jun
30
Posted on 30-06-2010
Filed Under (Multimídia) by vitor on 30-06-2010


======================================================
Mensagem do jornalista (bom fotógrafo, já se vê) e colaborador do BP, Gilson Nogueira, direto do Rio de Janeiro, horas depois da missa de entrega ao povo do Rio de Janeiro – e à admiração do mundo – da imagem do Cristo Redentor totalmente restaurada: (VHS)

“Caro Vítor, eis o Cristo, anexo, em amarelo e verde, que vejo, agora, da janela! um abraço”.

Que maravilha! E que presente para os leitores do Bahia em Pauta.

Obrigado, Gilson.

DEU NO BLOG DO NOBLAT

Papo rápido com Índio da Costa, o vice de Serra

O nome do senhor não estava entre os cotados para ser candidato à vice na chapa de José Serra. O senhor foi pego de surpresa?

Absolutamente.

A vaga de vice de certa forma foi imposta ao senhor que já trabalhava na reeleição para deputado federal no Rio de Janeiro?

Perguntaram se eu queria. Não foi imposto, mas quem vai negar num momento que o Brasil está vivendo com um governo que sou absolutamente contra a forma como ele atua?

O senhor acredita que tem experiência suficiente para ser o vice-presidente do país?

Tenho 18 anos de política.

É o suficiente?

Não, nunca é o suficiente, mas tenho quatro mandatos. Desde 1990 participo de candidaturas. Tenho 10 anos eleitorais. Quando fui Secretário de Administração no Rio implantei na época um projeto que foi copiado por vários municípios.

Qual?

Estabelecemos uma revisão de processo, redução de prazos, de custos. Enxugamos a máquina, tinha mil pessoas trabalhando na Secretaria e no final apenas 600. Ao invés de fazer mais concursos públicos eu realoquei as pessoas. No Brasil vários municípios copiaram o projeto.

O que o senhor imagina agregar a uma campanha em que o candidato José Serra (PSDB), segundo as últimas pesquisas, está atrás de Dilma Rousseff (PT)?

Primeiro ponto, a campanha ainda não começou, vai começar daqui a pouco e vai ganhar força com a televisão em agosto. Segundo ponto, acredito que com essa experiência que tive com o Ficha Limpa, de uma comunicação virtual que tive com o Brasil inteiro eu possa agora utilizá-la na eleição do Serra. Trazendo a juventude e as pessoas que estão antenadas. Além disso, também vamos trabalhar com o voto da revolta, das pessoas que estão revoltadas com esse modelo político, das pessoas que estão se sentindo dependentes do governo se nenhuma oportunidade de sair disso.

Já tem agenda?

O Serra vai definir.

Leia mais sucessão no Blog do Noblat:

http://oglobo.globo.com/pais/noblat/

jun
30

Cruyff: “Dunga desperdiça talentos”

===============================================

O ex-craque holandês Johan Cruyff atacou duramente o estilo de jogo do Brasil no Mundial da África do Sul, afirmando que “nunca pagaria” para ver jogar a seleção orientada por Dunga. A informação está em uma das manchetes esportivas da edição desta quarta-feira do jornal PÚBLICO, de Portugal.

“É uma vergonha para os torcedores”, sublinhou o internacional jogador holandês, que foi treinador do Barcelona. Cruiff fez estas declarações dois dias antes do encontro das quartas de final entre as seleções de Brasil e Holanda.

Cruyff explicou que o Brasil “tem jogadores com muito talento, mas que jogam de uma forma muito defensiva e pouco interessante”, concluindo: “É uma vergonha para os torcedores e para o torneio, porque é uma das seleções que toda a gente quer ver”.

O Brasil venceu o Grupo G da fase preliminar, relegando a seleção de Portugal para a segunda posição, tendo afastado o Chile, por 3-0.

jun
30

Policiais no local do assassinato/ Correio

=======================================
Os corpos do diretor-tesoureiro do Sindicato dos Rodoviários, Paulo Roberto Colombiano dos Santos, 53 anos, e da mulher dele, a secretária do Partido Comunista do Brasil (PC do B) em Salvador, Catarina da Ascensão Galindo, 53,  foram liberados na manhã desta quarta-feira (30), do Instituto Médico Legal (IML).  O casal, que estava junto há 20 anos,  foi assassinado ontem (29) e será enterrado às 16h de hoje, no cemitério Jardim da Saudade. O governador Jaques Wagner foi de helicóptero ao cemitério para o velório do sindicalista e de sua esposa.

Segundo noticia o jornal Correio da Bahia, o casal estava no carro da família retornando para casa, quando foi surpreendido por dois homens em uma moto na rua Teixeira Barros, em Brotas. Os bandidos encostaram no veículo e efetuaram os disparos. Segundo o ex-diretor do sindicato,  José Carlos Rodrigues, Paulo estava sendo ameaçado por pessoas da Chapa 4, rival nas eleições.

Os computadores dos dirigentes do sindicato foram apreendidos por policiais da 6ª Delegacia (Brotas) para a investigação. De acordo com informações da perícia, Paulo foi morto com sete tiros de pistola 40, enquanto a esposa foi assassinada com apenas um tiro na cabeça.

(Informações do Correio da Bahia)

jun
30

Indio, o vice: juventude influiu

==============================================

============================================================

O DEM e PSDB acabam de decidir nesta quarta-feira, 30, o nome do deputado Índio da Costa (DEM-RJ) como vice do tucano José Serra na disputa presidencial.

Entre os pontos que levaram a escolha do deputado está o fato de ele ter sido o relator do projeto do Ficha Limpa. Também foi levado em conta o fato de ser do Rio de Janeiro, terceiro maior colégio eleitoral do país, e ser jovem.
(Informações do UOL)

jun
30

Larry King: no livro dos recordes

====================================

O veterano e destacado jornalista norte-americano Larry King anunciou na noite de ontem (29) que, depois de 25 anos de entrevistas diárias, vai deixar o programa “Larry King Live” no outono.

Em breve comunicado, o apresentador explicou que falou com os dirigentes da CNN para anunciar que gostaria de deixar o programa no outono de forma a poder dar mais atenção à família, o que a cadeia de televisão aceitou.

Apesar de deixar o programa, Larry King continuará a colaborar com a CNN e disse que pontualmente apresentará um programa especial do “Larry King Live” sobre assuntos nacionais e internacionais.

“Antes de começar o programa desta noite, quero partilhar com vocês algumas coisas pessoais”, começa por dizer Larry King no comunicado.

“Há 25 anos sentei-me nesta mesa com o governador de Nova Iorque Mário Cuomo para o primeiro programa ‘Larry King Live'”, recordou o jornalista que ao longo da sua carreira entrevistou as personagens mais importantes do mundo da política e do espetáculo, quer nacionais quer internacionais.

Larry King salientou também que a CNN  “aceitou generosamente” o fim do programa que lhe proporcionará mais tempo para a família e disse-se “extremamente orgulhoso” por ter entrado para o Guinness,  por ter sido o apresentador que mais tempo esteve num programa diário e do gênero.

(Informações do portal TSF, de Portugal)

jun
30
Posted on 30-06-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 30-06-2010

O governo português vetou,  nesta quarta-feira, a venda da Vivo brasileira à Telefônica espanhola, contrariando o sentido de voto da maioria do capital presente na assembleia-geral de hoje.  A informação é do portal TSF, de Lisboa em uma de suas manchetes principais.

O representante da posição estatal na Portugal Telecom (PT), anunciou na assembleia-geral que votaria contra a venda da Vivo à Telefônica utilizando a “golden share”.

Esta decisão fez com que o presidente da mesa da assembleia-geral da PT desse como terminados os trabalhos, após ter aceito o voto do Estado que inviabiliza, para já, o negócio.

Esta foi a primeira vez que o Estado usou as 500 ações de classe A, que lhe permitem vetar decisões estratégicas para a empresa, depois de a maioria dos acionistas ter aceito a proposta espanhola.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da PT, Jorge Félix, 700 milhões em  ações votaram a favor do negócio,  500 milhões abstiveram-se, enquanto 200 milhões votaram contra.

Em termos percentuais a venda da posição da PT na Vivo teria sido aprovada por 74 por cento do capital representado nesta assembleia-geral, contudo, o Estado decidiu que a operadora móvel brasileira  deveria se manter em mãos portuguesas.

A opção do Estado não tem a aprovação do presidente do Conselho de Administração da PT, dado que Henrique Granadeiro sempre defendeu que, juridicamente, nunca deveria existir o recurso à “golden share”.

No dia 8 de Julho, o Tribunal Europeu vai decidir sobre uma queixa da Comissão Europeia contra o Estado português por causa da “golden share” na PT.

jun
30
Posted on 30-06-2010
Filed Under (Artigos, Ivan) by vitor on 30-06-2010

Serra (PSDB) e Maia(DEM): desencontros

==========================================
OPINIÃO POLÍTICA

O labirinto democrata

Ivan de Carvalho

Até o começo da noite de ontem não havia uma solução para a crise aberta na aliança que sustenta a candidatura presidencial do tucano José Serra porque outro tucano, o senador Álvaro Dias, foi escolhido pelo PSDB para candidato a vice-presidente, função que caberia a um democrata. O DEM ficou tão irritado que para sua convenção, a realizar-se hoje, em Brasília, não encomendou banners com fotos de Serra.
Por causa do rompimento do acerto, que era público e notório, o DEM, ontem à noite, oscilava entre aceitar compensações do tipo “prêmios de consolação” e romper a aliança, declarando “neutralidade”, o que seria, evidentemente, rematada tolice para o DEM e, de quebra, beneficiaria a candidata do PT, Dilma Rousseff, com a redivisão do tempo de propaganda eleitoral gratuita na televisão e rádio e com o forte impacto psicológico negativo para a candidatura Serra.
Há também, entre os democratas, uma tendência, ainda não mensurada, que defende a tese de lançamento de candidatura própria à presidência da República, a esta altura uma óbvia aventura. Mas quem não tem cão cassa com gato. Ou para quem está perdido, todo mato é caminho. O PSDB fez tudo errado: um tratamento carinhoso levaria o DEM a concordar com a escolha de um vice tucano. A imposição brutal intentada humilhou o partido e deflagrou uma crise tão intensa que só a extrema dificuldade de encontrar uma alternativa viável pode levar os democratas a entrarem em acordo com o PSDB, mesmo mantido o tucano Álvaro Dias para vice.
O Democratas cometeu um erro básico e histórico. O partido, quando ainda atendia pela sigla de PFL, apoiou as duas eleições e os dois governos de Fernando Henrique Cardoso. E foi prestigiado. Até aí, tudo bem. Mas, a partir da morte do deputado Luís Eduardo Magalhães, que chegou a ser informalmente anunciado como seu candidato a presidente nas eleições de 2002, acostumou-se o PFL, depois DEM, ao papel de principal coadjuvante do PSDB. Por isto foi apanhado agora com as calças nas mãos.
Ao perder Luís Eduardo, o PFL-DEM descartou seu projeto próprio de poder presidencial e ficou como uma espécie de anexo do PSDB, ainda que sabendo que, não todos, mas expressivos setores deste partido têm preconceito contra o Democratas e até se acham idealmente mais próximos do PMDB. Ou até do PT, como deixou claro (sem referência ao DEM, ressalve-se) o ex-governador tucano de Minas Gerais, Aécio Neves, em entrevista no domingo à jornalista Marília Gabriela. Vê, no futuro, PT e PSDB juntos, embora diga agora que “tem medo do PT sem Lula”, isto é, com Dilma Rousseff na presidência.
Esse medo de Aécio pode até ser fundamentado, mas o que dá medo mesmo é a profecia dele de uma aliança PT-PSDB no futuro. Com o Democratas sem um projeto para alternância de poder, essencial na democracia, e um monte de partidos que só olham “participações”, nunca o comando, o que é mesmo que estaria no outro prato da balança? Nada. Até dá para desconfiar que melhor fará o DEM agora se lançar, ainda que tresloucada, uma candidatura própria a presidente. Partida para um projeto de poder, como fez o PT, e, quem sabe, se houver muito desprendimento, Deus ajuda e faz um milagre…

  • Arquivos

  • junho 2010
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930