ago
22
Postado em 22-08-2010
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 22-08-2010 23:35

O papa Bento XVI reprovou, este domingo, as expulsões de ciganos em situação ilegal ordenadas pelas autoridades franceses, no âmbito do reforço da política de segurança do presidente Nicolas Sarkozy.

Perante peregrinos franceses, Bento XVI apelou ao acolhimento de homens de todas as origens e lembrou que os «textos litúrgicos de hoje reafirmam-nos que todos os homens são chamados à saudação».

«É também um convite a saber acolher a diversidade humana, tal como Jesus representou os homens de todas as nações», acrescentou o Sumo Pontífice,  na sua residência de Verão de Castel Gandolfo, antes da oração do Angelus.

No seu primeiro comentário à expulsão destes ciganos romenos e búlgaros, de França, o líder da Igreja Católica apelou ainda aos pais para que eduquem os seus filhos na fraternidade universal.

Após estes comentários de Bento XVI, o pároco de Lille escreveu ao ministro francês do Interior para lhe comunicar a sua recusa da Medalha de Mérito que lhe tinha sido atribuída.

No final de uma missa, o padre Arthur disse mesmo que rezava para que Nicolas Sarkozy tivesse uma crise cardíaca, embora,  mais tarde,  tivesse manifestado arrependimento por isso.

Por seu lado, o arcebispo de Aix-en-Provence e Arles, que assistiu ao desmantelamento de um acampamento de ciganos, na quinta-feira, criticou, este domingo, em comunicado, a destruição de caravanas e falta de dignidade pelas pessoas.

(Informações do portal TSF, de Portugal)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos