abr
20
Postado em 20-04-2010
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 20-04-2010 11:51

ACM Neto com o avô: ode ao carlismo

=============================================
A assessoria do deputado ACM Neto está distribuindo para os quatro cantos da Bahia e para as principais áreas de ressonância da política e da mídia no estado e no País, copias do artigo publicado nesta terça-feira (20) no jornal A Tarde, intitulado: A Bahia do presente sente falta de ACM?.

No texto de louvor ao avô e principal cacique da política estadual durante décadas, o  parlamentar do DEM prega que o carlismo não morreu, como afirmam muitos de seus adversários e até antigos aliados de carteirinha de ACM. Segundo Neto assinala no texto. Antonio Carlos Magalhães, pelo contrário, acabou ficando mais forte no governo Jaques Wagner (PT).

O próprio ACM Neto não parecia tão convencido disso em sua campanha para prefeito de Salvador, quando a imagem do avô foi esmaecida nos palanques e nas entrevistas do canditato que não conseguiu passar para o segundo turno.

No artigo publicado hoje na página 3 da edição impressa de A TARDE, ACM Neto dá novo polimento nas qualidades de homem público do falecido senador, ex-governador da Bahia e prefeito de Salvador, e assegura que “o carlismo está mais forte do que nunca porque a fraqueza e a incompetência do governo Wagner só aumentam as saudades de ACM”.

No texto não faltam comparações de ACM com Wagner .”Wagner é um governador do papel, e não das obras de verdade, como era ACM, um político que mostrava os dentes pela Bahia”, escreve o deputado.
Para o neto de ACM, o carlismo vive porque o PT que aparelha o Estado e mente em propagandas jamais conseguirá mandar no coração dos baianos. “O PT não conseguirá matar o carlismo porque a Bahia é livre. Livre para tudo. Inclusive para amar sem patrulhamentos seus filhos preferidos, como Mãe Menininha, João Ubaldo, Caetano, ACM, Jorge Amado, Irmã Dulce e muitos outros. É no coração dos baianos que o carlismo vive com mais intensidade”.

O informe que aassessoria de ACM Neto está distribuindo, acompanhado de cópia do texto na íntegra, destaca ainda que o artigo faz duras críticas ao governo Wagner, acusado de fazer mais propaganda do que de trabalhar. E críticas a setores em que ACM sempre foi bem, como o combate à criminalidade e a luta pela atração de investimentos para a Bahia.
“Wagner é tão condescendente com os outros estados nordestinos na disputa por empregos e desenvolvimento que hoje, certamente, é mais importante para Pernambuco do que para a Bahia, porque sua omissão fez a Bahia perder o protagonismo do desenvolvimento do Nordeste”, destaca o texto.
A íntegra do artigo está na página 3 (Opinião) de A Tarde)

(Postado por Vitor Hugo Soares )

Be Sociable, Share!

Comentários

[…] tomou conhecimento de que os emails teriam partido dos computadores de seu gabinete, em Brasília. ACM Neto justificou que não pode responder pelos atos de seus funcionários e monitorá-los em tempo […]


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos