jun
08
Posted on 08-06-2010
Filed Under (Artigos, Janio) by vitor on 08-06-2010

CRÔNICA/DESTINOS

TRÊS HOMENS EM CONFLITO
Janio Ferreira Soares

Os leitores mais grisalhos devem se lembrar deste faroeste de 1966 onde Clint Eastwood, Lee Van Cleef e Eli Wallach interpretam três pistoleiros, cujo título original (Il Buonno, Il brutto, Il Cattivo) ganhou diversas traduções por aí, sendo o Bom, o Mau e o Feio a mais famosa delas.
Lembrei deste filme por dois motivos. Primeiro, porque Clint Eastwood completou 80 anos na semana passada (31/05), mantendo uma produção cinematográfica e uma postura raríssimas de se ver no meio artístico. Segundo, porque esse título me remete a outros três homens que atualmente estão na berlinda, prontos para ir ao céu ou ao inferno num piscar de olhos. Aécio, Dunga e Serra são os seus nomes e se você os associou a sequência da tradução do título original a idéia era essa mesmo, embora ela possa mudar dependendo do que acontecer nos próximos dias.
Comecemos por Dunga, que saiu daqui bastante criticado por não ter convocado determinados jogadores, mas que se conseguir levar o Brasil ao título passará de bruto e teimoso para uma espécie de “predestinado que conseguiu imprimir na seleção a mesma garra do capitão que ergueu a taça em 1994 – embora sem mostrar o talento do futebol brasileiro”. (É que a nossa imprensa às vezes cede, pero perder o mote, jamais!).
Já Aécio Neves, o mineiro boa pinta com ar de moço bom, continua sendo o sonho de consumo das moçoilas casadoiras e dos tucanos em geral, que ainda sonham em tê-lo como vice. Só que o mocinho das alterosas, pão de queijo entre os dentes e furinho no queixo a La Robert Mitchum, continua resistindo. Se Serra conseguir se eleger sozinho, tudo bem. Caso contrário, ele levará para a eternidade a pecha de não ter ficado ao lado do “feio” na hora em que ele mais precisou. Quando não para elegê-lo, pelo menos para fazer a diferença diante das fotos de Dilma, Temer e Serra na tela de uma assustada urna eletrônica.
Mas agora é hora de torcer pelo Brasil, apesar de Dunga e Jorginho. É que eu nunca vi uma dupla personificar tão bem a expressão “chatos de galochas”. Galochas Nike, logicamente!

Janio Ferreira Soares, cronista, é secretário de Cultura e Turismo de Paulo Afonso, no Vale do São Francisco

jun
08

DEU NA TRIBUNA DA BAHIA:O programa Pelourinho Cultural segue aproximando o público soteropolitano dos expoentes da música nacional. Dessa vez, a atração será a cantora, compositora e instrumentista Ana Costa, que pela primeira vez se apresenta em Salvador, na sexta-feira (11), às 21h, no Largo Pedro Archanjo (Pelourinho), com entrada franca. )

“Trazer Ana Costa é dar continuidade à proposta de abertura de espaço para artistas que estão despontando na cena musical brasileira. Já passaram por aqui artistas como Céu, Mariana Aydar, Mombojó, entre tantos outros nomes nacionais, além dos internacionais, como o DJ Afrika Bambaataa, que se apresentou em abril”, disse a diretora do Pelourinho Cultural, Ivanna Souto.

Ana Costa começou sua trajetória musical em 1990, e no samba em 1994, quando participou do grupo Couer Sambá, formado pelos filhos de Martinho da Vila. Em 1996, Ana ingressou no grupo de samba Roda de Saia (mais tarde denominado O Roda), do qual fez parte por 11 anos.

Em 2006, ela lançou seu primeiro CD solo, Meu Carnaval, rendendo bons frutos à artista, eleita Revelação na quinta edição do Prêmio Rival Petrobras de Música. Ana foi considerada “um dos talentos de 2006” por Antônio Carlos Miguel (jornal O Globo). Em 2007, foi indicada como melhor cantora de samba e melhor cantora no voto popular na quinta edição do Prêmio TIM de Música.

Nesse mesmo ano, esteve ao lado de Arnaldo Antunes interpretando a canção Viva Essa Energia, na abertura dos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro, e atualmente emplaca o sucesso Almas Gêmeas na novela Tempos Modernos, da Rede Globo, composta em parceria com Luiz Tatit.

============================
Aqui ela canta maravilhosamente “Coisas Simples”, com Martinho da Vila. Só como aperitivo , antes do Pelourinho.

BOA NOITE!!!

(Postado por Vitor Hugo Soares

jun
08
Posted on 08-06-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 08-06-2010

DEU NO ESTADÃO ON LINE

Malu Delgado

A pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, e o deputado Antonio Palocci negaram nesta terça-feira, 8 de junho, que o ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel se afastará do comando da campanha petista. Ao deixar o pátio da Embraer, onde concedia entrevista, Dilma foi questionada pelo Estado se Pimentel estava fora da campanha. Quando já deixava o local da entrevista, virou-se para dizer: “Não, isso é uma invenção. Factóide é isso”. Palocci, que compõe o núcleo de coordenação, emendou em seguida: “O Fernando continua na campanha conosco”.
Dilma também comentou sobre o episódio do dossiê ao ser indagada sobre a declaração do pré-candidato tucano, José Serra, de que caberia a ela dar explicações sobre o caso. “Vou reiterar. Reitero o que já disse. Tais documentos, se eles existirem, porque eu não tenho conhecimento deles e porque eu não os vi, não foram elaborados pela nossa campanha. Vamos deixar isso claro. E qualquer outra ilação é uma falsidade. Era bom que aparecessem esses documentos aos quais todo mundo se refere e ninguém demonstra a existência deles”, afirmou a pré-candidata.

jun
08
Posted on 08-06-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 08-06-2010

Serra comemora na saída do elevador/Werther Santana/AG

==========================================
DEU NO RADAR DO ESTADÃO ON LINE

Por Roberto Almeida

O presidenciável tucano José Serra comemorou uma vitória na tarde desta terça-feira, 8. Foi ter conseguido escapar de um elevador titubeante no Centro de Convenções Rebouças, anexo ao Hospital das Clínicas, em São Paulo. A porta não abria. Serra, o pré-candidato tucano ao Palácio dos Bandeirantes Geraldo Alckmin e assessores ficaram presos não mais que cinco minutos. Elevador sobe, desce e nada.
Só no andar de baixo, onde seria recebido por um grupo de especialistas em doença mental, para contrapor o plano do governo federal na luta contra o crack, é que a porta se abriu. Serra, que diz não ser claustrofóbico, apesar de dar todos os sinais para tal, levantou os braços em celebração. .

A Espanha enfrenta nesta terça-feira a primeira greve geral de servidores públicos do Governo socialista de José Luis Rodríguez Zapatero, convocada pelos sindicatos em protesto contra as medidas de austeridade, que incluem cortes nos salários dos funcionários do Estado.

Nas primeiras horas de greve não  há notícias de incidentes, e vida segue “com normalidade”, segundo as autoridades policiais em todo o país.

Um primeiro protesto, com algumas centenas de trabalhadores, acontecia hoje de manhã às portas do Ministério do Trabalho em Madrid, um dos pontos que centralizará hoje parte dos protestos sindicais.

Em Barcelona, um dos pontos de concentração será a porta do hospital Vall d’Hebron, onde logo pela manhã começaram a sde concentrar os trabalhadores, que mais tarde percorrerão o centro da cidade.

Além da greve, vários protestos estão programados durante todo o dia nas principais cidades espanholas, com destaque para Madrid, onde a Porta do Sol, no centro da cidade, acolherá o que se antevê seja o protesto de maior dimensão.

Será nesse protesto que participam os líderes sindicais Cándido Méndez (UGT) e Ignacio Fernández Toxo (CCOO).

(informações do site do Diário de Notícias, de Portugal)

jun
08

Wagner:euforia à flor da pele

=======================================
Às vésperas da abertura da Copa do Mundo na Africa do Sul e do desembarque do presidente Lula em Salvador para nova visita na quinta-feira, 10, o governador petista Jaques Wagner, postulante a permanecer por mais uma temporada de quatro anos no Palácio de Ondina, é pura euforia depois do susto há alguns dias com o assassinato do delegado de Camaçari, na estrada das Cascalheiras.

Isso ficou evidente na manhã desta terça-feira, durante o programa radiofônico semanal Conversa com o Governador. Ficou patente tam bém que Wagner tem lá seus motivos para estar feliz.

Pelo menos dois:

O primeiro: A expectativa em torno do crescimento do PIB baiano em torno de 9%, no primeiro trimestre do ano, bem próximo de patamares chineses, destaque do programa radiofônico produzido pela Assessoria de Comunicação Governo do Estado (Agecom).

Jaques Wagner enfatizou que o Brasil vive um momento excepcional e a Bahia conseguiu se colocar “dentro desse contexto, com crescimento até superior do que a média nacional”, avalia, num comparativo ao patamar da China que vem registrando elevados níveis em relação ao resto do mundo.

O segundo motivo de contentamento: a vinda do presidente Lula à Salvador, na quinta-feira (10), para participar, entre outras ações, da entrega da reforma do Palácio Rio Branco.E uma razão política e eleitoral à parte, o impacto que Wagner seguramente espera que a visita presidencial causará em sua pré-campanha.

Sobrou otimismo até em relação ao desempenho da seleção de Dunga na Copa do Mundo. Para a turma de Kaká e Robinho, o governador desejou “todo axé à Seleção Brasileira” para que traga o hexacampeonato.

Vai precisar!

(Vitor Hugo Soares )

jun
08
Posted on 08-06-2010
Filed Under (Artigos, Ivan) by vitor on 08-06-2010

Pimentel (PT-MG):perda de terreno

O jornalista político Ivan de Carvalho, na coluna diária que assina na Tribuna da Bahia, segue nesta terça-feira mergulhado na análise do conflito entre PT e PMDB em Minas Gerais e os reflexos na chamada base aliada de apoio à ex-ministra Dilma Rousseff para a presidência da República. Um round crucial da luta parece ter sido vencido ontem pelos peemedebistas comandados pelo ex-ministro Hélio Costa (candidato a governador). Isso é importante na medida em que define quem manda na campanha de Dilma Rousseff e, por extensão, em um eventual governo seu, assinala Ivan no texto que Bahia em Pauta reproduz.
(VHS)

==========================================

OPINIÃO POLÍTICA

PMDB dobra o PT em Minas

Ivan de Carvalho

Está assegurado o apoio oficial do PMDB à candidata do PT a presidente da República, Dilma Rousseff. A ameaça de um desentendimento entre as cúpulas dos dois partidos, que estava localizada até o domingo no PT de Minas Gerais, foi afastada ontem. O PT mineiro rendeu-se à exigência da direção nacional do PMDB de que os petistas apóiem o peemedebista Hélio Costa, ex-ministro das Comunicações, para governador.

O PT mineiro queria lançar candidato próprio, o ex-prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, que também era um dos principais coordenadores da campanha eleitoral de Dilma Rousseff. O PMDB não admitia isso e exigia que o PT apoiasse seu candidato, sob pena de complicar a aliança nas eleições presidenciais.

Ontem, escrevi que as apostas eram de cem contra zero no sentido de que o PMDB ganharia a queda de braço em Minas, apesar do PT ter promovido uma reunião, da qual participaram também o PR e o PC do B, e formulado uma chapa em que o petista Pimentel entrava para governador, o peemedebista Hélio Costa disputaria novo mandato de senador e o presidente estadual do PR, Clésio Andrade, seria o candidato a vice-governador.

Mas não só eu, como também o PT e a torcida do Flamengo, sabiam que o presidente Lula e a direção nacional do PT imporiam a rendição à seção estadual mineira, em nome dos interesses da campanha de Dilma Rousseff. As determinações de Brasília já haviam sido dadas. A chapa formulada no domingo está sendo considerada mera encenação para passar à militância petista a impressão de que o PT mineiro lutou até o fim pela candidatura própria.

Aliás, esta não é a única caqueirada que o ex-prefeito Pimentel leva nesses dias. Ele está perdendo – se já não perdeu totalmente – a posição forte que tinha na coordenação da campanha de Dilma Rousseff, de quem é pessoa de confiança e antigo amigo de fé dos tempos da luta armada contra o regime autoritário. Na área da campanha sob comando de Pimentel foi que se montou, segundo o noticiário, a trama para montagem de um dossiê contra o candidato tucano José Serra, trama inicialmente negada pelo PT, mas que ganhou evidências que não mais permitem negá-la. O candidato José Serra responsabilizou sua concorrente Dilma Rousseff (que está interpelando Serra judicialmente) e insiste em cobrar dela uma explicação.

A vertente paulista da campanha de Dilma Rousseff – sob influência de Rui Falcão e do ex-ministro Antonio Palocci – providenciou o vazamento de informações sobre a preparação do tal dossiê para detonar a influência de Pimentel e sua gente, em um processo de queimação interna. E deu certo. Pimentel está perdendo espaço na campanha rapidamente e o “fogo amigo” sobre ele tenta expulsá-lo da campanha presidencial e empurrá-lo para cuidar apenas de sua candidatura a senador em Minas.

Isso é importante na medida em que define quem manda na campanha de Dilma Rousseff e, por extensão, em um eventual governo seu. Na briga interna que ocorre no PT, o grupo paulista (no qual se inserem também José Dirceu e Lula) praticamente já levou a melhor e derrotou os que trabalhavam pelo que se poderia chamar de “despaulistização” do PT.

  • Arquivos

  • junho 2010
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930