maio
09
Postado em 09-05-2010
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 09-05-2010 13:01

DEU NO TERRA ( ELEIÇÕES 2010)

Em entrevista ao fundador do El País, Juan Luis Cebrián, publicada neste domingo no jornal espanhol, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que “prefere um Carnaval a uma guerra” e que enquanto a Organização das Nações Unidas (ONU) não tiver representação de países emergentes, como Índia e África do Sul, o órgão nunca irá proporcionar o governo global necessário.

No texto, Lula afirmou que o Brasil possui uma questão nuclear bem definida, e vai esgotar todas as possibilidades de um pacto com o Irã para que o país continue enriquecendo urânio, garantindo que seus fins são pacíficos. “Não quero a guerra, sou um homem de diálogo”, disse ele.

Na entrevista concedida em Brasília, o presidente da República disse ainda que um chefe de Estado não é uma pessoa, e sim uma “instituição”, que nem sempre tem vontade própria.

“Tenho que me relacionar bem com Piñera, no Chile, da mesma forma como fiz com Bachelet, sem a possibilidade de não gostar de um presidente porque ele é de direita”, afirmou ele. “No exercício do poder, sou um cidadão internacional, multi-ideológico”.

O entrevistador comparou Lula a Sancho Pança, personagem do clássico Dom Quixote, citando uma passagem do livro em que o fiel amigo do protagonista diz que, de qualquer maneira que o vestirem ao assumir o governo, continuará a ser ele mesmo. “Lula é Lula, seja qual for sua roupa, de macacão de metalúrgico ou de terno”, afirmou Cebrián.

Be Sociable, Share!

Comentários

danilo on 9 Maio, 2010 at 17:54 #

sei, sei. mas por que não foi pra posse de Piñera, eleito há pouco presidente do Chile??? não foi por pura pirraça ideológica, já que Piñera não “cumpanhêro”. a verdade é q Lulla se tornou escorregadio e pra cada ocasião ele apresenta uma cara de acordo com as conveniências. conveniências estas que lhe prporcionem frutos e elogios.
vai Lulla, tá chegando a hora…..


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos