maio
29
Postado em 29-05-2010
Arquivado em (Artigos, Ivan) por vitor em 29-05-2010 11:21

Lula e Evo: ironias

====================================

No artigo deste sábado, na Tribuna da Bahia, o colunista político Ivan de Carvalho recorda a Declaração Unânime dos 13 Estados Unidos da América , ao analisar o momento complexo vivido pelo País em suas relações atuais no continente. “Aproveito, nesses tempos de tanta insegurança, mal que o povo debita aos Estados – porque estes têm as polícias mais visíveis, enquanto a União (brasileira) e seu governo parece lavar as mãos o tempo todo, numa espécie de malandra síndrome de Pilatos –, para lembrar ainda que a Declaração fala na constituição de governos que pareçam ao povo convenientes para “realizar-lhe a segurança e a felicidade”, assinala o colunista no texto que Bahia em Pauta reproduz.

(VHS)

====================================
OPINIÃO POLÍTICA

ELES NÃO SABEM

Ivan de Carvalho

Há verdades evidentes por si mesmas, diz a Declaração Unânime dos 13 Estados Unidos da América, aquele núcleo que em 4 de julho de 1776 emitiu o documento que ao mesmo tempo era uma Declaração de Independência em relação à Inglaterra e a carta-doutrina da mais importante Revolução política da história conhecida da humanidade. Digo Revolução política porque, caso se busque uma revolução muito mais abrangente, ela será encontrada – tenho certeza – nos Evangelhos.

Mas, voltando ao começo, a Declaração Unânime dos 13 Estados Unidos da América afirma que os homens, criados iguais pelo criador, foram dotados de certos direitos inalienáveis, entre estes a vida, a liberdade e a busca da felicidade.

Aproveito, nesses tempos de tanta insegurança, mal que o povo debita aos Estados – porque estes têm as polícias mais visíveis, enquanto a União (brasileira) e seu governo parece lavar as mãos o tempo todo, numa espécie de malandra síndrome de Pilatos –, para lembrar ainda que a Declaração fala na constituição de governos que pareçam ao povo convenientes para “realizar-lhe a segurança e a felicidade”.

Bem, vê aí o leitor? A segurança também foi incluída. A segurança.

Mas que segurança pode haver quando o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, aparece aos fotógrafos, abraçado ao colega da Bolívia, Evo Morales, e convida-o, rindo muito: “Vamos posar aqui; vamos fazer inveja no Serra”. E fez piada com o pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, que, na quarta-feira, afirmara que o governo da Bolívia “é cúmplice” do tráfico de cocaína para o Brasil. Morales, já de mãos dadas com Lula, também riu, mas nada falou.

José Serra, do PSDB e o principal candidato da oposição a presidente da República, na quarta-feira, respondendo a perguntas de jornalistas, afirmou que o governo boliviano faz “corpo mole” ao permitir que “de 80% a 90%” da cocaína que entra no Brasil venha “via Bolívia”. E Serra explicou: “É um problema de bom senso. Você acha que poderia entrar toda essa cocaína no Brasil sem que o governo boliviano fizesse, pelo menos, corpo mole? Eu acho que não”, definindo sua avaliação sobre a conivência do governo boliviano de Evo Morales com o tráfico de drogas para o Brasil como “uma análise”, ressalvando: “Eu não fiz uma acusação”.

Claro que não fez, nem podia, pois não tem o controle da Polícia Federal para conseguir as provas. Tem, contudo, a evidência e a lógica a seu lado. Morales foi eleito presidente como líder dos “cocaleiros”, os que cultivam a coca, matéria prima para a cocaína. Com os votos deles. Do antigo Império Inca, em toda a região pessoas guardam o hábito de mascar folhas de coca para se sentirem estimuladas e com “alto astral”. Para isto a natureza dá folhas suficientes, não precisa ninguém plantar. Os cocaleiros cultivam a coca para a fabricação da cocaína. E o presidente Evo Morales é o grande líder dos cocaleiros. E a Bolívia tem boa parte de sua economia baseada na lavoura de coca.

Então, presidente Lula, o que significam suas cenas com Morales? E você, candidata Dilma Rousseff, porque fica tão brava com Serra se ele apenas fez “análise” óbvia e responsável, sobre tema tão relevante para a nação? Morales é um chefe de Estado e tal? É. Morales é o líder cocaleiro? É. E então? Não sabem disso o presidente e a candidata do PT? Vai ver, não sabem também que o crack é feito à base de cocaína.

Be Sociable, Share!

Comentários

Jader Martins on 29 Maio, 2010 at 18:51 #

Por Rodrigo Saraceno
Nassif, só pra enriquecer o debate, que fica num achismo insuportável, trago alguns dados.

Todos os dados a seguir constam do relatório 2009 da UNODC – United Nations Officer on Drugs and Crime, em http://www.unodc.org/documents/wdr/WDR_2009/WDR2009_Coca_Cocain_Market.pdf

Em 2008, a área total de cultivo da folha de coca era de 167,6000 ha. Dessa área, 48,5% se localizava na Colômbia, 33,6% no Peru e 18,26% na Bolívia.

Estamos falando da folha de coca, não de cocaína.

O potencial total produção de cocaína, por sua vez é de 845 toneladas. Deste potencial, 50,88% é referente à Colômbia, 35,73% ao Peru, e 13,37% da Bolívia. Como as taxas de erradicação em cada país é parecida, esse mesmo potencial é utilizado como parâmetro para estimar a produção.

Então, arredondando: a produção mundial de cocaína se dá 51% na Colômbia, 36% no Peru e 13% na Bolívia.
Vamos, agora, à cocaína apreendida na Europa. Uso esse dado porque é único onde há estimativa da origem da droga.

País de origem e proporção:

Colômbia – 48%. Peru – 30%. Bolívia – 18%.

Olhando os dados expostos, especialmente o último, fica difícil acreditar que a Bolívia, que participa com 10% a 20% da produção mundial de cocaína, possa ser responsável por 90% da cocaína consumida no Brasil. Não é verossímil essa informação. Queria ver os dados dos quais dispõe o José Serra.


danilo on 29 Maio, 2010 at 19:16 #

Nassif??????? q credibilidade tem esse rapaz, já q todos sabem q ele é “funcionário” do lullo petismo e pago a preço de ouro pela TV Brasil???


Jader Martins on 29 Maio, 2010 at 19:33 #

Danilo ,
Tenha um pouco curiosidade e visite o site do UNODOC

http://www.unodc.org/documents/wdr/WDR_2009/WDR2009_Coca_Cocain_Market.pdf

Sobre o Lula ,
Veja :
29/05/2010 – 15:05
Lula no Der Spiegel
Por Walter Decker

DER SPIEGEL, Samstag, 29. Mai 2010 : ” LULA SUPERSTAR ”

Um trecho : ” Transpirando autoconfiança, o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva está elevando o status global do seu país ao protagonizar um número cada vez maior de iniciativas na área de política internacional. Na mais recente dessas ações, ele convenceu o Irã a concordar com um polêmico acordo nuclear. Poderia este acordo proporcionar uma oportunidade para que sejam evitadas sanções e guerra ? Ele foi acusado de ser muitas coisas no passado, incluindo um comunista, um proletário grosseiro e um alcoólatra. Mas a época dessas acusações acabou há muito tempo. À medida que o Brasil cresce para tornar-se uma nova potência econômica, a reputação do presidente brasileiro cresce de forma meteórica. Hoje em dia muita gente vê o presidente como um herói do hemisfério sul e um importante contrapeso em relação a Washington, Bruxelas e Pequim “.

Outro: “ …Lula demonstrou que sabe nadar no aquário dos tubarões grandes. Nos bastidores, Lula Superstar costuma contar como curou os diplomatas brasileiros da síndrome de vira-lata; assim ele denomina o profundo complexo de inferioridade que muitos dos seus compatriotas até pouco tempo atrás sentiam frente a americanos e europeus. Foi em 2003, na grande estréia internacional de Lula na cúpula do G-8, em Evian na França. Todos estavam sentados e esperaram por George W. Bush. Quando este finalmente entrou no salão, todos levantaram. Só Lula ficou sentado e mandou o seu Chanceler fazer o mesmo. “ Eu não participo deste comportamento servil. Quando eu entrei, ninguém levantou ”, disse o Presidente do Brasil


marco lino on 29 Maio, 2010 at 23:35 #

Caro Martins,
esse povo, como o próprio Serra, está em campanha e não se preocupa muito com números. Preocupados em apresentar números estariam se sérios fossem. O mais importante aí é o factóide para a classe média, que Sérgio Buarque chamou de burra e que não gosta de latino-americano, tecer loas. É isso.
Saudações


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos