jun
24
Postado em 24-06-2010
Arquivado em (Artigos, Eventuais) por vitor em 24-06-2010 22:42


Dunga: feliz no treino e de bem com a torcida (crédito: Reinaldo Marques/Terra)
=====================================
O repórter Bob Fernandes, editor chefe da revista digital Terra Magazine, segue servindo aos seus leitores uma deliciosa e diferenciada cobertura jornalística em termos de qualidade de texto, conteúdo e visão dos bastidores da Copa do Mundo 2010 da África do Sul. Confira.

(Vitor Hugo Soares )
========================

Bob Fernandes
Direto de Durban

No Centro de Mídia do Moses Mabidha, outro belíssimo estádio, este em Durban onde o Brasil joga nesta sexta contra Portugal. A Itália está fora da Copa. Pela primeira vez na história o campeão e o vice da Copa anterior caem na primeira fase.

Luca Calamai, da Gazzetta Dello Sport, diz que a expectativa dos isentos, imparciais e objetivos era baixa, tanto que já se sabe o nome do futuro técnico da Itália. Será Cesare Prandelli, da Fiorentina.

Aqui em Durban treino da Seleção à tarde, mas as atenções estão voltadas para o Moses, onde daqui a pouco Dunga dará a entrevista coletiva obrigatória da véspera das partidas.

Diante dos vários embates da semana, expectativa por parte da mídia –a do Brasil e do mundo afora- de mais um round entre Dunga e a bancada da imprensa.

Assim, me apronto para narrar o tão aguardado combate.
No Moses, 26 graus ao ar livre, 29 graus na sala completamente tomada.

De um lado, Dunga, também conhecido como Schwarzenneger. De outro, a bancada da mídia, da imprensa isenta, imparcial e objetiva.

(Alguns pedem, encarecidamente, que republique um cartum de Cau Gomez feito para Copa América 2007, aquele de um jornalista “isento, imparcial e objetivo”. Para dirimir dúvidas quanto à tão complexa expressão, atendo. Aí ao lado está o desenho).

Dunga veste calça e agasalho nas cores verde e amarelo. Em seu cartel, 18 partidas e 1.670 minutos em campo em 3 Copas do Mundo. Cartões, apenas dois amarelos.

Dunga, com 12 vitórias, 3 empates e 3 derrotas é o segundo da equipe amarela com mais minutos em Copas, atrás apenas de Taffarel, agora seu Observador e co-treinador de goleiros.

Títulos de Dunga: Tetracampeão e capitão do Brasil em 94 –com excelente desempenho– e vice-campeão em 98. Estigmatizado em 90, injustamente, depois da eliminação pela Argentina.

Do outro lado do ringue… digo, da Sala de Imprensa, as 322 cadeiras de plástico disponíveis estão ocupadas, vinte e duas câmeras transmitem o evento.

O Assessor de Imprensa da FIFA dá inicio à contenda. Não dá nem pro aquecimento a questão sobre o jogo contra Portugal. É grande o silêncio no recinto. Não são muitos os colegas das emissoras do sistema Globo.

Itália e França fora da Copa é uma pergunta, as enchentes no Brasil é outra. Aquecimento. Dunga, sereno e equlibrado, lembra da brincadeira “futebol é uma caixinha de surpresas” e constata:
-Não há mais surpresas no futebol.

Dunga se movimenta, à esquerda do tablado Rodrigo Paiva, diretor de Comunicação da CBF, acompanha a pugna, atento. Dunga começa a entrar no clima, fala ao povo brasileiro, às populações castigadas pelas enchentes em Alagoas e Pernambuco:
-Nossa solidariedade ao povo de Alagoas e Pernambuco, nós e os jogadores conversamos muito sobre isso hoje na concentração…

Se movimenta e embute o primeiro golpe, de leve, sem citações, mas um golpe. Sereno, lembra o clima depois da derrota para a Bolívia, 2 a 0 em 1994, quando a bancada isenta, então mui justamente, caiu matando:
-…sempre que a Seleção não tá navegando em boas águas vamos buscar o calor do povo de Pernambuco…

E, de novo, fala diretamente para os que o apoiam na contenda:
-Estamos torcendo e rezando, desejando coisas melhores para as pessoas, nosso carinho e solidariedade…

Kaká não conseguiu autocontrole contra a Costa do Marfim? Indagação dirigida a Dunga. Com ressalva; ressalvas se repetirão ao longo do embate:
-…se você não quiser responder… se você não se sentir à vontade… se você não puder… se…

Não é possível detectar, decifrar a expressão de Dunga. Coisa para especialista em Cinesiologia: ele está sereno, contido, ou algo melancólico, com aquele torpor vivenciado após as grandes batalhas?

Quem foi ao treino de pouco antes viu um Dunga feliz, relaxado, brincando e gargalhando.

Dunga responde:

-Cada um tem seu ponto de vista, respeito o seu mas não concordo… Kaká estava muito equilibrado, ele sofreu faltas e o jogador é que foi contra ele, como temos visto na tevê…

Dunga ocupa o espaço:
-No meu entender, Kaká não estava nervoso, Elano e Michel Bastos sofreram faltas e não revidaram e o Brasil tocou 15 vezes na bola sem que o adversário conseguisse tocar no primeiro gol, e depois tocou 25 vezes no campo adversário sem interrupção…

Pergunta feita, Dunga sorri com o canto da boca e desfere um direto:
-…independente de quem entrar pra jogar, tem que jogar pra ganhar…

Pausa. Dunga completa o golpe, e sorri:
– Se não a metralhadora vai disparar…

Pergunta de um italiano: na Itália estão baixando a lenha no eliminado treinador Marcello Lippi.

No fígado, mas sempre no mesmo tom, sereno:
-Se só um treinador é criticado… mas, quando são todos, tem que se pensar sobre isso…

Cosme Rimolli, do R7, manda:
-Todo mundo falou sobre o que aconteceu na coletiva de domingo, menos você. Se você puder, quiser falar sobre isso…

-Vou falar apenas uma vez… – inicia Dunga.

Silêncio na sala.
-Quero pedir desculpa ao torcedor brasileiro pela forma como me comportei. O torcedor quer torcer, não tem nada a ver com problemas pessoais meus… como brasileiro e como torcedor, eu só quero trabalhar…

Silêncio, Dunga avança:
-O torcedor não tem que ouvir desabafo meu, eu só quero fazer um bom trabalho, que me deixem trabalhar…

Um argentino indaga se a Espanha, se passar, não acrescentaria ainda mais pressão sobre Brasil e Argentina. Dunga ataca:
-Brasil e Argentina não precisam de mais pressão, basta a que eles já têm….

Questão delicadíssima. Assunto que requer uma mulher, e jeitosa, Marluci Martins, de “O Dia”, manda. Pergunta como está a cabeça do treinador, o seu “drama pessoal” com o pai doente, se isso o motiva mais…

Edelceu Verri, o pai de Dunga, ex-jogador de futebol como ele, tem Alzheimer.

Silêncio absoluto no recinto. Dunga parece emocionado, mas segue Dunga, no ataque. Não contra Marluci, a quem se dirige respeitosamente, sereno, mas no ataque:

-…o problema do meu pai, não é a primeira vez que ele está nesta situação desde que assumi a Seleção Brasileira. Faz tempo que o meu pai está sofrendo… Pra mim é só mais uma oportunidade de poder mostrar para o meu pai tudo o que ele me ensinou…

Silêncio. Toda a cena, o embate no domingo e nas horas que se seguiram, paira na sala. Quem conhece Dunga antevê o que virá. E vem. De forma equilibrada, mas vem:
– …meu pai me ensinou que homem para ser homem tem que ter virtude, posição, dignidade, coerência, tem que ter transparência… E saber pedir desculpas quando erra…

Dunga prossegue:

-Outra coisa é minha mãe, que é quem mais sofre com meu pai e talvez tenha me dado o maior exemplo. O que tão fazendo com filho dela não é pra se fazer com um ser humano… Ela me ensinou a não largar nunca nada, levar até o final.

Dunga avança, de volta ao passado:

-Fizeram chacota de mim quando falei que ela é professora de história e a história já demonstrou que temos que ter amor ao país. E temos que ser patriotas. Por mais que não gostem quando se fala, temos que ser patriotas…

Fim. O Assessor da FIFA dá por encerrada a contenda. Nesta quinta, quase uma Batalha de Itararé, aquela que não aconteceu depois de anunciadíssima.

Nessa sexta, ao final do jogo contra Portugal, novo round. Que depende, sempre depende, do resultado. Da vitória como diz o próprio Dunga:
-Se não a metralhadora vai disparar…

=========================================

Be Sociable, Share!

Comentários

danilo on 25 junho, 2010 at 17:34 #

parabéns Dunga por peitar a Globo golpista. vc calou a boca destes críticos imbecis. sua seleção está apresentando um excelente padrão de jogo, este time rompedor, o típico futebol moleque canarinho. até agora a seleção brasileira esteve impecável. vc Dunga é o orgulho deste novo Brasil q desponta para o mundo com sua pujança. somos a nação mais importante do planeta.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • junho 2010
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930