jul
22
Postado em 22-07-2010
Arquivado em (Artigos, Ivan) por vitor em 22-07-2010 11:06

Marina: twitaço repercute

========================================
Perguntar não ofende, já se sabe. Então vamos lá: “Não dá para discordar do senador Sérgio Guerra. Se Dilma resolver não participar do debate, o que estará tentando esconder dos eleitores?”, pergunta o jornalista político Ivan de Carvalho em seu artigo desta quinta-feira na Tribuna da Bahia, que Bahia em Pauta reproduz.
=======================================

( VHS )

OPINIÃO PÚBLICA

A Internet na campanha

Ivan de Carvalho

Campanha na Internet. A candidata do PV a presidente, Marina Silva, com um tempo diminuto nos programas de propaganda eleitoral gratuita na televisão e no rádio, aposta boa parte das suas fichas na campanha pela Internet. E parece que não está sonhando.

A Internet fez sua mais espetacular participação em campanhas eleitorais, até hoje, na campanha de Barack Obama para a presidência dos Estados Unidos.

Na terça-feira, a campanha de Marina promoveu um “twitaço”, uma versão cibernética do conhecido panelaço, que foi mais intensamente usado no Chile, contra o regime do general Pinochet, mas fez incursões também em outros países. O “twitaço” de Marina foi um êxito.

Pouco depois das 15 horas da terça-feira, o microblog da candidata do Partido Verde (senadora e ex-ministra do Meio Ambiente no governo Lula) conseguiu ultrapassar a marca dos 100 mil seguidores, o que teve repercussão inclusive no exterior, segundo registra o jornalista Josias de Souza, na Folha.com.

Conta ele que, de passagem por São Paulo, Marina “abriu espaço na agenda para conferir os resultados da mobilização”. Ela foi a uma lan house, na Rua Augusta e mais tarde comemorou no próprio twitter: “Feliz coincidência: no dia do Twitaço, cruzamos a marca dos 10 mil”.

Serra também está feliz com seu twitter. Na madrugada de quarta-feira (grande parte da vida ativa de Serra ocorre nas madrugadas e você pode observar o resultado naquelas olheiras). Assinalou no twitter: “Êpa, olhei para o lado e vi: hoje passamos os 300 mil seguidores! Não sei identificar quem protagonizou a virada dos 200 para os 300 mil”.

Dilma Rousseff, da poderosa coligação governista liderada pelo PT, está muito atrás de Serra. E agora tem Marina pisando-lhe os calcanhares. Os seguidores de Dilma no twitter, às 5h30, eram 121 mil.

Mas nem só de microblogs, blogs e sites vive a campanha presidencial na Internet. A campanha de Marina Silva, das três principais a que, evidentemente, dispõe de menos recursos financeiros (não dá nem para comparar), está examinando a possibilidade de incrementar doações financeiras para a campanha por intermédio da rede internacional de computadores.

E há mais. Vai haver um debate entre candidatos a presidente, promovido pelo iG, MSN, Terra e Yahoo, o que é mais um sinal da mudança que está que o uso da Internet está provendo na campanha eleitoral. Como a candidata do PT a presidente, Dilma Rousseff, tem fugido de debates, sabatinas e outras entrevistas como o diabo foge da cruz, o presidente do PSDB e coordenador nacional da campanha tucana ao Planalto, senador Sérgio Guerra, desferiu um ataque preventivo: “Se a ministra Dilma correr dessa, como tem corrido de quase tudo, vai se dar mal”, assinalando que “o tamanho desse debate e o alcance dele são imprevisíveis”.

Não dá para discordar do senador Sérgio Guerra. Se Dilma resolver não participar do debate, o que estará tentando esconder dos eleitores?

O debate promovido pelo iG, MSN, Terra e Yahoo está marcado para segunda-feira. Será transmitido ao vivo.

Be Sociable, Share!

Comentários

Ricardo Santana on 23 julho, 2010 at 13:02 #

Ivan, que sempre esconde seu direitísmo empedernido em meio ás palavras, o que dirá agora que seu candidato, Serra, desistiu vergonhosamente do debate? Isso depois de ter confirmado presença.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • julho 2010
    S T Q Q S S D
    « jun   ago »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031