maio
02
Postado em 02-05-2010
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 02-05-2010 12:35

Costa dos EUA: desastre à vista

==============================================

À medida que a maré negra de petróleo continua a ameaçar a costa norte-americana, o Presidente Barack Obama começa a ficar sob a mira dos críticos. “É o Katrina do Obama”, disse o conservador Rush Limbaugh, no seu programa de rádio, lembrando o furacão que causou a morte a 1800 pessoas, em 2005.

Segundo publica o Diário de Notícias (Lisboa) em sua edição on line neste domingo , analistas recusam de imediato esta comparação, mas tudo depende dos passos do Presidente. Hoje, Obama visita os locais afetados do golfo do México.
A explosão de uma plataforma da BP a 20 de Abril – que dois dias depois afundou – e vaza diariamente o equivalente a cinco mil barris de petróleo (cerca de 800 mil litros).

A chamada maré negra já chegou à costa do estado da Luisiana, apesar dos recursos utilizados para o impedir. Na área, revelou Obama na sua segunda declaração sobre este tema, estão 1900 pessoas e mais de 300 navios e aviões. O mau tempo, que deve continuar, dificulta as operações de limpeza.

Apesar da Casa Branca ter estado desde o primeiro dia em coordenação com as autoridades locais e com a BP, no sentido de avaliar a situação, há quem critique que só na sexta-feira tenha sido decretada emergência nacional. Daí a recordação do Katrina, que ficou marcado pela lenta reação do presidente George W. Bush, que continuou de férias apesar da tragédia que se desenhava.

Mas, segundo a Reuters, fórmulas semelhantes foram usadas contra Obama num momento ou noutro no caso do sismo do Haiti, em Janeiro, ou na epidemia da gripe A.
“Se isto se vai tornar ou não no Katrina de Obama depende do que acontecer quando os patinhos começarem a aparecer na CNN cobertos de alcatrão preto”, indicou o estrategista republicano Rich Galen.

“Pelo bem da costa, espero que façam o que está certo. Se confio que o vão fazer? Não, mas espero que provem que estou errado”, acrescentou à Reuters.

(Com informações da reuters e DN )

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos