jul
21
Postado em 21-07-2010
Arquivado em (Artigos, Ivan) por vitor em 21-07-2010 10:36

FARCs na campanha brasileira

=====================================

Ganha corpo o bafafá desatado na campanha presidencial a partir das suspeitas sobre ligações entre o PT e as FARCs , levantadas pelas acusações do deputado do DEM, Índio da Costa, candidato a vice-presidente na chapa de José Serra, do PSDB, sobre outras vinculações do partido brasileiro, além das políticas, com os grupos guerrilheiros colombianos. Índio da Costa, apesar das ameaças de processo, não retirou a acusação, feita no site Mobiliza PSDB e explicada no twitter do candidato a vice, no sentido de que o PT é ligado às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), uma força guerrilheira que tem profunda ligação com o narcotráfico.É este o tema do artigo desta quarta-feira de Ivan de Carvalho, na Tribuna da Bahia, que BP reproduz.
(VHS)
==========================================

OPINIÃO POLÍTICA

A questão das FARC e o PT

Ivan de Carvalho

O candidato a vice-presidente da República na chapa do tucano José Serra, Índio da Costa, apesar das ameaças de processo, não retirou a acusação, feita no site Mobiliza PSDB e explicada no twitter do candidato a vice, no sentido de que o é ligado às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), uma força guerrilheira que tem profunda ligação com o narcotráfico.
Além disso, as FARC praticam ritineiramente sequestros de civis (os reféns atuais contam-se por centenas), que são usados de duas maneiras: como escudos humanos e principalmente para obtenção de resgates que financiam a guerrilha, mediante extorsão. As FARC, de inspiração original marxista-leninista, são consideradas internacionalmente como uma organização terrorista.
Na ligação com o narcotráfico, as FARC encontram outra fonte de financiamento, mais importante que os sequestros: elas dão cobertura a plantadores de coca em regiões que ainda controlam na Colômbia e protegem traficantes, recebendo em troca dinheiro e armas contrabandeadas. Essa proteção tem alguma semelhança com as que a máfia dava a comerciantes, fenômeno que teve seu auge nos tempos do chefão Al Capone, na cidade de Chicago, nos Estados Unidos.
É notório que as FARC são o que se pode chamar de uma organização “barra pesada”. Se alguma ligação delas com o PT ou parte do PT existe, este é um assunto que interessa profundamente ao eleitorado brasileiro, titular do direito de exigir que um esclarecimento total e definitivo a respeito seja feito antes das eleições, de modo a que ele, eleitorado, possa orientar com segurança suas decisões.
Pelo que se tem divulgado a partir da incômoda acusação de Índio da Costa, a conexão do PT com as FARC ficou evidente no Foro de São Paulo, um conglomerado de partidos e organizações de esquerda da América Latina, criado em 1990 por iniciativa do PT, após um encontro de Luiz Inácio da Silva, o Lula (ainda longe de chegar à presidência do país e apenas presidente do PT) com o ditador cubano Fidel Castro. Este queria um ente capaz de promover encontros de partidos e organizações de esquerda da região. As FARC participaram da fundação do foro ao lado do PT. Portanto, a ligação existe, formalmente, em documentos tanto do PT quanto do Foro.
Em 2008, a revista Veja publicou dossiê, com vários documentos, principalmente troca de mensagens escritas, que supostamente provariam a existência de contatos entre integrantes das FARC e do governo Lula. O PT e o governo desmentiram, mas o assunto não foi definitivamente encerrado.
Depois que chegou ao poder (conta o jornalista Clóvis Rossi, da Folha de São Paulo), o PT cortou seus laços com o Foro. Ou, pelo menos, nota ele, “a parte mais importante do partido”. E cito mais Clóvis Rossi: “Devem ter sobrado alguns nostálgicos do tempo em que o PT era de esquerda que ainda acham que as FARC são revolucionárias e não um grupo narco-terrorista”.
Em 2005, a participação das FARC na reunião que marcou o 15º aniversário do Foro foi vetada. Dois anos depois, veto semelhante no encontro realizado em San Salvador. É que vários partidos que fundaram o Foro chegaram ao poder e sofreram mudanças. Mesmo assim, não tiveram coragem ou vontade de romper e expulsar a organização narco-guerrilheira-terrorista do Foro.
Covardia para assumir abertamente as novas posições ou gato escondido com o rabo de fora?

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • julho 2010
    S T Q Q S S D
    « jun   ago »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031