ago
21
Postado em 21-08-2010
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 21-08-2010 19:07

Túmulo de Raul no Jardim da Saudade…

==============================================
…e os primeiros fãs debaixo de chuva e frio/ Fotos:Marcia Dourado


Marcia Dourado

De Salvador

Como acontece todo ano no dia 21 de agosto, data de aniversário da morte do cantor e compositor baiano Raul Seixas, os fidelissimos e saudosos fãs do “maluco beleza” da Bahia comparecem desde as primeiras horas da manhã ao cemitério Jardim da Saudade, para prestar homenagens ao pé de sua sepultura, debaixo de chuva e frio, bem ao estilo do genial músico, compositor e intérprete de rock do País…

Quem chegou mais cedo ao Jardim da Saudade, no bairro de Brotas, ficou impressionado, como eu, com o ato de já às 09h30min de uma manhã de sábado fria e chuvosa, verificar os primeiros fãs, molhados, ao lado do túmulo de Raulzito. Em visita à sepultura do meu amado Dimas, avistei logo à chegada ao cemitério um pequeno grupo, em trajes que lembravam o ídolo.

Ritual repetido há 21 anos, os admiradores e seguidores se juntam desde cedo ao lado do túmulo, no merecido tributo ao “Maluco Beleza”, homenagem que cresce em intensidade de participação ao longo do dia.

Em pé ou sentados (hoje alguns se abrigavam da chuva debaixo de árvores) os fãs tocam violão, trocam informações, bebida e cigarros e cantam os maiores sucessos de Raul: “Metamorfose Ambulante”, “Amigo Pedro”, “Gita”, “Balão Mágico”… e tudo que mantém viva a memória de Raul Seixas.

Comovente e merecida homenagem!

Marcia Dourado, economista, é atual moderadora do Bahia em Pauta

Be Sociable, Share!

Comentários

Mariana Soares on 21 agosto, 2010 at 20:32 #

Seja bem vinda, Márcia! Que Deus lhe ajude a suportar a dor da saudade do seu eterno amor…Certamente, ele está no ceu velando por você e por esse grande e inesquecível encontro que você tiveram aqui na terra!!! Grande e solidário abraço!


rosane santana on 22 agosto, 2010 at 0:22 #

Marcia,
Após chegar em casa, cansada dos contratempos (engarrafamento no trânsito) de uma acidade cosmopolita, como dizia Gracinha sobre São Paulo, ao telefone comigo há pouco, me emocionei com sua nota e a música. Raul é um dos meus artistas prediletos, desde Öuro de Tolo”e “Mosca na Sopa”, qdo ainda menina na minha querida Caravelas, extremo sul da Bahia. Mas, o que mais me emociou mesmo foi o exemplo de lealdade dos fãs a Raul e seu a Dimas. Qto mais o tempo passa, mais percebo que o desaparecimento físico daqueles que verdadeiramente amamos não representam uma separação definitiva. Cada vez mais tenho a impressão de que com o passar do tempo a essência dessas pessoas vão sendo vivificadas pela nossa memória.


rosane santana on 22 agosto, 2010 at 0:26 #

“Mas eu sou o amargo da língua
A mãe, o pai e o avô
O filho que ainda não veio
O início, o fim e o meio
O início, o fim e o meio
Euuuuu sou o início
O fim e o meio
Euuuuu sou o início
O fim e o meio…”


Gracinha on 22 agosto, 2010 at 1:14 #

Raul, Dimas e tantos e tantos outros que permanecem imortais para aqueles que o amaram aqui na terra. E pensar que existem tantos “mortos vivos” por ai…
Marcia – parabéns pela estreia, que outros textos sejam escritos para este BP.
Rosane – constato que você mesmo cansada permanece atenta e sensivel ao que importa…ao q de fato é essencial. Bjs para ambas.


rosane santana on 22 agosto, 2010 at 11:42 #

Obrigada, Gracinha. Porque sempre acreditei que afora essas coisas que constróem o edifício invisível da vida, o resto é “Ouro de Tolo”, como diz Raul.


Tiago on 22 agosto, 2010 at 13:44 #

Ótimo texto! Dá uma idéia da atmosfera de descontração que você presenciou, numa manhão cinzenta soteropolitana.
Raul foi um marco na música brasileira; o bordão “Toca Raul!” se tornou mítico e é uma das máximas mais ouvidas nas rodas de violão e shows de rock no país afora…
Beijos
Ti


vitor on 22 agosto, 2010 at 14:26 #

Grande Ti!

Que bom vê-lo por estas bandas do BP. Chega mais, garoto! E pode esperar que daqui a duas semanas boa parte da turma que faz o BP vai estar em Belém do Pará na boda do ano. Pode convidar a Fafá!

Abraços
Hugo


rosane santana on 22 agosto, 2010 at 18:14 #

Que inveja, Vitor, eu não estar nesse evento, infelizmente. Mas desejo a Tiago e sua amada toda a felicidade do mundo!


Xena on 11 setembro, 2010 at 2:09 #

Mas um dia eu ainda irei pra tão adorada Bahia, sinto uma forte ligação com esse lugar… Ah, se vou!!!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos