maio
22
Postado em 22-05-2010
Arquivado em (Claudio, Newsletter) por vitor em 22-05-2010 11:49

Protógenes (PC doB) abre o peito em Sampa

==========================================
DEU NO TERRA MAGAZINE

Claudio Leal

Pré-candidato do PCdoB a deputado federal, o delegado Protógenes Queiroz festejou seu aniversário de 51 anos no Bar Brahma, em São Paulo, na noite desta quinta-feira (20). Respondeu pelo fundo musical o grupo “Originais do Samba”, uma das atrações do bar na esquina da avenida Ipiranga com a São João.

Entre os convidados, o maestro João Carlos Martins, o pré-candidato do PCdoB ao Senado, Netinho de Paula, o empresário J. Hawilla (Traffic), o político Adhemar de Barros Filho e o vereador Jamil Murad. “Nunca pensei em vir pra um festa do PCdoB em um ambiente popular”, disse Adhemar, filho do ex-governador paulista, ao delegado responsável pela Operação Satiagraha, que prendeu o banqueiro Daniel Dantas em 2008.

À meia-noite, quando o grupo de samba começou a tocar “Se gritar pega ladrão”, clássico do repertório de Bezerra da Silva, Protógenes subiu ao palco do Brahma, pegou um tamborim e dividiu o microfone: “Se gritar pega ladrão, não fica um, meu irmão/ Se gritar pega ladrão, não fica um…”.

Protógenes também esteve à frente das operações da Polícia Federal que prenderam Paulo Maluf e Law Kin Chong, além de ter investigado lavagem de dinheiro na parceria MSI/Corinthians
——————————————————
Leia mais no Terra Magazine
http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI4442386-EI6578,00.html

Be Sociable, Share!

Comentários

Carmem on 22 Maio, 2010 at 13:40 #

Protógenes 51, uma boa idéia.


lui9z alfredo motta fontana on 22 Maio, 2010 at 14:23 #

A voltas que a vida dá…

Protógenes comemora no Brahma.

Convida J. Hawilla!

Fica a pergunta, Aldo Rebelo, algoz de Hawilla na CPI da Nike, deputado pelo PCdoB, irmão do Presidente da sigla, esteve ausente?

Caro VHS, talvez seja o reconhecimento, ainda que tardio. de Hawilla e Teixeira estarem certos, tendo Aldo Rebelo, em infame trocadilho, rebelado-se contra a marcha natural das apurações.

Aqui a afirmação de Aldo Rebelo após o melancólico encerramento da CPI, respondendo a Vital Bataglia no programa Roda Viva:

“No caso do senhor J Hawilla, nós não tivemos o material suficiente para fazer o indiciamento dele, mas tudo aquilo que nós recolhemos será enviado ao Ministério Público. E o fato da CPI ou dos técnicos da CPI, ao fazerem a leitura de todos os dados do sigilo bancário e fiscal dele especificamente, terem concluído pela ausência de provas não significa que o Ministério Público não possa fazê-lo amanhã. E o fato de você não descobrir um crime não significa que o investigado seja inocente. Não significa que até aquele momento não seja criminoso, mas também não pode declarar sua inocência enquanto uma outra investigação não for feita e essa investigação pode ser feita pelo Ministério Público.”

Numa declaração prenhe de exasperação, tisnada pelo simples prazer de continuar levantando suspeitas, mesmo que vencido em sua própria arena e circo.

Vida que segue…

Ficou sem os “Originais do samba”, ou estava presente em tranquilo anonimato?


luiz alfredo motta fontana on 22 Maio, 2010 at 16:37 #

As voltas que a vida dá…

Protógenes comemora no Brahma.

Convida J. Hawilla!

Fica a pergunta, Aldo Rebelo, algoz de Hawilla na CPI da Nike, deputado pelo PCdoB, irmão do Presidente da sigla, esteve ausente?

Caro VHS, talvez seja o reconhecimento, ainda que tardio. de Hawilla e Teixeira estarem certos, tendo Aldo Rebelo, em infame trocadilho, rebelado-se contra a marcha natural das apurações.

Aqui a afirmação de Aldo Rebelo após o melancólico encerramento da CPI, respondendo a Vital Bataglia no programa Roda Viva:

“No caso do senhor J Hawilla, nós não tivemos o material suficiente para fazer o indiciamento dele, mas tudo aquilo que nós recolhemos será enviado ao Ministério Público. E o fato da CPI ou dos técnicos da CPI, ao fazerem a leitura de todos os dados do sigilo bancário e fiscal dele especificamente, terem concluído pela ausência de provas não significa que o Ministério Público não possa fazê-lo amanhã. E o fato de você não descobrir um crime não significa que o investigado seja inocente. Não significa que até aquele momento não seja criminoso, mas também não pode declarar sua inocência enquanto uma outra investigação não for feita e essa investigação pode ser feita pelo Ministério Público.”

Numa declaração prenhe de exasperação, tisnada pelo simples prazer de continuar levantando suspeitas, mesmo que vencido em sua própria arena e circo.

Vida que segue…

Ficou sem os “Originais do samba”, ou estava presente em tranquilo anonimato?


danilo on 22 Maio, 2010 at 23:36 #

esse Protógenes não tem nenhuma credibilidade. fica falando nos ladrões “da direita” e esquece dos ladrões “da esquerda”. e enquanto Daniel Dantas vai preso, o nosso [lá deles, lá deles] Delúbio Soares está soltinho da silva por aí. sem falar de José Dirceu, Genoíno, Josias Gomes, Gushoken, etc etc etc etc etc


robledo duarte on 24 Maio, 2010 at 20:30 #

Depois da música onde estavam o aldo rebelo e j. havila? com certeza bem longe. Começa mal a candidatura do delegado.


Luciano Martins on 25 Maio, 2010 at 12:57 #

Parabéns, Protógnes, sinto não ser eleitor em S. Paulo para votar em você.
Quanto ao retardado que se reporta a Delúbios e outros, é bom que se diga que, se há algum mensalão na política brasileira (na verdade mentiras que a direita canalha do DEM e do PSDB inventaram), este se deve a mafiosos como Daniel Dantas e assemelhados e, como tal, devem ser combatidos.


湾区留学生 on 25 novembro, 2010 at 9:27 #

Hey really good blog!

——————————————–
New York 华人
Also welcome you!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos