mar
29
Postado em 29-03-2010
Arquivado em (Artigos, Eventuais) por vitor em 29-03-2010 12:09

===============================================================

A CIDADE DA BAHIA

Gregório de Matos

A cada canto um grande conselheiro,

que nos quer governar cabana, e vinha,

não sabem governar sua cozinha,

E podem governar o mundo inteiro.

Em cada porta um freqüentado olheiro,

que a vida do vizinho, e da vizinha

pesquisa, escuta, espreita, e esquadrinha,

para a levar à Praça, e ao Terreiro.

Muitos mulatos desavergonhados,

trazidos pelos pés os homens nobres,

posta nas palmas toda a picardia.

Estupendas usuras nos mercados,

todos, os que não furtam, muito pobres,

e eis aqui a cidade da Bahia.

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 29 Março, 2010 at 15:20 #

Caro VHS

O que dizer então da descrição dos !Wagnerianos” de ontém que veste, como luva, os de hoje?

________________________________

Ao Governador Antônio de Sousa de Meneses,

chamado vulgarmente o “Braço de Prata”

(Gregório de Barros)

Sôr Antônio. de Sousa de Meneses,

Quem sobe ao alta lugar, que não merece,

Homem sobe, asno vai, burro parece,

Que a subir é desgraça muitas vezes.

A fortunilha, autora de entremezes,

Transpõe em burro herói que indigno cresce;

Desanda a roda, e logo homem parece,

Que é discreta a fortuna em seus reveses.

Homem sei eu que foi Vossenhoria

Quando o pisava da fortuna arada;

Burra foi ao. subir tão alto clima.

Pais, alto! Vá descenda ande jazia,

Verá quanto melhor se lhe acomoda

Ser homem em baixo do que burro em cima

________________________________

Em tempo: Parabéns pelo aniversário de Salvador, sempre em Pauta.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos