maio
03
Postado em 03-05-2010
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 03-05-2010 15:33

Querino: artista, professor, jornalista, abolicionista…  

                

========================================
Artista, político, professor e intelectual, Manuel Raymundo Querino (1851-1923) é uma personalidade pouco visitada na história do país. Nascido em berço afro-descendente em Santo Amaro da Purificação, viveu intensamente momentos significativos da história do Brasil (e da Bahia, em particular) que marcaram o final do império e início da República. Comprometido com a causa popular e do trabalho, perseguindo justiça, liberdade, igualdade e democracia numa época avessa às esses temas, levantou duas questões sensíveis ainda hoje: o lugar do povo e do trabalhador na República e o lugar do negro na sociedade no pós-abolição.
Da sua base operária, Querino enveredou pelo mundo da política partidária. Desenvolveu o talento de artista, diplomando-se em desenho e arquitetura. No Império fundou a Liga Operária Bahiana e, na República, ajudou a fundar o Partido Operário, a partir do qual assumiu o cargo de Conselheiro Municipal por duas legislaturas (1891-1892 e 1897-1899). Deixou a política partidária e iniciou outra militância: a intelectual. Pelo trabalho intelectual, Querino se consolidou na sociedade baiana, garantindo prestígio tanto no meio intelectual quanto no operário.
A vida singular desse personagem da história é traçada no livro “MANUEL QUERINO entre Letras e Lutas – Bahia: 1851 – 1923” da historiadora Maria das Graças Leal, com lançamento previsto para o simbólico 13 de maio, na Biblioteca dos Barris, às 16h30. Graça Leal é baiana formada pela UFBA e doutora em História pela PUC de São Paulo, titulo obtido justamente com o trabalho sobre Querino, seu segundo livro. Em 1996, publicou “A Arte de Ter um Ofício – Liceu de Artes e Ofícios da Bahia (1872-1972)”, sobre a criação e desenvolvimento do Liceu de Artes. Hoje Graça Leal coordena o mestrado em História, no campus V da Universidade do Estado da Bahia, Uneb. Em julho, parte para o pós-doutorado, em Portugal.

( Informações do portal NAVII, do jornalista Arthur Andrade )

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos