ago
08
Postado em 08-08-2010
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 08-08-2010 21:50

A assessoria do deputado federal ACM Neto distribuiu comunicado na noite deste domingo (8), para informar que o parlamentar decidiu interpelar judicialmente o bancário Sérgio Rosa, ex-presidente da Previ até maio deste ano, e o advogado Gerardo Xavier Santiago, que confessou ter montado dossiês para constranger e intimidar adversários do governo, entre os quais o político baiano.

Na edição da Veja desta semana, Gerardo Santiago afirmou, segundo a nota, que o gabinete da presidência da Previ foi utilizado como centro de montagem dos dossiês contra ACM Neto, José Serra, o senador Heráclito Fortes (DEM-PI), o ex-senador Jorge Bornhausen e a modelo Marina Mantega, filha de Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda.

Na tarde deste domingo, o presidente nacional do DEM, Rodrigo Maia, anunciou que vai encaminhar uma representação contra a senadora Ideli Salvati (PT-SC) no Conselho de Ética para apurar as denúncias veiculadas na revista “Veja “.

Depois de conversar com seus advogados, ACM Neto optou pela interpelação judicial. “Quero que eles (Sérgio Rosa e Gerardo Santiago) apresentem os textos e os documentos que foram encadernados, como informou o advogado à revista”, disse ACM Neto, atraves de sua assessoria.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos