Cravos: Portugal lembra revolução/ Público

============================================
Em discurso na sessão solene comemorativa do 25 de Abril – Revolução dos Cravos – o presidente da República , Cavaco Silva, alertou neste domingo para as dúvidas que se acumulam quanto ao futuro do país, exortando os portugueses a acreditar em si próprios e a aproveitar as oportunidades, como o mar e as indústrias criativas.
«Deixamos o império, abraçamos a democracia, escolhemos a Europa, alcançamos a moeda única, o Euro. Mas duvidamos de nós próprios. Os portugueses perguntam-se todos os dias: para onde é que estão a conduzir o país? Em nome de quê se fazem todos estes sacrifícios?», salientou o chefe de Estado no ato comemorativo do 25 de Abril de 1974.
A prova de que se «acumulam dúvidas quanto ao futuro do país», frisou, está no número de jovens que parte para o estrangeiro, entre os quais alguns dos «mais qualificados e promissores».
Mas, porque na maioria deles persiste o desejo de regressar, Portugal não deve desperdiçar esse «potencial», caso contrário, o país poderá transformar-se um «país periférico», defendeu. Por isso, exortou Cavaco Silva, «não podemos perder tempo, porque a concorrência será implacável» e, quem ficar para trás, terá de fazer um enorme esforço de recuperação.
«No mundo actual, não esperemos que os outros nos ajudem se não acreditarmos em nós próprios, se formos incapazes de fazer aquilo que nos cabe fazer», acrescentou, sustentando que no dia de hoje se celebra a esperança dos que acreditaram, sobretudo em si próprios.
«Sem ilusões nem falsas utopias, devemos acreditar porque temos razão para isso», enfatizou.
(Postado por Vitor Hugo Soares, com informações do portal português TSF )

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos