Marina na sabatina da Record/Terra

================================================

Marsílea Gombata

Direto de São Paulo

A candidata à presidência da República pelo Partido Verde, Marina Silva, afirmou, durante sabatina promovida pela Rede Record nesta quinta-feira (15), nunca ter fumado maconha e ser contra a legalização da droga. “Nunca fumei maconha, nunca bebi bebida alcoólica, só Biotônico Fontoura. (…) Tenho uma posição contrária e defendo o plebiscito. Acho que falta informação sobre o tema”.

Questionada sobre o casamento homossexual, Marina afirmou que trata a questão diferenciando o direito à união civil do casamento. “No meu entendimento, o casamento é um sacramento. Não faço aquele jogo de falar por entre os dentes, de ir à Igreja e dizer uma coisa e ir à comunidade e dizer outra”. Sobre a adoção por casais gays, Marina disse caber aos especialistas a decisão de quem é apto para adotar uma criança.

A candidata ainda afirmou que o uso do Santo Daime em cultos religiosos não pode ser visto com preconceito, mas se retirado do contexto, pode levar a aborrecimentos. “É uma prática religiosa que tem origem em comunidades indígenas. Tirado do contexto e tratado de forma esteriotipada, pode criar problemas. Mas não pode ser tratado com preconceito”.

Preconceito

Marina afirmou sofrer preconceito por ser evangélica e se defendeu dizendo que ter uma religião não a torna uma pessoa conservadora e limitada. “Fico triste quando vejo algumas pessoas acharem que pelo simples fato de professar a fé evangélica eu seria, a priori, uma pessoa limitada, conservadora”.

A candidata verde disse ainda que sempre fez questão de combater o preconceito contra as pessoas que não têm uma religião. “Nunca gostei da forma como muitas vezes, até no meio religioso, as pessoas ficavam dizendo que o presidente Lula ia acabar com a Bíblia e com a religião”.

Mais Eleições no Terra:

http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2010/noticias/

jul
15
Posted on 15-07-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 15-07-2010

Sara: beijo que vale milhões

=================================================
DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS (LISBOA)

A cadeia de televisão espanhola Telecinco tem os direitos exclusivos daquele que ficou conhecido como o ‘beijo do Mundial’. E exigiu dinheiro às estações concorrentes para o ceder. O beijo em tranmissão direta entre o goleiro Iker Casillas e a reporter Sara Carbonero, logo após a Espanha ter vencido a Holanda na final do Mundial vale dois milhões de euros. Este foi o valor pedido pela cadeia de televisão Telecinco a algumas estações concorrentes que quiseram comprar as imagens.

E este valor tem alguma lógica. É que a Telecinco pagou cerca de 80 milhões de euros para ter os direitos exclusivos de acesso aos vestiários da seleção espanhola e foi por isso a única estação de televisão a conseguir captar o momento.

Assim que o beijo foi para o ar, o canal espanhol foi imediatamente contactado por televisões concorrentes para ceder as imagens. A Telecinco recusou logo qualquer pedido grátis e exigiu então os dois milhões de euros.

O vídeo do beijo tem sido um dos mais vistos do Youtube e, aparentemente, a Telecinco ainda não pediu para o retirarem. Mas em relação a outros sites de Internet a estação de televisão já mandou retirar.

jul
15
Posted on 15-07-2010
Filed Under (Artigos) by vitor on 15-07-2010

DEU NO TERRA

O vice-presidente da República, José Alencar, recebeu alta nesta quinta-feira após passar oito dias
hospitalizado e ser submetido a um procedimento cirúrgico para a desobstrução de uma artéria, informou o hospital Sírio-Libanês.

Alencar, de 78 anos, deu entrada no hospital no dia 7 deste mês para seguir o tratamento de um câncer, mas apresentou quadro hipertensivo e acabou internado para uma avaliação mais detalhada.

No domingo, ele foi submetido a um cateterismo que identificou uma obstrução grave em uma das artérias. O vice-presidente foi então submetido à uma operação para colocação de um “stent”, dispositivo para normalizar o fluxo sanguíneo.

Alencar luta desde 1997 contra um câncer e já passou por 15 cirurgias para a retirada de tumores

Gays festejam na praça do Congresso/DN

=======================================

Depois de um dos mais longos e acalorados debates já ocorridos na história do país , Senado , que durou mais de 15 horas, o Senado argentino aprovou , na madrugada desta quinta-feira, a lei que permite o casamento homossexual.

O projeto de lei foi aprovado com 33 votos a favor, 27 contra e três abstenções.

A Argentina, onde 91 por cento da população se afirma católica, tornou-se assim no primeiro país da América Latina a autorizar o casamento homossexual e a lei foi aprovada apesar da oposição da Igreja Católica, que liderou uma intensa mobilização social para impedir a aprovação do projeto.
A iniciativa, apoiada pelo governo peronista da presidente Cristina Kirchner, acabou por aprovar a lei que autoriza os casamentos entre pessoas do mesmo sexo, fazendo com que a Argentina se converta no primeiro país da América Latina a autorizar esse tipo de união em nível nacional e o décimo no mundo, depois da Holanda, Bélgica, Espanha, Canadá, África do Sul, Noruega, Suécia, Portugal e Islândia.
A nova legislação visa a reformar o Código Civil mudando a fórmula de “marido e mulher” pelo termo “contraentes” e prevê igualar os direitos dos casais homossexuais com os dos heterossexuais, incluindo os direitos de adoção, herança e benefícios sociais.
Na América Latina apenas eram reconhecidas até agora as uniões civis (que dão direitos mais ou menos ampliados) entre pessoas de mesmo sexo em dois países, Uruguai e Colômbia, e o casamento gay na Cidade do México.
(Informações DN, de Lisbos, e IG )

jul
15
Posted on 15-07-2010
Filed Under (Artigos, Ivan) by vitor on 15-07-2010

O jornalista político Ivan de Carvalho analisa nesta quinta-feira em sua coluna na Tribuna da Bahia, a polêmica levantada pelo presidente Lula esta semana, ao atribuir a Dilma Rousseff, ex-auxiliar de seu governo e candidata a sua sucessão, grande parte da responsabilidade pela obra do trem bala, que ainda não começou, evidentemente. Segundo o colunista, desde que lançou a candidatura de Dilma Rousseff, o presidente tem dado não raramente a impressão de que no período em que ela esteve na chefia da Casa Civil, ele esteve sempre de férias. “É que Lula tem feito constar para o distinto público que sua candidata, perdão, ex-ministra, fez quase tudo nesse período. Daí, quase nada terá sobrado para ele,” assinala Ivan no texto que Bahia em Pauta reproduz.
(VHS)

=========================================

OPINIÃO POLÍTICA

O trem bala e a crueldade

Ivan de Carvalho

Uma das polêmicas em curso na política brasileira refere-se ao comportamento do presidente Lula, que em solenidade ligada ao lançamento do edital de concorrência para construção e operação do trem bala (Trem de Alta Velocidade, TAV), que ligará o Rio de Janeiro a São Paulo. Na ocasião, o presidente elogiou sua ex-ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, atualmente candidata a presidente da República por coligação liderada pelo PT, partido do atual presidente.

Lula atribuiu à ex-auxiliar e candidata a sua sucessão grande parte da responsabilidade pela obra do trem bala, que ainda não começou, evidentemente. Aliás, desde que lançou a candidatura de Dilma Rousseff, o presidente tem dado não raramente a impressão de que no período em que ela esteve na chefia da Casa Civil, ele esteve sempre de férias. É que Lula tem feito constar para o distinto público que sua candidata, perdão, ex-ministra, fez quase tudo nesse período. Daí, quase nada terá sobrado para ele.

Ontem, a ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, candidata do PV a presidente da República – e sobre quem Lula não se sente “quase que na obrigação moral” de dizer o que ela fez em solenidades oficiais, como disse em relação a Dilma no caso do trem bala, o que cria o risco de misturar governo com propaganda da candidata e outro risco igualmente importante, de se ter um presidente que desafia a legislação de seu país. Como ele apoiou o ex-presidente de Honduras, deposto porque desafiava a Constituição hondurenha, as coisas ficam mesmo com péssima aparência, apesar das desculpas que o presidente pediu ontem, admitindo que pode ter cometido “uma falha”. Mas ele já fora multado várias vezes pelo TSE e a quem ocupa o cargo que ele ocupa não é dado o direito de falhar tanto praticamente na mesma coisa. “Nós que somos pessoas públicas devemos ter total observância da lei. O fato de ser mais aceito pela população, de ser carismático, não nos dá direito a extrapolar a legislação”, ensinou ontem Marina Silva.

Mas deixemos esta polêmica e vamos a outra, correlata. A construção do trem bala. Pelo edital publicado ontem no Diário Oficial da União, deve entrar em operação em 2016 e custar R$ 33 bilhões. Ligará o Rio de Janeiro a Campinas, passando por São Paulo, Guarulhos e São José dos Campos. Deverá atingir velocidade superior a 300 quilômetros por hora. Uma maravilha.

Mas… mas o especialista Jurandir Fernandes (vou dispensar a repetição do currículo encontrável na Internet) afirma que a implantação do projeto vai, fatalmente, estourar o orçamento previsto no edital, podendo chegar a R$ 45 bilhões, explicando que esse tipo de obra sempre custa 30 por cento mais do que o previsto. Diz ainda que se trata de obra que, por seu porte, consome sete a oito anos para ficar pronta, daí só chegaria a esse ponto em 2017 ou 2018, depois das Olimpíadas do Rio de Janeiro, quando o governo anuncia que já estará em operação.

Vi na TV, na terça-feira, que mais de 24 por cento dos nordestinos – uma a cada quatro pessoas da região – sobrevivem “abaixo da linha de pobreza”, vale dizer, na miséria. Sobrevivem ou morrem. E muitas dessas pessoas morrem mesmo por isto.
Ora, que importa, se já vamos fazer trem bala, igualzinho ao Japão, a um custo de R$ 45 bilhões, ou, para quem quiser acreditar no cálculo oficial, R$ 33 bilhões. Isso é que é governo com “políticas públicas de prioridade ao social”, para usar linguagem da moda.

jul
15
Posted on 15-07-2010
Filed Under (Multimídia) by vitor on 15-07-2010


=============================
ETERNAMENTE OLGA

BOA NOITE

(VHS )

  • Arquivos

  • julho 2010
    S T Q Q S S D
    « jun   ago »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031