jun
29


==================================================
Sucesso de João Bosco e Aldir Blanc, na voz de Elis, Gol Anulado, para ecoar na madruga.

BOA NOITE!!!…

(Gilson Nogueira)

jun
29


Avanço na Vivo brasileira
=============================
A operadora espanhola Telefônica anunciou nesta terça-feira que aumenta a oferta pela compra da brasileira Vivo para 7,15 bi de euros, em vésperas de assembléia-geral da PT. Amanhã (30) os acionistas da telefônica Portugal Telecom decidem sobre a venda da operadora brasileira participada pela PT. A informação foi divulgada esta noite no portal TSF, de Lisboa.

Os espanhóis da Telefônica decidiram aumentar em 650 milhões de euros a oferta que tinham feito a 1º de Junho pelo negócio.  A primeira oferta tinha sido de 5,7 bi, a segunda era de 6,5 bi.

Segundo comunicado da Portugal Telecom emitido esta noite “o novo preço é de 7,15 bilhões de euros e é válido até 2 de Julho de 2010”. As condições da proposta recebida a 1º de Junho de 2010 mantêm-se inalterados, de acordo com o mesmo comunicado da empresa, que já comunicou o fato à Comissão de Mercado de Valores Imobiliários.

Este é assim o valor que a PT pode encaixar caso decida vender amanhã os 50 % da participação na Brasilcel, a “holding” que partilha com a Telefónica.

jun
29
Posted on 29-06-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 29-06-2010

Pesquisa Vox Populi sobre a eleição presidencial indica que Dilma Rousseff (PT) tem 40% das intenções de voto. José Serra (PSDB) tem 35%. Marina Silva (PV), 8%. A sondagem foi feita de 24 a 26.jun.2010 e tem margem de erro de 1,8 ponto percentual. O Blog de Fernando Rodrigues(da UOL-Folha) vai publicar mais resultados obtidos pelo Vox Populi assim que eles estiverem disponíveis.

Pela 1ª vez, Dilma passa a frente de Serra em pesquisa Vox Populi. A última sondagem do instituto (feita de 8 a 13.mai.2010) indicou empate técnico entre os candidatos, por conta da margem de erro – que era de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Em maio, no cenário em que apenas os Dilma, Serra e Marina foram apresentados aos entrevistados , a petista teve 37% (podendo variar de 34,8% a 39,2%, por conta da margem de erro). O tucano teve 34% (variando de 31,8% a 36,2%).

Na semana passada (em 23.jun.2010), o Ibope também divulgou sua 1ª pesquisa em que Dilma ficou à frente de Serra. Por coincidência, o resultado foi 40% contra 35%.

O UOL disponibiliza todas as pesquisas de intenção de voto para o 1° turno e para o 2° turno da eleição presidencial.

jun
29


=============================
Salve Luis Alberto del Paraná!!!

Viva el Paraguai!!!

Adeus, Japão, foi bom enquanto durou.

(VHS)

jun
29
Posted on 29-06-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 29-06-2010

Paraguaios correm para o abraço

======================================
Numa partida de baixo nível técnico, a pior nesta fase do torneio, o Paraguai superou o Japão nos pênaltis, por 5 a 3, depois de 120 minutos sem conseguir fazer um gol sequer e, pela primeira vez, chega às quartas de final de uma Copa do Mundo.

Retranca de novo: O Japão veio armado num 4-5-1, com Honda isolado na frente, esperando marcar num contra-ataque ou num erro do Paraguai.
Só o ataque: Mais determinado, mas sem imaginação, o Paraguai contava com a inspiração de Barrios e Roque Santa Cruz.
Fogo amigo: As duas seleções tiveram choques entre seus próprios atletas, que paralisaram a partida por alguns minutos para eles serem atendidos.
Com a vitória paraguaia, pela primeira vez quatro seleções sul-americanas estão juntas entre as oito finalistas. O resultado estabelece ainda uma possibilidade inédita – a de que quatro seleções sul-americanas cheguem às semifinais.

Para que esta “Copa América” em solo sul-africano possa se realizar, é preciso que o Brasil vença a Holanda, o Uruguai supere Gana, a Argentina passe pela Alemanha e o Paraguai ganhe do vencedor da partida entre Espanha e Portugal.

(Deu no UOL)

Mais notícias e detalhes:

http://copadomundo.uol.com.br/2010/ultimas-noticias/

jun
29

Serra: no meio do bafafá DEM x PSDB

====================================================================

O bafafá entre democratas e tucanos pela escolha do vice da chapa de José Serra, do PSDB, a presidente da República , dá linha e tear para o jornalista político tecer o seu artigo de hoje na Tribuna da Bahia, que BP reproduz. Segundo o colunista, o DEM não está unido sobre o que fazer. Até à tarde de ontem havia apenas concordado em não repetir as críticas públicas à escolha feita pelo PSDB sem sua aprovação.Confira a íntegra.
(VHS)
====================================================================

OPINIÃO POLÍTICA
Tucanos fazem tudo errado

Ivan de Carvalho

Quando o PSDB e o DEM pactuaram o que era natural, tendo em vista a conjuntura partidária criada pelas eleições de 86 (e alguns fatos subsequentes e anexos, a exemplo de adesões ao governismo), fazer coligação para as eleições presidenciais, ficou combinado que o candidato a presidente seria um tucano e seu companheiro de chapa, um democrata. Isso também seria o natural.

A certa altura do caminho, fixada a candidatura do tucano e então governador paulista José Serra a presidente, surgiu forte a tese de que a melhor maneira de unir os dois maiores colégios eleitorais do país seria colocar como vice na chapa de Serra o então governador mineiro e também tucano Aécio Neves, que andara tentando, sem êxito, firmar sua candidatura a presidente. Fazia todo sentido.
Mas Aécio não quis. Apresentou contra-argumentos, tipo desconversa de mineiro, mas não é isso que agora interessa.

Interessa é que o Democratas, compreensivo, para reforçar o apelo a Aécio, comunicou ao PSDB que, em favor de Aécio, abriria mão da vice. Estaria tudo bem para o DEM uma chapa Serra-Aécio. Tendo Aécio recusado a honraria da candidatura a vice, o PSDB passou a falar em chapa “puro sangue” sem Aécio mesmo. O DEM avisou que não: só abria mão da vice em favor de Aécio e de mais ninguém. Desconfiado, marcou sua convenção nacional para amanhã, finalzinho do prazo.

Pois aí o PSDB foi empurrando a questão com a barriga e então disparou uma surpresa de última hora: o vice de Serra seria o senador tucano Álvaro Dias, do Paraná. Dois objetivos: resolver uma situação no Paraná, deixando Dilma Rousseff sem palanque nesse Estado e evitar um vice de um partido que foi atingido (ainda que só em sua seção de Brasília) pelo escândalo envolvendo o governo de José Roberto Arruda. O ex-senador democrata Jorge Bornhausen foi sondado na véspera do anúncio sobre a possibilidade de Álvaro Dias ser o vice e desaconselhou, advertindo para “problemas” que surgiriam. No dia seguinte, o DEM soube que o vice era Dias pelo twitter do presidente do PTB, Roberto Jefferson.

O DEM subiu nos cascos. Os deputados Rodrigo Maia, presidente e Paulo Bornhausen, líder na Câmara, disseram que de jeito nenhum o DEM aceitaria. Mas como reagir? A primeira idéia, externada por Rodrigo Maia, foi a de lançar um vice na convenção e o PSDB que desse o passo seguinte. Outras alternativas: o DEM recua e aceita Álvaro Dias; o DEM rompe e lança candidato a presidente (quem, se não preparou ninguém? Aliás, isto mereceria uma análise à parte).

Mas o DEM não está unido sobre o que fazer. Até à tarde de ontem havia apenas concordado em não repetir as críticas públicas à escolha feita pelo PSDB sem sua aprovação. Havia uma reunião do DEM marcada para a noite, mas só se realizaria se já houvesse um acordo. O líder no Senado, José Agripino e o ex-senador Bornhausen são a favor do “diálogo”, uma solução negociada. Mas qual? A rendição, talvez, em nome do objetivo maior, do esforço de vitória eleitoral. Para completar: o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra, dis se ontem, à rádio CBN, temer que a reação do DEM comprometa a vitória de José Serra na eleição presidencial. É. É mesmo… Mas espera aí. A reação do DEM ou a ação dominadora do PSDB, na convicção de que o DEM não terá alternativa real para se contrapor a ela?

jun
29

Direto de São Paulo o jornalista Claudio Leal (Terra Magazine), nascido e criado no baianissimo bairro de Itapagipe, na Cidade baixa, mande e-mail para lembrar ao editor do Bahia em Pauta um grave lapso de ontem:
=========================================================================
Vitor,

Se ainda der tempo, uma dica musical pro Bahia em Pauta:

Raul Seixas nasceu há 65 anos, em 28 de junho, na velha Bahia.

abraços raulzíticos,
Claudio
============================================
Dá tempo, sim, para saudar este baiano eternamente genial.

Claudio: Desculpe pelo atraso em abrir a caixa de e-mail e obrigado pela lembrança e garimpagem do emblemático rock que Raulzito canta com “Marcelhesa”.

Memória eterna para Raul!!!

(Vitor Hugo Soares)

jun
29

Garotos do samba em grande estilo na Copa/IG

====================================

“Brasil não dá espaço para ilusão.” No intervalo da partida, quando o Brasil já vencia por 2 a 0, o site do maior jornal chileno, o La Tercera, estampou uma manchete desanimada em seu site. Terminado o jogo, os chilenos mantiveram o tom emotivo: “Chile cai diante do Brasil e se despede do Mundial em lágrimas.”

“Brasil convence e a Holanda o espera”. Na Espanha, de acordo com o diário Marca, a seleção brasileira “atropelou” o Chile e teve sua atuação mais convincente na Copa do Mundo. Ainda no país ibérico, o outro jornal esportivo de Madri, o As, tratou com respeito excessivo os 3 a 0 do time comandado pelo técnico Dunga sobre a equipe de Marcelo Bielsa. “O Brasil dá medo”, foi a manchete do As logo após o Brasil garantir sua passagem para as quartas de final da Copa do Mundo.

O bem humorado Olé, da Argentina, aproveitou os três gols brasileiros para fazer um trocadilho com o apelido do técnico do Chile, o argentino Marcelo Bielsa, que é conhecido por “El Loco”. “Louco por gols”, assim os argentinos definiram a seleção do Brasil nos 3 a 0 sobre os chilenos. Ressaltaram ainda que o Brasil bateu o Chile sem passar por nenhum susto no decorrer da partida.

Na terra da já eliminada Azzurra, o site da Gazzetta Dello Sport destacou os três gols, a força e a potência mostrados pelo Brasil na “lição” dada no Chile: “Brasil, que lição no Chile,” foi a manchete escolhida pelos italianos.

“Brasil implacável ignora o Chile.” Na Inglaterra, a BBC destacou o bom futebol mostrado pelos brasileiros, mas entendeu que o Chile teve um desempenho decepcionante no jogo válido pelas oitavas de final. Por fim, os ingleses afirmaram que o próximo duelo do Brasil, contra a Holanda, nas quartas, é de “dar água na boca.”
(DEU NO IG))

  • Arquivos

  • junho 2010
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930