Gays festejam na praça do Congresso/DN

=======================================

Depois de um dos mais longos e acalorados debates já ocorridos na história do país , Senado , que durou mais de 15 horas, o Senado argentino aprovou , na madrugada desta quinta-feira, a lei que permite o casamento homossexual.

O projeto de lei foi aprovado com 33 votos a favor, 27 contra e três abstenções.

A Argentina, onde 91 por cento da população se afirma católica, tornou-se assim no primeiro país da América Latina a autorizar o casamento homossexual e a lei foi aprovada apesar da oposição da Igreja Católica, que liderou uma intensa mobilização social para impedir a aprovação do projeto.
A iniciativa, apoiada pelo governo peronista da presidente Cristina Kirchner, acabou por aprovar a lei que autoriza os casamentos entre pessoas do mesmo sexo, fazendo com que a Argentina se converta no primeiro país da América Latina a autorizar esse tipo de união em nível nacional e o décimo no mundo, depois da Holanda, Bélgica, Espanha, Canadá, África do Sul, Noruega, Suécia, Portugal e Islândia.
A nova legislação visa a reformar o Código Civil mudando a fórmula de “marido e mulher” pelo termo “contraentes” e prevê igualar os direitos dos casais homossexuais com os dos heterossexuais, incluindo os direitos de adoção, herança e benefícios sociais.
Na América Latina apenas eram reconhecidas até agora as uniões civis (que dão direitos mais ou menos ampliados) entre pessoas de mesmo sexo em dois países, Uruguai e Colômbia, e o casamento gay na Cidade do México.
(Informações DN, de Lisbos, e IG )

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • julho 2010
    S T Q Q S S D
    « jun   ago »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031