maio
16


===========================================
Do baiano Gilberto Gil para a acreana verde Marina Silva na feste do PV neste domingo na Baixada Fluminense. É a música para começar a noite no BP e varar a madrugada

(VHS).

maio
16
Posted on 16-05-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 16-05-2010

Marina: o nome Verde

=========================================
A senadora acreana Marina Silva teve sua pré-candidatura à Presidência da República lançada neste domingo pelo Partido Verde (PV), que confirmou o empresário Guilherme Leal, sócio da empresa de cosméticos Natura, como vice na chapa.

Leal se filiou no ano passado ao PV e desde então vem acompanhando a campanha do partido e participando dos compromissos da pré-candidata.

O PV escolheu Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, região carente do Rio de Janeiro, para o lançamento. O local contrasta com os eventos das pré-candidaturas de José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), ambos ocorridos em Brasília.

Gilberto Gil, cantor e compositor também do PV, foi ao evento no Rio e adaptou a letra da música “Andar com Fé” ao momento, trocando a palavra fé por Marina.

Ex-ministra do Meio Ambiente do governo Lula (2003-2008), ela obteve repercussão internacional por sua postura contrária ao desmatamento da região amazônica e leva para a corrida presidencial a agenda verde.

Marina deixou a pasta do Meio Ambiente após se ver pressionada a dar o aval ambiental a projetos de infraestrutura do Executivo. Também se sentiu desprestigiada com a entrega de planos, como o da Amazônia Sustentável, a outro ministério.

Sua entrada na corrida presidencial, anunciada em 2009, incentivou o governo Lula a tomar medidas consideradas “ambientalistas”.

Entre essas ações, prorrogou a redução de IPI para eletrodomésticos da linha branca para aqueles que consomem menos energia elétrica. Também estendeu a prorrogação do incentivo fiscal para veículos menos poluentes.

Também foram lançadas neste domingo as pré-candidaturas do deputado federal Fernando Gabeira ao governo do Rio de Janeiro e da vereadora Aspásia Camargo ao Senado.

(Informações da Reuters )

maio
16

Dilma com Wagner na festa do PT/Terra


Foto: Roberto Stuckert Filho/Divulgação

=======================================
DEU NO TERRA – ELEIÇÕES 2010

Davi Lemos
Direto de Salvador

O pré-candidato à reeleição ao governo baiano, Jaques Wagner (PT), disse durante a passagem de Dilma Rousseff (PT) por Salvador, neste domingo (16), que não se importa com um palanque formado pela pré-candidata à presidência da República e o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), seu adversário na disputa. “Não vou ficar chateado se ela (Dilma) subir no palanque com Geddel. Se ele vai apoiá-la, deve subir com ele”, afirmou Wagner.

Quanto à disputa com Geddel, Wagner declarou que não é este embate direto que deve se configurar durante as eleições. “O que deve acontecer é uma polarização entre Serra e Dilma e aqui na Bahia entre Wagner e Paulo Souto”, garantiu.

Já na composição da chapa ao Senado, cuja briga interna no PT continua apesar das pressões do diretório estadual a favor de “decisão consensual” que favoreceria o deputado federal Walter Pinheiro em detrimento do ex-ministro da Defesa, Waldir Pires, o governador apenas disse, em tom de brincadeira, que a certeza são as iniciais do candidato: “a chapa está formada. Wagner, Otto (Alencar, do PP), (a deputada federal) Lídice (da Mata, do PSB) e WP”.

Durante a plenária que aprovou o nome de Wagner à reeleição, a maioria dos delegados gritou o nome de Waldir. A decisão deve sair nos próximos 15 dias, prevêem alguns dirigentes petistas. Mas um terceiro nome pode aparecer na disputa, o do deputado federal Nelson Pelegrino, que apenas abre mão do Senado se Pinheiro não se lançar candidato à prefeitura de Salvador em 2012.

Em relação ao PMDB, Wagner disse que não se arrependeu de ter feito aliança com o partido em 2006 e ressaltou a importância de ter aliados, citando agora o Partido Progressista (PP), que tem Otto Alencar como seu vice.

No lançamento da pré-candidatura de Wagner ao governo, Dilma teceu elogios ao petista. “Ele é o orgulho da Bahia e do Brasil. Eu me orgulho muito, estamos juntos. O governo do Jaques Wagner é um exemplo para o País. O gasoduto do Nordeste e a construção da ferrovia oeste-leste só aconteceram porque tiveram o apoio de Jaques”, afirmou Dilma.

A pré-candidata à presidência também disse que, se for eleita, pode criar um Ministério do Empreendedorismo, para dar condições a micro e pequenas empresas que estão surgindo.

Em resposta a críticas, Dilma afirmou que os oposicionistas vão ter que “engolir a língua”. Segundo ela, o Brasil voltou a produzir plataformas em alto mar, que antes eram importadas de Cingapura e da Coreia. “No início, existiam dois mil metalúrgicos navais e hoje são 45 mil”. Quanto à possibilidade de o Brasil ser a quinta economia do mundo, Dilma afirmou que isto “significa que o Brasil deve ultrapassar França, Alemanha e os demais países da Europa. Devemos ficar atrás apenas dos Estados Unidos, China, Japão e Índia”.

maio
16

Lula e Ahrmadinejad em Teerã/RBS

===========================================
Na primeira reunião entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente do Irã, Mahmud Ahmadinejad, neste domingo , os chefes de Estado enfatizaram as relações bilaterais entre as duas nações. Apesar de a nota oficial divulgada pelo governo iraniano não mencionar questões nucleares, o texto informa que Ahmadinejad reforçou “suas posições para reformar a ordem mundial”.

“A realidade é que alguns países que controlam os centros políticos, econômicos e midiáticos do mundo não querem que os outros países progridam”, declarou o presidente iraniano.

O presidente Lula chegou ao Irã na noite deste sábado para fazer a mediação sobre o programa nuclear iraniano, apresentada pelas grandes potências como “a última chance” antes da nova rodada de sanções da Organização das Nações Unidas (ONU) contra o país.

Ahmadinejad agradeceu o apoio brasileiro e reafirmou ainda as vantagens das relações entre os dois países. “Juntos podemos mudar essas condições e proporcionar as transformações necessárias. Esta visita marca o início de uma cooperação entre duas grandes nações”, acrescentou.

Segundo a mesma nota, Lula declarou que o “Brasil considera suas relações com o Irã estratégicas, já que os dois países podem atuar assim com mais força”.

(Informações Diário Catarinense e RBS)

maio
16
Posted on 16-05-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 16-05-2010

Foi um passeio e um show do começo ao fim da corrida em que deu a lógica. Com tempo bom e pista seca, a previsão no GP de Mônaco era de que venceria aquele que conseguisse ficar na frente após a largada. Mark Webber saiu na pole, manteve a primeira posição, não errou nas paradas e garantiu uma importante vitória em Monte Carlo, neste domingo (16). Com o resultado, o australiano chegou aos 78 pontos e assumiu a liderança do Mundial de F1 de 2010.

O piloto da Red Bull divide a ponta do campeonato com seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel. O alemão terminou a tradicional prova nas ruas do principado na segunda colocação, proporcionando mais uma dobradinha da equipe da empresa das bebidas energéticas – nova líder do Mundial dos Construtores – no ano, a exemplo do que havia acontecido na Malásia, só que com o germânico na frente.

Webber está em primeiro na tabela de pontos porque tem uma vitória a mais do que Vettel: 2 a 1.

O pódio foi completado por Robert Kubica, fechando o fim de semana de sucesso da Renault em Mônaco. Felipe Massa ficou em quarto, seguido por Lewis Hamilton.

Durante a corrida, o safety-car entrou em quatro vezes, sendo que a última delas, provocada por um acidente entre Jarno Trulli e Karun Chandhok, aconteceu no fim da corrida. Sem tempo para tirar os carros da pista, a etapa só não terminou com bandeira amarela porque a luz verde foi acionada quando os pilotos completaram a última volta.

Nesse momento, Fernando Alonso – que, graças à estratégia certeira da Ferrari, conseguiu largar dos boxes e terminar na zona de pontuação – patinou e abriu espaço para Michael Schumacher, que não teve dúvidas: ultrapassou o espanhol e acabou com a sexta colocação. O lance está sob investigação dos comissários de prova.

Nico Rosberg, Adrian Sutil e Vitantonio Liuzzi completaram a lista dos dez primeiros, a zona de pontuação. Rubens Barrichello poderia integrá-la, mas bateu na 32ª volta quando era o décimo. Bruno Senna e Lucas Di Grassi também abandonaram.

DEU NA FOLHA DE S. PAULO DESTE DOMINGO SOBRE A BRIGA WAGNER X GEDDEL NA SUCESSÃO BAIANA.
==============================================

========================================
MATHEUS MAGENTA
DA AGÊNCIA FOLHA, EM SALVADOR

Desde a ruptura entre Geddel Vieira Lima e Jaques Wagner, em agosto passado, os partidos já moveram 17 ações entre si

Dilma vai participar hoje do lançamento da candidatura de petista, mas promete que também irá ao evento de seu rival peemedebista

Aliados no âmbito nacional em torno da pré-candidatura da petista Dilma Rousseff à Presidência, PT e PMDB transformaram o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) da Bahia, Estado onde são adversários, num palco de guerra jurídica por denúncias de suposta propaganda eleitoral antecipada.

Um levantamento feito pela reportagem mostra que, desde a saída do PMDB da base do governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), em agosto do ano passado, os partidos já moveram 17 ações entre si.

Das 12 representações do PMDB, 9 tiveram como alvo a propaganda institucional do governo e três, o PT. A maioria das ações ocorreu neste ano. “O governo do Estado está gastando mais neste ano com propaganda para promover Jaques Wagner como candidato à reeleição. Isso é um absurdo”, disse o pré-candidato do PMDB, Geddel Vieira Lima.

Segundo Robinson Almeida, secretário estadual da Comunicação, se o governo baiano gastar neste ano em publicidade o mesmo que no ano passado (R$ 111 milhões), a média dos quatro anos de gestão (R$ 80 milhões) será menor que a do antecessor, o ex-governador democrata Paulo Souto (R$ 97,8 milhões, corrigida a inflação).

“As ações do PMDB se caracterizam muito mais como uma luta político-eleitoral do que uma argumentação jurídica. É por isso que nenhuma ação do PMDB contra o governo foi acolhida pelo TRE”, disse.

Em meio a esse clima, Dilma desembarca hoje em Salvador para prestigiar o encontro do PT que lançará oficialmente Wagner à reeleição. Sem saber ainda como administrar os dois palanques, aliados da pré-candidata se apressaram em dizer que ela também irá ao evento de Geddel, caso ele a convide.

Dilma já havia sugerido reuni-los no mesmo palanque, como Lula fez em 2006 com PT e PSB (na época, aliados nacionais e adversários estaduais) em Pernambuco, mas a hipótese foi rechaçada pelos partidos.

As representações de PT e PMDB baianos envolvem, inclusive, a imagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que apoia as duas candidaturas. Nesta semana, o PT foi proibido, em caráter liminar, de veicular um comercial partidário de TV no qual Jaques Wagner aparecia ao lado de Lula.

Em fevereiro, Geddel sofreu derrota por vídeo semelhante com Lula e foi condenado pelo TRE a pagar multa de R$ 15 mil por propaganda eleitoral antecipada. O partido recorreu.
Até o momento, o PMDB já foi obrigado a suspender edições do jornal partidário, distribuição de adesivos, comerciais de TV e outdoors.

A Bahia é o Estado com maior número de representações da Procuradoria Regional Eleitoral -47, até agora. Segundo o TSE, a média no país é de sete processos por Estado.
“Todas as propagandas partidárias de TV deste ano configuram antecipação de campanha”, disse o procurador regional eleitoral Sidney Madruga.

Colaborou RANIER BRAGON, da Sucursal de Brasília
======================================
(Bahia em Pauta agradece a Luiz Fontana, editor do Blogbar pela atenção e colaboração)

  • Arquivos