uma eleição”, diz Ivan no texto que Bahia em Pauta reproduz. Aqui, no entanto, nem “tchum”, como dizem os soteropolitanos.
(VHS)

=======================================================
OPINIÃO POLÍTICA

Vacinado contra escândalos

Vitor Hugo Soares

Não se pode dizer que este final de campanha eleitoral não está movimentado. O que não faltam são fatos e notícias que quebram notoriamente a rotina. A única rotina que, até agora, pelo menos, não tem sido quebrada é a dos resultados das pesquisas eleitorais recentes, que teimam em manter um quadro estável, com a persistência de números que favorecem largamente a candidata petista Dilma Rousseff.
Até aqui, depois que tomou a dianteira nas pesquisas e abriu larga vantagem, a Mãe do PAC se mantém firme nas intenções de votos dos eleitores. Isso pode ser creditado a uma soma de numerosos fatores, mas os principais são facilmente identificáveis.

1. O país experimenta uma situação econômica com a qual o eleitorado está satisfeito.
2. Por conta dessa satisfação popular com os aspectos mais visíveis da economia (os problemas existentes têm por enquanto pouca visibilidade) e o carisma do presidente Lula, o governo conseguiu uma avaliação popular excelente e o presidente uma popularidade espantosa.
3. O governo lançou programas ou mudou o nome e ampliou programas existentes de grande apelo social, como o Bolsa Família, o Minha Casa e outros. E fez uma imensa propaganda a respeito, inclusive exagerando e fazendo parecer coisas feitas algumas que ainda estão por fazer. Isso levou mais água ao moinho da aprovação do governo e do presidente.
4. Ante o que está descrito nos itens anteriores, a oposição – ressalvadas as isoladas e honrosas exceções de sempre – resolveu há bastante tempo não se opor. Oposição que não cumpre sua função não vale nada. Essa estratégia de avestruz potencializou e facilitou a consolidação dos ganhos populares do governo.
Então, nesta fase final da campanha eleitoral, aconteceram coisas. As duas mais importantes: as denúncias (comprovadas) de violação de sigilo fiscal na Receita Federal – numa espionagem que atingiu, inclusive, familiares e outras pessoas ligadas ao principal candidato da oposição a presidente, José Serra e a seu partido, o PSDB; e a explosão do escândalo de tráfico de influência e propina envolvendo, entre outros setores governamentais, a Casa Civil da Presidência da República e especialmente a ministra Erenice Guerra, deixada no cargo por Dilma Rousseff quando se desincompatilizou para disputar a presidência da República.
São dois escândalos que, em qualquer país democrática e culturalmente desenvolvido, seriam capazes de virar uma eleição. Mas aqui no Brasil sequer produzem variação apreciável nos resultados de pesquisas eleitorais. Talvez porque aqui os escândalos são tantos e em sucessão tão intensa que a sociedade já os assimila como parte da rotina. O país pode estar, sim, vacinado contra escândalos.

Be Sociable, Share!

Comentários

Imprensa Brasileira on 17 setembro, 2010 at 16:12 #

A causa dos escândalos eleitoreiros não afetar as pesquisas serias como Data Folha é porque não têm fundamento ligar Dilma.
Isso é mais uma manobra da elite desesperada da Folha de São Paulo tentando denegrir a imagem da Dilma.
Agora todos sabem quem são os verdadeiros criadores dos Dossiês, O PSDB tem essa pratica suja de levantar a vida das pessoas para mais tarde incriminar.

http://www.imprensabrasileira.com.br/


danilo on 17 setembro, 2010 at 16:59 #

uáááu. o caso de corrupção é comprovado, a ministra Eredilma foi posta pra fora, a família de Eredilma está toda pendurada em cargos [comissionados] no estado – e todos cairam, e ainda tem gente q quer dizer q tudo isso é armação do PIG…

para estes que defendem tanto o governo Lulla, como seria maravilhoso se a população brasileira fosse toda ela composta de gente ignorante e que só sabe fazer um “O” com um copo…

perái, pessoá, não subestimem a capacidade de raciocínio do próximo


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2010
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930