ago
18

=====================================================

“Enquanto houver saudade”, com o grande Orlando Silva, O Cantor das Multidões em uma de suas interpretações mais primorosas, para aquecer coraçõos na fria noite de inverno baiano.

BOA NOITE!!!

(Gilson Nogueira)

ago
18
Posted on 18-08-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 18-08-2010

JULIA BAPTISTA (AE)

A Polícia Federal (PF) informou que foram indiciadas 42 pessoas residentes no Brasil que teriam mantido depósitos no Opportunity Fund, nas Ilhas Cayman, pelo crime de evasão de divisas (pena de 2 a 6 anos de reclusão), sendo duas delas também indiciadas pela prática do crime de “lavagem de dinheiro”, com pena de 3 a 10 anos de reclusão. Além dos cotistas, também foi indiciado um administrador do fundo no Brasil pela prática dos crimes de gestão fraudulenta, evasão de divisas e formação de quadrilha.

Concluído ontem, o inquérito policial foi instaurado com a finalidade de identificar os brasileiros que mantiveram cotas no Opportunity Fund nas Ilhas Cayman não declaradas à Receita Federal e ao Banco Central (BC). Segundo a PF, o inquérito havia sido paralisado em 23 de dezembro de 2009 por ordem do ministro Arnaldo Esteves Lima, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A PF retomou as investigações em 30 de abril.

Na instrução foram ouvidas aproximadamente 80 pessoas, dentre ex-funcionários do Banco Opportunity S.A., “doleiros” que comprovadamente remeteram valores para o Opportunity Fund e supostos cotistas do fundo. A corporação conseguiu confissão de parte dos cotistas e ainda cruzou informações do caso Banestado – esquema de lavagem de dinheiro por meio de agências do Banestado – com as da Operação Satiagraha – que investiga o Opportunity e seu sócio-fundador, Daniel Dantas.

ago
18
Posted on 18-08-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 18-08-2010

DEU NO TERRA ( ELEIÇÕES 2010 )

Claudio Leal

Direto de São Paulo

A candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, deixou, às 21h43 desta quarta-feira (18), a garagem do Hospital Sírio-Libanes, em São Paulo. Ao Terra, a ex-ministra afirmou que fez um exame de rotina: “Eu estou bem. Você não está vendo?”, disse a presidenciável

Mais informações em instantes, promete Terra

http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2010/noticias

O  jornalista da TV Globo, Alex Escobar, que foi xingado pelo técnico Dunga durante entrevista na copa do Mundo da África, chegou ao Estádio do Beira-Rio, onde acontece a final da Copa Libertadores, e teve que ouvir os torcedores colorados ficarem do lado do treinador na confusão.

“Dunga, Dunga, Dunga”, gritavam dezenas de torcedores que estavam na porta de acesso de jornalistas no estádio. Dunga iniciou sua carreira no Internacional e tem uma ligação forte com o clube – durante a semana chegou-se até a cogitar a possibilidade de ele ir ao estádio ver a decisão da Libertadores entre Inter e Chivas, o que seria sua primeira aparição pública depois do fracasso na Copa. De volta de viagem à Europa, o ex-técnico preferiu não ir. (IG)

João Fonseca: novo livro aos 90…

——————————
…Na Bienal Internacional de São Paulo

==========================
Aos 90 anos, o poeta e ficcionista João Justiniano da Fonseca lançou na tarde de ontem(17) o livro Solidariedade – Contos, da All Print Editora, em tarde de autógrafo realizada na 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

O escritor, nascido em Rodelas (BA) onde foi prefeito – a mesma cidade de nascimento do ator Wagner Moura, na região do Vale do São Francisco – narra em sua nova obra histórias de personagens dramáticos, cômicos e espontâneos, com a paisagem da caatinga nordestina como pano de fundo.

Aos 90 anos de idade, João Fonseca segue prolífico e vibrante em sua atividade de contista, ficcionista e poeta. Além de Solidariedade – Contos, ele é autor de Cacimba Seca, Sertão, Luz e Luzerna, Aquele Homem e Grilagem, entre outras obras.

Lourivaldo Perez Baçan, que editou toda a obra do poeta em formato eletrônico, diz sobre João Justinianon da Fonseca: “Nunca deixei de admirar sua habilidade com as palavras, seu domínio sobre a língua, sua visão de mundo e a forma elegante com que escreve sem perder a espontaneidade, valorizando o linguajar de sua gente, privilegiando expressões as populares que dão, aos seus textos, um vigor, um sabor e um significado exclusivos”.

Um exemplo de vida e de escritor aos 90 anos. Longa vida ao autor de Solidariedade.

(Vitor Hugo Soares)

===================================================
Do : Blogbar do Fontana – Nos balcões dos bares da vida
Para: Bahia em Pauta
)

Música – O Circo

Composição – Sidney Miller

Vai, vai, vai começar a brincadeira
Tem charanga tocando a noite inteira
Vem, vem, vem ver o circo de verdade
Tem, tem, tem picadeiro e qualidade
Corre, corre, minha gente que é preciso ser esperto
Quem quiser que vá na frente, vê melhor quem vê de perto
Mas no meio da folia, noite alta, céu aberto
Sopra o vento que protesta, cai no teto, rompe a lona
Pra que a lua de carona também possa ver a festa

Bem me lembro o trapezista que mortal era seu salto
Balançando lá no alto parecia de brinquedo
Mas fazia tanto medo que o Zezinho do Trombone
De renome consagrado esquecia o próprio nome
E abraçava o microfone pra tocar o seu dobrado

Faço versos pro palhaço que na vida já foi tudo
Foi soldado, carpinteiro, seresteiro e vagabundo
Sem juízes e sem juízo fez feliz a todo mundo
Mas no fundo não sabia que em seu rosto coloria
Todo encanto do sorriso que seu povo não sorria

De chicote e cara feia domador fica mais forte
Meia volta, volta e meia, meia vida, meia morte
Terminando seu batente de repente a fera some
Domador que era valente noutras feras se consome
Seu amor indiferente, sua vida e sua fome

Fala o fole da sanfona, fala a flauta pequenina
Que o melhor vai vir agora que desponta a bailarina
Que o seu corpo é de senhora, que seu rosto é de menina
Quem chorava já não chora, quem cantava desafina
Porque a dança só termina quando a noite for embora
Vai, vai, vai terminar a brincadeira
Que a charanga tocou a noite inteira
Morre o circo, renasce na lembrança
Foi-se embora e eu ainda era criança

Grande Sidney Miller! Obrigado poeta Luiz Fontana!

(VHS

ago
18
Posted on 18-08-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 18-08-2010

Lewandowski: preocupação com atentado

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE), Luis Mendonça, sofreu um atentado por volta das 8h50 de hoje na Avenida Beira-Mar, em Aracaju. De acordo com a Polícia Militar, quatro homens encapuzados e armados com pistola e uma escopeta calibre 12 em um veículo Fit, de cor prata, dispararam contra o veículo em que estava Mendonça. Os criminosos queimaram o carro nas imediações do Shopping Jardins após o crime.

O presidente do TSE, Ricardo Lewandowski ,tem viagem marcada para Aracajú ainda hoje e já solicitou ao Ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, a participação e empenho da PF em colaboração com a SSP-SE no caso.

A Polícia Militar (PM) descarta a possibilidade de assalto. O ato aconteceu quando o veículo parou em um semáforo e foi cercado pelos homens encapuzados. A PM está fazendo buscas na região para localizar os suspeitos, que fugiram após efetuar os disparos. As pontes e regiões de divisa do Estado estão sendo monitoradas. O carro utilizado pelos suspeitos foi encontrado queimando nas imediações do Shopping Jardins, a 300 metros do crime. A polícia acredita que eles usaram um segundo carro para prosseguir a fuga.

O motorista do presidente da corte, o cabo da PM Jailton Pereira Batista, de 41 anos, ficou gravemente ferido e foi encaminhado ao Pronto Socorro da capital do Estado. Mendonça foi atingido de raspão na altura do ombro. O PM tem 41 anos, entrou na Corporação em 25 de janeiro de 1991 e desde 2003 está lotado no Batalhão de Polícia de Guarda (BPGd).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, o presidente foi atingido no ombro e encaminhando para o Hospital São Lucas. Por volta das 10h, a assessoria do hospital informou que Mendonça passava por uma avaliação e não havia detalhes sobre o estado de saúde.

Em nota, a Polícia Militar do Estado de Sergipe informou que o cabo Jailton Batista Pereira, militar que acompanhava desembargador Luiz Mendonça, encontra-se no Hospital de Urgências de Sergipe (HUSE), onde recebe cuidados médicos e passa por exames.

A Capelania Evangélica da PMSE está no Hospital de Urgências de Sergipe (HUSE) e informa que o cabo está em coma induzido e passou por uma tomografia. A assessoria do HUSE informa que a situação do policial é grave e que um boletim médico será emitido no final da tarde de hoje.

( Com informações jornais sergipanos, da PM-SE, da Agência Estado e de Thaisa Lisboa, iG Pernambuco )

DEU NO TERRA (ELEIÇÕES 2010)

Reportagem publicada na edição online do jornal argentino Clarín nesta quarta-feira (18) destaca que a candidata do PT à presidência do Brasil, Dilma Rousseff, utilizou sua primeira propaganda veiculada no horário eleitoral gratuito, na terça-feira, para falar sobre o seu passado guerrilheiro. Segundo o jornal, a petista “tem um passado complexo, como todos os políticos em torno de 60 anos que aspiram a cargos eletivos em um país da América do Sul”.

A matéria diz que Dilma atuou em movimentos guerrilheiros dos anos 70 que lutaram contra o regime ditatorial no Brasil. Instruída por seus marqueteiros, ela falou seus “segredos” durante o programa eleitoral para evitar que os adversários utilizem a imagem de “militante armada” para prejudicar sua campanha.

De acordo com a reportagem, os relatos da candidata foram isentos de qualquer drama, apesar de utilizar palavras simples e em tom emocionado. Durante a propaganda, Dilma explicou ao eleitorado que esteve presa por lutar pela democracia e pela justiça.

O Clarín fala que Dilma foi uma militante da Vanguarda Armada Revolucionária Palmares e uma das cabeças em uma operação de recuperação de dinheiro, um assalto, à casa da amante do governador do Rio de Janeiro Adhemar Barros, em 1969. Segundo a reportagem, a história de Dilma é um tema explorado pela oposição, mas que não alarma as elites locais.

BOM DIA!!!

ago
18
Posted on 18-08-2010
Filed Under (Artigos, Ivan) by vitor on 18-08-2010

Lídice e Pinheiro:  sombras nas pesquisas

======================================================================
De olho nos índices conflitantes nas pesquisas dos principais institutos do país, o jornalista político Ivan de Carvalho assinala em seu atrtigo de hoje na Tribuna da Bahia, que muito se tem falado nos levantamentos que procuram medir as intenções de voto nos candidatos a presidente da República e a governador, o que é natural.Isso, no entanto, deixa numa zona de sombra os resultados dessas pesquisas em relação às duas cadeiras de senador disputadas este ano em cada unidade da Federação.O caso baiano é exemplar: “As coisas complicam, e complicam feio, é quanto a quem estaria disputando a segunda cadeira de senador,”
diz o colunista no texto que Bahia em Pauta reproduz.

(VHS)
=============================================================

OPINIÃO POLÍTICA

PESQUISAS E BRUXARIAS

Ivan de Carvalho

Muito se tem falado nas pesquisas que procuram medir as intenções de voto nos candidatos a presidente da República e a governador, o que é natural, mas isso deixa numa zona de sombra os resultados dessas pesquisas em relação às duas cadeiras de senador disputadas este ano em cada unidade da Federação.
Talvez a disputa que envolve a composição do Senado Federal deva ser olhada com mais atenção pelo eleitorado, pela mídia e, enfim, por toda a sociedade. Os mais de sete anos e meio do governo Lula deram ao país uma idéia da importância dessa composição, melhor dizendo, da importância que o Senado teve e poderá continuar tendo.
O que se viu nos anos recentes é que o governo Lula dominou – graças ao fato de ser o governo, graças ao Mensalão e graças à partilha, agora insistentemente chamada de “loteamento” político-partidário da administração federal direta e indireta – amplamente a Câmara dos Deputados.
Seu domínio desta Casa do Congresso Nacional foi incontrastável e se tornou absoluto no segundo mandato, quando também a banda oposicionista do PMDB, sob a liderança do presidente nacional do partido, Michel Temer, tornou-se governista e passou a participar do governo. O PMDB do Senado já o fazia desde o primeiro mandato.
No cenário descrito, o Poder Executivo poderia fazer praticamente tudo e a única barreira que encontraria, eventualmente, seria o Supremo Tribunal Federal, ainda que este esteja quase totalmente composto, hoje, por ministros escolhidos pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e aprovados pelo Senado.
No entanto, graças ao Senado e sua composição durante o atual governo, o presidente da República, apesar de sua imensa popularidade, não ficou totalmente livre para impor sua vontade ao país e o STF não foi obrigado a funcionar sempre como único dique a eventuais intenções inadequadas ou nocivas do Poder Executivo. Antes do STF, o Senado Federal ofereceu a primeira e eficaz resistência.
Em alguns casos – talvez o mais notório haja sido o da tentativa de impor a continuidade da CPMF, já aí em forma permanente e não mais supostamente “provisória” – mesmo o STF não teria condições de fazer o que o Senado fez. A proposta não era inconstitucional. A corte suprema não teria como derrubá-la.
Bem, duas pesquisas eleitorais foram recentemente feitas na Bahia, incluindo amostragem para as eleições dos dois senadores. O Vox Populi pesquisou de 7 a 10 de agosto. O Datafolha, de 9 a 12. Em ambas, César Borges, do PR e integrante da coligação liderada pelo PMDB, aparece com grande vantagem. Tem 35 por cento das intenções de voto no Vox Populi e 36 por cento no Datafolha (três pontos a mais que na sondagem anterior deste instituto).
As coisas complicam, e complicam feio, é quanto a quem estaria disputando a segunda cadeira de senador. Para o Datafolha, é a socialista Lídice da Mata, da coligação liderada pelo PT, com 20 por cento das intenções de voto, dois pontos a menos que na sondagem anterior do mesmo instituto. Em terceiro, em seus calcanhares, Walter Pinheiro, com 17 por cento – um ponto a menos que no Datafolha precedente.
Bruxaria: o Vox Populi, sob encomenda da TV Bandeirantes, coloca Pinheiro, do PT, em segundo lugar, com 27 por cento (dez pontos a mais do que ele obteve no Vox Populi) e aponta Lídice com 17 pontos percentuais – exatamente o que Pinheiro tinha no Datafolha.
quisas para o

Pages: 1 2

  • Arquivos