mar
12


==================================================
“Canção do Novo Mundo”, de Beto Guedes, na voz de Milton Nascimento, é a música para começar o dia no Bahia em Pauta. Vai em memória do cartunista Glauco, assassinado por assaltantes que também mataram seu filho Raoni, na madrugada desta sexta-feira, em Osasco (SP).

Mais um rei morto por um canalha em menos de um segundo. Até quando?

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 12 Março, 2010 at 18:12 #

“Quem sonhou
Só vale se já sonhou demais”

Caro VHS, esses versos que inauguram a canção ajuda nessa tristeza repetida de encarar o efêmero.

Hoje é Glauco, ontem Henfil, e nosso dia a dia vai empobrecendo.

Por sorte, mesmo sob os anos de chumbo, a qualidade de nossos sonhos foi “mimada”, a cada golpe ou pisoteio, um verso novo e livre, um canto agreste, um olhar cinematográfico, uma tela, um “apesar de você”.

Confesso que o incômodo de acompanhar o que vem nessa marcha de apuração dos detalhes, desta morte inesperada, já amarga o malte puro da próxima dose.

Resta, ao menos, degustar uma frase de Glauco ao Josias de Souza:

Disse ele: “Desenho torto por linhas certas” (Glauco em conversa com Josias de Souza)


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos