Sobe com emoção para o espaço principal do Bahia em Pauta a mensagem e o vídeo postados por Regina Soares, colaboradora deste site blog, a propósito da morte do ator Dennis Hopper. Vem de Belmont, na área da Baia de San Francisco, na Califórnia, estado onde Hopper morreu em casa cercado de parentes e amigos.

Ouçamos Regina antes de curtir as cenas e o ritmo memoráveis de Sem Destino:
==========================================
“As décadas de 60/70 foram tempos em que muitos de nós, jovens rebelados contra o “status quo”, pensávamos que realmente podíamos mudar o mundo ou pelo menos a nós mesmos . O filme EASY RIDER é muito representativo desse época já que capturou perfeitamente a angustia em que vivíamos nossos “anos dourados” . Mostrou que a estrada, ou o caminho, é a odisséia do descobrimento pessoal, mais que um simples destino. Também mostrou que seremos sempre prisioneiros da mesma sociedade da qual queremos nos livrar.

Acima de tudo, questionava quão verdadeira a liberdade realmente é, se realmente nos podemos considerar livres e se a liberdade realmente existe.
Fonda, Hopper e o maravilhoso estreante Jack Nicholson, que roubou o show na interpretação do “slighthly nerdy” advogado chamado George Hanson nos mostraram que o caminho da liberdade não é um caminho fácil.
R.I.P. Dennis…You are missed!!
Born To Be Wild!!!!! “.

==========================================

Com a palavra também, neste espaço de liberdade e opinião, a escritora e jornalista Maria Aparecida Torneros, a Cida de A Mulher Necessária, colaboradora e leal amiga deste site blog .
==================================
“Emoção e saudade… A morte de Dennis Hopper refaz, em nossa memória, da geração que tinha 20 anos em 1970, exatamente o clima do seu inesquecível “sem destino”, lembro bem, das sensações que o filme me passou, naquela época… havia o horror da guerra do Vietnam, a fuga das drogas, a tentativa de desestabilizar a corrida desenfreada da industrialização capitalista…era um sonho de toda uma juventude, ele representou isso muito bem, não só nesse filme, mas na própria vida pessoal e por toda sua carreira. Que descanse em paz, e que sua arte nos faça reviver sempre que um dia acreditamos que era possível mudar tudo ou parte de tudo… beijo Cida Torneros
=====================================
SAUDADES DE HOPPER . BOA NOITE A TODOS!!!

(vhs)

  • Arquivos