Anita Ekberg na Fontana de Trevi, em Roma…

=====================================================
…e Shakira el La Barceloneta

========================================================

Anita Ekberg, em “La Dolce Vita”, convida Marcello Mastroianni para se banhar na fonte de Trevi.

Em Barcelona, na fonte de Pla de Palau, Shakira fez o mesmo com os fãs, durante a gravação de um videoclip para o novo disco, “Sale el sol”, mas, ao que parece, as autoridades catalãs não acharam muita graça.

Segundo o jornal espanhol El Mundo, a câmara municipal não gostou de ver a cantora andando pelas ruas de Barcelona numa Harley sem capacete nem aprova a atitude da artista de entrar na fonte, a dançar, com um rádio na mão, a incentivar outras pessoas a fazer o mesmo.

Por isso, a câmara propõe agora sancionar os responsáveis pela gravação do vídeo, porque tudo foi feito sem pedir autorização.

Fontes municipais citadas pelo El Mundo dizem que as imagens vão agora ser analisadas para detectar eventuais infrações e lamentam que Shakira, sendo uma figura pública, não tenha dado um bom exemplo.

No vídeo, que já teve milhares de visitas no Youtube, vê-se Shakira de calças justas, biquíni e um colete sem costas, a dançar, a beijar e a abraçar as pessoas que passavam e que aceitaram molhar os pés em Barceloneta.

(Informações do portal TSF (Portugal) e do jornal El Mundo, de Espanha)

ago
19
Posted on 19-08-2010
Filed Under (Charges) by vitor on 19-08-2010

Paixão – Gazeta do Povo – Curitiba, PR
Replicada no Blogbar do Fontana ( http://fontanablog.blogspot.com/ )

ago
19

ACM: na boca dos candidatos

===============================================
A exemplo do que já fizera ontem Paulo Souto, candidato a governador da Bahia, que iniciou sua campanha no horário eleitoral gratuito com uma peregrinação à basílica do Senhor do Bonfim, no alto da Colina Sagrada, em Salvador, também o deputado ACM Neto (DEM) utilizou nesta quinta-feira hoje (19) a propaganda na televisão para homenagear a memória do seu avô, o falecido senador Antonio Carlos Magalhães.

“Vi de perto a coragem e a garra com que ACM defendeu os interesses de nossa gente. Ele era capaz de colocar tudo em segundo plano quando a Bahia estava em jogo. E a gente não vê isso hoje, principalmente no governo do estado”, declarou Neto, que, antes da campanha, havia dito que iria homenagear a memória de ACM no horário eleitoral, como forma de resgatar o legado deixado pelo “cabeça branca”.

O deputado afirmou ainda que os baianos sentem falta do senador, que deixou a saudade de alguém que dedicou a sua vida em defesa da Bahia. O link do vídeo da fala de ACM Neto na TV está sendo distribuido pela Internet por sua assessoria.

(Postado por Vitor Hugo Soares


====================================================
Belo e pungente clip garimpado e sugerido ao editor do BP pelo sempre antenado poeta paulista Luiz Fontana, do Blogbar, a propósito da expulsão dos ciganos romenos da França pelo governo de Sarkozy.Sinceros agradecimentos.
Adeus Liberdade, Igualdade e Fraternidade.

(Vitor Hugo Soares)

Lula: no ranking mundial dos melhores

======================================

A revista norte-americana ‘Newsweek’ revela em sua edição desta semana, sua primeira lista dos melhores países do mundo tendo em conta cinco categorias distintas. No topo está um país nórdico, a Finlândia, havendo ainda outros três nóredsicos nas primeiras dez posições

O Brasil é o 48º na lista, atrás de países latinos como Uruguai, México, Argentina e Jamaica, que são os quatro anteriores ao Brasil. O país sul-americano melhor colocado no ranking é o Chile, que aparece em 30º. A pesquisa mostra que o Chile conquistou um score de 69.47 pontos em qualidade de vida, enquanto que o Brasil apenas 47.85 pontos

Além deste ranking dos melhores países, a revista escolheu também os dez líderes mundiais que, diz, se podem admirar. Entre eles está o brasileiro Luis Inácio Lula da Silva, que chega ao fim do seu segundo mandato, e o francês Nicolas Sarkozy, “amado no estrangeiro e odiado em casa”.

A única mulher entre os líderes confiáveis é a Presidente da Libéria, Ellen Johnson Sirlead, apelidada de “a construtora”. Da lista, curiosamente, não faz parte o presidente dos Estados Unidos,Barack Obama.
“Se nascesse hoje, que país lhe iria proporcionar a melhor oportunidade de viver uma vida saudável, segura, razoavelmente próspera e com capacidade de ascensão?” Foi a esta pergunta que a revista norte-americana Newsweek quis responder no seu primeiro ranking dos melhores países do mundo. A resposta acabou por ser Finlândia, com Portugal aparecendo no 27.º posto, logo atrás da Grécia.

Num trabalho especial, a revista divulgou o resultado de vários meses de trabalho na análise de cinco categorias específicas: educação, saúde, qualidade de vida, dinamismo económico e ambiente político. A média destes indicadores deu a lista final de 100 países, liderada pela Finlândia e com o Burkina Faso no último lugar.

“Há verdades que já sabíamos: os melhores países tendem a ser pequenos, ricos, seguros e frios”, escreve a revista. Mas uma análise mais específica dos dados (possível no site www.newsweek.com) permite examinar um importante número de tendências, quando se comparam países com populações ou rendimentos semelhantes.

Não há dúvida de que os nórdicos dominam nos dez primeiros da lista. Além da Finlândia, em primeiro lugar, surge a Suécia em terceiro, a Noruega em sexto e a Dinamarca em décimo. “Os melhores países do mundo parecem ter isto em comum: evitam a guerra, vivem na escuridão e mantém um estado constante de depressão e produtividade”, indicou o escritor Andrei Codrescu, convidado pela revista a analisar este domínio nórdico.
( Com informações de Newsweek (USA) e Diário de Notícias (Portugal)

ago
19
Posted on 19-08-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 19-08-2010

Ciganos romenos: mandados de volta

======================================
Crescem na Europa as críticas ao presidente conservador Nicolas Sarkozy, por relacionar imigração e criminalidade no mesmo pacote de medidas governamentais na França, considerado historicamente um dos países mais livres e democráticos do mundo.

Os primeiros ciganos romenos que viviam nos acampamentos ilegais que o governo francês mandou desmantelar nas últimas semanas começam a ser expulsos hoje, conforme anunciou o ministro do Interior, Brice Hortefeaux, apesar de uma chuva de críticas da esquerda, da imprensa, da ONU, da Comissão Europeia e das autoridades de Bucareste e de Sofia.

79 ciganos de origem romena vão partir no voo de hoje, 136 serão reconduzidos na sexta-feira e 160 no próximo dia 26, confirmou o secretário de Estado para a integração da minoria cigana da Roménia, Valentin Mocanu, ontem citado pela AFP.

Paris indicou que pretende expulsar até final do mês 700 ciganos romenos e búlgaros que viviam de forma irregular nos 51 acampamentos desmantelados em território francês.

O número de ciganos na França está estimado em 15 mil, mas nem todos são legais. Apesar de membros da União Europeia, um espaço em que existe livre circulação, como ontem lembrou Bruxelas, romenos e búlgaros estão abrangidos por um acordo transitório que os impede de permanecer mais de três meses em território francês caso não tenham aí qualquer atividade. As regras para entrarem no mercado de trabalho são também rígidas. A França alega, por isso, não comete nenhuma ilegalidade.

“As medidas decididas pelas autoridades francesas estão em plena conformidade com as regras europeias e não constituem nenhum atentado à liberdade de circulação dos cidadãos da UE”, disse, à AFP o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros francês, Bernard Valero, lembrando que o mais importante é a Comissão Europeia “apoiar os programas de reintegração” dos ciganos nos seus países de origem. E sublinhou a existência de uma diretiva que permite a um Estado da UE “restringir a livre circulação por razões de ordem pública, de segurança ou de saúde pública”.

TUMULTOS

Na origem do desmantelamento dos acampamentos e das expulsões “quase imediatas” estão os tumultos provocados pelos ciganos em Julho no centro de França, depois de um polícia ter matado um jovem cigano de 22 anos que não parou numa batida policial.

Armados de machados e barras de ferro, os ciganos derrubaram árvores, semáforos, incendiaram carros, atacaram uma padaria e um esquadrão de polícia. Habitantes de alguns dos acampamentos mais antigos, como o de Hanul, que já teria uma década, são auxiliados por autarquias de esquerda, que classificam de “racismo de Estado” o plano securitário do Governo de Nicolas Sarkozy. O Presidente sugeriu mesmo retirar a nacionalidade francesa a pessoas de origem estrangeira que atentem contra as forças de segurança.

A ONU criticou a perigosa relação que está a ser feita em França entre imigração e criminalidade. “Esta política de humilhação dá uma visão degradante da ação pública. A França não é um país racista”, escreveu o Le Monde. “Exprimo a minha inquietação em relação aos riscos de derrapagem populista e de reações xenófobas num contexto de crise económica”, declarou à rádio RFI Roménia o ministro dos Negócios Estrangeiros romeno, Teodor Baconschi.

Mas a verdade é que 79% dos franceses apoiam o desmantelamento dos acampamentos. E isso é o que importa a Sarkozy, candidato à reeleição em 2012. O ministro da Imigração francês, Eric Besson, tentou ontem pôr água na fervura, dizendo que este voo é normal e que este ano já é o 25.º. A França paga 300 euros aos adultos e 100 às crianças, como incentivo ao regresso. Muitos aceitam, mas depois tornam a voltar a França.

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informações do Diário de Notícias(Lisboa), Le Monde e AFP)


=================================================
O título do artigo do jornalista político Ivan de Carvalho na Tribuna da Bahia, esta quinta-feira, é auto-explicativo. Trata da nova mania nacional, que chega à campanha eleitoral em curso com a polêmica do tamanho dos cartazes e paineis de propaganda política, na qual a justiça, com tanto o que fazer, é chamada a se meter. Bahia em Pauta reproduz o texto.

(VHS)
=======================================================

OPINIÃO POLÍTICA

Mania de regulamentação

Ivan de Carvalho

A campanha eleitoral teve um dia movimentado, ontem, com os programas “gratuitos” de propaganda eleitoral e um debate, promovido pelo jornal Folha de S. Paulo e o portal de internet UOL, entre os três candidatos a presidente que vêm obtendo mais intenções de voto nas pesquisas eleitorais. Numa ação inteligente e criativa, o candidato do Psol, Plínio de Arruda Sampaio, que não foi convidado, “participou” do debate diretamente da biblioteca de sua casa, via Internet, usando uma tática que o noticiário eletrônico já explicou ontem e que certamente está nos jornais de hoje. Para completar, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe sofreu um atentado e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, o ministro Lewandovsky, do STF, foi a Aracaju ver de perto a situação.

Mas não é sobre quaisquer dos fatos mencionados no parágrafo anterior que pretendo tratar. Uma das coisas que me parecem interessantes é uma briga – envolvendo o PT, o PSDB e o Tribunal Superior Eleitoral – por causa do tamanho de um único cartaz. A ministra Nancy Andrighi, do TSE, fixou ontem prazo de 24 horas para que funcionários da área de engenharia do tribunal verifiquem o tamanho exato do solitário painel da candidata Dilma Ducheff, digo, Rousseff, do PT, tamanho (não o cartaz) impugnado pela coligação do candidato José Serra, do PSDB.

O painel foi posto no comitê central da campanha petista a presidente da República e o PSDB entrou com representação junto ao TSE, alegando, apenas com a juntada de fotos como prova, que o painel de Dilma extrapola o tamanho de quatro metros quadrados, máximo permitido pela lei eleitoral para esse tipo de propaganda.

Escreveu a ministra em seu despacho: “Embora o representante afirme que a placa objeto da representação esteja fora dos padrões estabelecidos pela Lei Eleitoral, não é possível constatar esse fato apenas pelo exame do material fotográfico”. Talvez até fosse possível, com acuradas, mas não misteriosas técnicas de medição pelo exame de fotografias, mas de qualquer modo isso seria talvez um meio mais complexo e mais demorado para se ter uma resposta que a simples ida de pessoal de engenharia do TSE ao local, portando uma trena ou uma fita métrica.

De qualquer modo, sabiamente escreveu a ministra na conclusão de seu despacho: “Diante disso (a mera juntada de fotos, que supostamente não permitiriam a verificação das medidas do painel), antes de apreciar o pedido liminar, determino que, no prazo de vinte e quatro horas, seja efetuada, por servidor da área de engenharia do TSE, acompanhado por oficial de justiça, a medição da placa afixada”.

Creio que com esta canetada, a ministra Andrighi obterá os elementos necessários para resolver tão relevante questão (falo sério, garanto, pois se trata do cumprimento da lei pela campanha de aspirante oficial ao presidente da República) para o país. É como se, à maneira de Alexandre, passasse o nó górdio a fio de espada.

Se, além da campanha de Dilma (caso o painel tenha mais que o tamanho permitido por lei), alguém merecer uma condenação, certamente não seria a ministra autora do surpreendente despacho, pois foi forçada a este por dispositivo idiota de uma lei. Condenado deve ser quem produziu a besteira legislativa (o Congresso) e quem a sancionou, quando poderia vetá-la. Mania de regulamentação.

ago
19
Posted on 19-08-2010
Filed Under (Multimídia) by vitor on 19-08-2010


============================================================

A música para começar o dia no Bahia em Pauta está em dois clips (um é pouco). É dedicada à torcida brasileira em geral, mas especialmente para os fantásticos time e torcida do Internacional, que ontem festejaram, e seguem festejando hoje, a conquista de bicampeões da Taça Libertadores da América, ao bater de virada o Chivas de Guadalajara por 3 a 1 em noite memorável no Beira Rio.
Aquela torcida que vai estar aonde o INTER estiver!
Aquele TIME que NÓS AMAMOS TANTO!!
INTER ESSA É PARA VOCÊ COM TODO MERECIMENTO DO MUNDO!!!

VIVA O INTER DE PORTO ALEGRE

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos