abr
25
Postado em 25-04-2010
Arquivado em (Multimídia) por vitor em 25-04-2010 11:17


=============================================

TANTO MAR
Foi bonita a festa, pá
Fiquei contente
Ainda guardo renitente
um velho cravo para mim

Já murcharam tua festa, pá
Mas certamente
Esqueceram uma semente
n’algum canto de jardim

Sei que há léguas a nos separar
Tanto mar, tanto mar
Sei, também, como é preciso,
Navegar, navegar

Canta primavera, pá
Cá estou carente
Manda novamente
algum cheirinho de alecrim

Be Sociable, Share!

Comentários

Olivia on 25 Abril, 2010 at 12:25 #

Só, somente só, Chico Buarque para fazer uma canção tão bela – vale lembrar que ela ficou por muito tempo censurada. Mas está aí , liberadíssima, para nosso encantamento. Quero dedicar esta página musical para uma querida amiga deste Blog, Graça Azevedo, mulher guerreira e batalhadora, sempre presente e solidária, que neste domingo também faz aniversário. Muitas rosas e cravos para ela.


danilo on 25 Abril, 2010 at 13:25 #

e nosso Brasil lullista, tal um Portugal tão carente
um Chico Buarque agora, assim
tão silente
e tão contente
que não é mais um vidente
a re-recordar do país que ainda continua
surrupiado em tenebrosas transações


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos