jul
17
Postado em 17-07-2010
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 17-07-2010 22:52

Neojibá: aplausos se multiplicam

MARIA OLÍVIA

Direto de São Paulo

Na volta ao Brasil depois de apresentações na Europa , a Orquestra Juvenil da Bahia fez belíssima apresentação na manhã fria deste sábado na Sala São Paulo, dando continuidade a primeira turnê Sudeste, após o sucesso da Turnê Nordeste, em agosto de 2009, que visitou sete capitais da região.

A OJBA é a principal orquestra do Programa Neojibá (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia), que tem como objetivo promover a integração social por meio da prática orquestral, fundado em 2007 pelo pianista e maestro Ricardo Castro .

A turnê começou no dia 13 de julho, em Belo Horizonte, no Teatro Sesiminas. Hoje, 17, na capital paulista, Orquestra teve o prestígio de se apresentar na Sala São Paulo, a melhor sala de concertos da América Latina. Ao final, a moçada da Bahia foi aplaudida de pé, emocionante.

Para encerrar, retorna ao Festival Internacional de Inverno de Campos de Jordão, com um concerto neste domingo dia 18. Desta vez, no Auditório Claudio Santoro. Segundo participantes do festival, a apresentação do ano passado, realizada na Praça Capivari, foi apoteótica.

Para o maestro Ricardo Castro, diretor e fundador do Neojibá, a turnê representa o prestígio que o programa tem alcançado e a garantia de que veio para ficar: “Os convites para as apresentações na Europa são um reflexo do reconhecimento do nosso trabalho e do alto grau de excelência alcançado por estes jovens músicos em menos de 3 anos”.

A Orquestra Neojibá realizou nos dias 10 e 11 de julho sua primeira turnê internacional, com apresentações concorridas em Londres e Lisboa. Ponto para a Bahia e para o maestro Ricardo Castro, esses jovens têm um longo e belo caminho profissionalizante pela frente. Palavras do maestro e criador do programa: Eles tocam na primeira orquestra sinfônica juvenil criada na Bahia e participam de um programa que tem como meta levar a pratica orquestral a todos os jovens e crianças do Estado.

Uma tarefa que levará tempo e que pelo pioneirismo no âmbito nacional coloca desde já esses jovens músicos/monitores na vanguarda da educação musical para os próximos anos.

Maria Olívia é jornalista

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • julho 2010
    S T Q Q S S D
    « jun   ago »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031