O acidente com o avião presidencial da Polônia não foi causado por um problema técnico, segundo revelaram neste domingo as autoridades russas que investigam o caso, face às conclusões da análise das caixas negras do aparelho.

A Polónia foi abalada, no sábado, com o drama da queda de um avião Tupolev-154, perto de Smolensk, que provocou a morte dos seus 96 ocupantes, entre os quais se encontravam o presidente polaco Lech Kaczynsk, a sua esposa, e vários altos responsáveis do Estado polaco.

O portal português TSF assinala: os peritos russos e polacos iniciaram uma ação conjunta de investigação, num laboratório em Moscou, onde analisaram as duas caixas negras do avião encontradas no local da catástrofe.

Enquanto Varsóvia manteve o silêncio sobre a sua percepção das causas do acidente, os russos declararam, este domingo, excluir a existência de qualquer problema técnico com o avião, colocando de novo em causa a ação dos pilotos polacos.

«O registo que temos à nossa disposição confirma que não houve problemas técnicos com o avião», afirmou o chefe da comissão de inquérito russa Alexandre Bastrykine.

«O piloto foi informado das condições meteorológicas complicadas, mas não tomou a decisão de aterrar», explicou o investigador.

Os polacos pararam hoje ao meio-dia local para dois minutos de silêncio em homenagem às 96 vítimas do acidente de avião que sábado matou o presidente Lech Kaczynski, na Rússia.O país, que perdeu simultaneamente o presidente e numerosos altos dirigentes militares e políticos, iniciou hoje uma semana de luto nacional.

(Com informações do portal TSF, de Portugal)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos