jul
07
Postado em 07-07-2010
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 07-07-2010 18:04

Puyol em dia de Fúria

============================================
A Copa do Mundo terá um campeão inédito na África do Sul. Depois da Holanda, na terça-feira, foi a vez de a Espanha garantir vaga na final ao vencer a Alemanha por 1 a 0, nesta quarta-feira, em Durban. Os espanhóis chegam à decisão pela primeira vez na história, enquanto os alemães, pela segunda Copa consecutiva, terão que se satisfazer com a luta pelo terceiro lugar. A final acontece no domingo, às 15h30 (de Brasília), em Joanesburgo.

Sensação da Copa do Mundo até aqui, a Alemanha foi bem controlada pelos espanhóis nesta quarta-feira, repetindo assim o placar da final da Eurocopa 2008. Sem espaço para investir nos contra-ataques, sua principal arma, a equipe germânica ameaçou pouco o gol de Casillas ao longo de toda a partida. Também sentiu falta do atacante Thomas Müller, que cumpriu suspensão e foi substituído pelo apagado Trochowski.

Se os alemães tiveram dificuldade para explorar sua arma mais perigosa, a Espanha aproveitou bem a qualidade de seu meio-campo e fez sua melhor partida no Mundial até aqui. Os espanhóis acuaram o adversário e criaram ótimas chances desde o comecinho do jogo, mas só conseguiram marcar uma vez. No começo do primeiro tempo, Neuer evitou gol de Villa após bom passe de Pedro. Mais tarde, Puyol apareceu livre na área e cabeceou por cima após cruzamento muito forte de Iniesta.

Bem jogada, a partida teve a primeira falta somente aos 27 minutos de jogo, quando Sergio Ramos atingiu em Podolski. Nessa toada, melhor para a seleção espanhola, que voltou do intervalo ainda mais animada e teve nova chance logo no início. Iniesta cruzou rasteiro da esquerda, a bola passou na boca do gol e ninguém colocou para dentro.

A Alemanha demorou para entrar no jogo, e a melhor do time coincidiu com a saída de Trochowski, substituído por Kroos aos 17 minutos da etapa final. E foi dele a melhor lance alemã. Podolski cruzou da esquerda e Kroos, livre na área, bateu de primeira para a defesa segura de Casillas.

Demorou, mas a Espanha finalmente abriu o placar aos 28 minutos. Fazia por merecer. Xavi cobrou escanteio da esquerda, Puyol subiu sozinho no meio da área e cabeceou com firmeza, sem chance de defesa para Neuer.

O gol forçou a Alemanha a atacar, e quem passou a jogar nos contra-ataques foi a Espanha. Chances não faltaram, mas Villa e Pedro prenderam demais a bola e desperdiçaram ótimas jogadas contra a exposta defesa alemã. Para sorte dos espanhóis, as oportunidades desperdiçadas não fizeram falta. E a Espanha está em sua primeira final de Copa do Mundo. (IG)

Foto: AFPÖzil corre ao lado do meia espanhol Sergio Busquets
Iniciar slideshowFoto anteriorPróxima fotoFoto 1/18

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • julho 2010
    S T Q Q S S D
    « jun   ago »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031