mar
01

BOA NOITE!!!

mar
01
Posted on 01-03-2010
Filed Under (Artigos) by vitor on 01-03-2010

Telma Brito:”vou conversar com o chefe do setor”

=================================================

DEU NO GLOBO ON LINE

Remunerações que chegam a R$ 52 mil e descumprimento da lei que obriga que metade dos cargos de confiança seja ocupado por servidores concursados foram descobertos depois que o o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) foi obrigado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a divulgar sua folha de pagamento.

Diretores, chefes, supervisores e assessores que exercem cargos de confiança no TJ-BA recebem irregularmente o benefício conhecido como “adicional de função”. A resolução 88 do CNJ indica que pelo menos 50% dos cargos de confiança sejam ocupados por servidores da casa. Mas, dos 617 postos de confiança, apenas 129 são ocupados por servidores efetivos (20,9%). Outros 488 (79,9%) são ocupados por profissionais sem vínculo efetivo com o TJ-BA. O “adicional de função” é um benefício concedido “sem critério objetivo”, de acordo com ofício enviado da Secretaria de Controle Interno do CNJ ao TJ-BA em 9 de fevereiro.

O supervisor de expediente lotado na Comissão de Reforma Judiciária Administrativa da Comarca de Salvador tem remuneração básica (vencimentos e vantagens permanentes) de R$ 3.839,47. Mas, com os adicionais, o vencimento ultrapassou os R$ 52 mil em janeiro. O salto foi originário de “vantagens pessoais” no valor de R$ 22.268,88, mais R$ 450,00 de auxílios e R$ 26.108,35 de vantagens eventuais.

A recém empossada presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargadora Telma Brito, reconhece a necessidade de uma auditoria na folha de pessoal do judiciário baiano, mas pondera que não há como fazê-la de imediato. Ela afirmou que uma auditoria como esta, em uma folha com mais de 11 mil nomes, levaria pelo menos cinco meses para ser realizada.

– Segunda-feira (hoje) vou conversar com o chefe do setor de Recursos Humanos sobre este assunto, porque ainda não consegui analisar com profundidade o documento, que tem quase mil páginas – disse a presidente do TJ-BA.

No TJ-BA, há motorista com rendimento de R$ 17 mil, oficial de justiça ganhando R$ 20 mil e atendente de recepção que recebeu R$ 17 mil. Um assessor jurídico embolsou R$ 48 mil. Todos referentes a janeiro deste ano.

mar
01

Lula com Bachelet no Chile

=================================================
Depois de rápida passagem de três horas na festiva Motevideu nesta segunda-feira da posse do ex-tupamaro Alberto pepe Mujica como presidente do Uruguai, o presidente LuisInácio Lula da Silva voou para a enlutada Santiago, capital do Chile onde foi levar solidariedade e promessa de ajuda do Brasil ao país atingido por forte terremoto que já contabiliza mais de 700 mortos, dois milhões e amplas áreas devastadas.

Lula encontrou-se com sua colega Michelle Bachellet no final da tarde de hoje, ainda no aeroporto de Santiago, duramente atingido pelo sismo de 8.8 graus na escal Richter. Os dois conversaram sobre a ajuda humanitária brasileira ao país.

Antes de viaja para o Chile, o presidente Lula participou em Montevidéu da cerimônia de posse do presidente eleito do Uruguai, José Alberto Mujica Cordano. Ele chegou a acompanhar o juramento do novo líder uruguaio, no palácio legislativo, mas deixou o país antes da transmissão do cargo.

O presidente deve retornar ainda nesta segunda-feira ao Brasil. Vai direto para São Paulo, onde cumprirá agenda amanhã em Sorocaba e na capital paulista.O Chile foi duramente atingido por um terremoto de 8,8 graus na escala Richter na madrugada de sábado. Até o momento, o número oficial de mortos é de 723.

Além de Lula, a secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, também passará algumas horas na capital do Chile, de acordo com a rede de televisão CNN. Mas o terremoto encurtou sua passagem por lá.

Hillary, que também está no Uruguai para a posse do novo presidente do país, José Mujica, confirmou que não deve dormir no Chile, como estipulado inicialmente, e que voará para o país nesta terça-feira (2) pela manhã.A próxima parada da viagem de Hillary será o Brasil, onde ela tem compromissos agendados em Brasília e em São Paulo.

( Postado por Vitor Hugo, com informações dos portais BBC Brasil e Abril)

mar
01
Posted on 01-03-2010
Filed Under (Artigos) by vitor on 01-03-2010

A Presidente do Chile declarou “estado de exceção” nas duas regiões mais afetadas pelo terremoto de sábado: Maule e Bío Bío. Michele Bachelet tornou pública esta decisão ontem, ao mesmo tempo que anunciava ter aumentado o número de vítimas mortais: 708.

O “estado de exceção de catástrofe” tem como objetivo “garantir a ordem pública e acelerar a distribuição da ajuda”, disse Bachelet, sublinhando que a medida irá prolongar-se por 30 dias. Ao decretar o “estado de exceção” para as regiões de Maule e Bío Bío, significa que ali ficam suspensas as liberdades constitucionais nessas áreas.

Francisco Vidal, ministro da Defesa, afirmou por seu turno que o exército vai coordenar, “juntamente com as autoridades políticas”, as operações no terreno, para onde foram enviados dez mil homens da Força Aérea. O mesmo responsável assumiu que “uma secção da Marinha cometeu um erro ao não anunciar o perigo de tsunami”, o que teria evitado algumas vítimas mortais.

“Vamos garantir a distribuição gratuita de todos os produtos de primeira necessidade”, garantiu Bachelet, que se afirmou preocupada com a pilhagem de supermercados que se verificou em Concepción, cidade a sul de Santiago e a mais afetada pelo sismo, que atingiu a magnitude 8,8 na escala de Richter.

A Chefe do Estado chilena anunciou ainda que ascende já a 708 o número oficial de vítimas mortais do sismo e do tsunami que atingiram o centro e o sul do país. E alertou para a hipótese de que este número aumente: “Há um número crescente de pessoas desaparecidas.”

Trinta e cinco horas após a catástrofe, as equipes de socorro mantinham ontem uma corrida contra o tempo para tentar encontrar precisamente esses “desaparecidos”. Em Concepción, por exemplo, bombeiros e socorristas procuravam encontrar sobreviventes sob os escombros de um prédio de 15 andares que ruiu e no qual se encontravam cem pessoas. “As horas, o tempo, são a variável crítica para salvar as pessoas que estão lá dentro”, afirmou a presidente da Câmara da cidade, Jacqueline van Rysselberghe.

Enquanto uns lutam contra o tempo para salvar vidas, outros pilham os supermercados. Por necessidade, garantem. “Não é roubo, é desespero. Não temos nada para comer, nem beber”, lançou uma mulher a um repórter da televisão chilena que a apanhou a sair de um supermercado com mantimentos. E um homem, que tentava entrar, justificava-se: “É para os meus filhos, é a única forma de os alimentar.” A polícia acabaria por dispersá-los, utilizando canhões de água e granadas de gás lacrimogéneo. Entretanto, o aeroporto de Santiago recebeu ontem cinco voos internacionais, mas o tráfego continua condicionado.

( Com informações do Diário de notícias, Lisboa)

mar
01

Condenado a pagar três salários mínimos a uma entidade pública assistencial, o jornalista Diogo Mainardi luta na Justiça para não perder a primariedade penal. A punição foi imposta pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP). Mainardi teria difamado e injuriado, em 2006, em sua coluna da Revista Veja, o também jornalista Paulo Henrique Amorim. O colunista queria que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) reconhecesse a prescrição da punição, mas teve o pedido negado por duas vezes, a última na semana passada.

No habeas corpus analisado pela Sexta Turma, a defesa de Mainardi invocou a chamada “tese da prescrição retroativa”. Alegou que teria transcorrido o prazo de “mais que o dobro da pena aplicada, a saber, seis meses” entre a data do recebimento da queixa (11 de dezembro de 2006) e o julgamento da apelação que o condenou (18 de agosto de 2008). A condenação do TJSP foi de três meses e 15 dias de detenção.

A Sexta Turma acompanhou por unanimidade o voto do desembargador convocado Celso Limongi. Ele esclareceu que é preciso identificar a lei aplicável ao caso, ou seja, se a prescrição deve ser calculada de acordo com as regras do Código Penal ou nos moldes da Lei de Imprensa (Lei n. 5.250/1967), norma em que se baseou a queixa apresentada contra Mainardi.

De acordo com o relator, como o TJSP condenou o jornalista baseado no Código Penal (artigos 139 e 140), a prescrição da pena imposta deve ser calculada segundo os critérios estabelecidos nessa lei. Sendo assim, só estaria prescrita a punição com o transcurso de dois anos, o que não ocorreu.

( Fonte: Superior Tribunal de Justiça )

mar
01

====================================================
VALSA DE UMA CIDADE, DE ISMAEL NETO, COM RITA LEE
RIO, FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

====================================================

MARIA OLIVIA

Minha alma canta, vejo o Rio de Janeiro, estou morrendo
de saudade. Rio, teu mar, praias sem fim, Rio, você foi feito pra
mim.Cristo Redentor, Braços abertos sobre a Guanabara,
Este samba é só porque, Rio, eu gosto de você, a
morena vai sambar, seu corpo todo balançar,
Rio de sol, de céu, de mar, dentro de mais um minuto
estaremos no Galeão,
Cristo Redentor, braços abertos sobre a Guanabara,
Este samba é só porque, Rio, eu gosto de você, a
morena vai sambar, seu corpo todo balançar,
Aperte o cinto, vamos chegar, água brilhando, olha a
pista chegando e vamos nós.

Mais bela do que esta canção de Tom Jobim e Vinícius de Moraes só ao vivo e em cores.
Hoje tem festa de aniversário espalhada por toda cidade. Às 11, tem show na famosa Rua da Carioca. Às 12h, o Arcebispo Metropolitano, Dom Orani João Tempesta, abençoará o Rio com a Imagem Peregrina de São Sebastião, padroeiro da cidade e da arquidiocese. Em seguida, haverá um bolo de 10 metros de comprimento, a Banda da Sarca tocará hinos religiosos e haverá a entrega do título “Mais Carioca do Rio”, com direito à faixa e a troféu para o locutor esportivo da Rádio Globo, José Carlos Araújo, e para a cantora Elza Soares. Às 14h acontece a Primeira Tarde Cultural no Cinema Íris.
A Secretaria municipal de Cultura também festeja a data com uma agenda musical. A partir das 18h, a Praça Mahatma Gandhi, na Cinelândia, no Centro do Rio, vai receber o Palco Sobre Rodas, com a presença da sambista Leci Brandão, da banda Farofa Carioca e show da Companhia Carlinhos de Jesus. A entrada também é gratuita.

No Jardim Botânico, na Zona Sul, haverá lançamento do projeto Circuito Bossa Nova, no espaço Tom Jobim, com o músico João Donato. O evento começa às 20h30. O valor da entrada é de R$ 30 (inteira), sendo que estudantes e idosos pagam meia. Às 21horas, na Cidade de Deus, a atração princiapl é Gilberto Gil, que faz apresentação ao lado da filha Preta Gil, de Maria Gadu, MV Bill e o Grupo Revelação.

Maria Olívia é jornalista

mar
01

Jutahy Jr:pesquisa previsível mas preocupante

==============================================

No artigo desta segunda-feira o jornalista político Ivan de Carvalho analisa a mais recente pesquisa Datafolha, na qual já se desenha na prática um empate técnico entre o governador de São Paulo, Jose Serra (PSDB) e a ministra Dilma Rousseff (PT), na corrida presidencial para a sucessão de Lula.

Segundo Ivan, em que pese a capacidade analítica do deputado tucano da Bahia,Jutahy Júnior, para quem o levantamento de opinião apresentou resultado “absolutamente previsível” – quanto à redução da vantagem do governador paulista José Serra, do PSDB, sobre a concorrente petista Dilma Rousseff, do PT –, cumpre assinalar que a previsibilidade não retira os significados do resultado.

Para o colunista, o mais evidente na peesquisa, é que o governador de Minas, Aécio Neves está fazendo uma falta danada na chapa de Serra, como candidato a vice. Confira o artigo.

(VHS)

=======================================================

OPINIÃO POLÍTICA

PREVISÍVEL, MAS E DAÍ?

Ivan de Carvalh
o

Em que pese a capacidade analítica do deputado tucano Jutahy Júnior, para quem a mais recente pesquisa do Datafolha apresentou resultado “absolutamente previsível” – quanto à redução da vantagem do governador paulista José Serra, do PSDB, sobre a concorrente petista Dilma Rousseff, do PT –, cumpre assinalar que a previsibilidade não retira os significados do resultado.

Jutahy Júnior, um dos políticos mais ligados ao governador Serra – tido e havido como o candidato da coligação PSDB-DEM-PPS e provavelmente PTB (outros partidos menores poderão eventualmente participar) a presidente da República nas eleições de outubro – apresenta alguns fatos, em entrevista ao site Política Livre, ocorridos entre a penúltima e a última pesquisa do Instituto Datafolha, como a justificar a redução da vantagem de Serra sobre Dilma.

Assinalando que “Serra continua em primeiro lugar” e afirmando a total previsibilidade da diminuição da diferença, o deputado tucano nota que entre as duas últimas pesquisas Datafolha aconteceram três fatos “que têm peso em pesquisas”: o PV e sua candidata Marina Silva tiveram um programa nacional de propaganda política no rádio e televisão, o PSB e seu possível candidato Ciro Gomes tiveram programa da mesma natureza e a ministra Dilma Rousseff teve sua candidatura lançada pelo PT “com superexposição de mídia”. No mesmo período, José Serra não teve nenhuma mídia eletrônica.

Correto. Talvez se possa mesmo dizer que não teve porque não quis, porque sua estratégia tem sido a discrição.

Bem, o que a mais recente pesquisa Datafolha mostra, sem deixar margem a dúvida, é não somente que a candidatura de Dilma Rousseff – não por mérito dela, mas quase que exclusivamente pela cobertura da máquina do governo federal e da popularidade do presidente Lula, que inventou e apóia Dilma, carregando-a a tiracolo para onde quer que vá (vale reservar algum crédito aos marqueteiros dela) – é competitiva e que a eleição de outubro será difícil, duríssima, suponho que para os dois principais aspirantes à presidência.

O deputado Jutahy, na breve análise que faz da redução da diferença entre Serra e Dilma na pesquisa Datafolha (outros aspectos da pesquisa também são reveladores e têm sido assinalados algo dispersamente pela mídia e a maioria desses aspectos favorece Dilma), é enfático ao afirmar que “nosso crescimento voltará a existir quando Serra lançar sua candidatura e nossos candidatos a governadores forem anunciados nos Estados”. O que existe por enquanto, diz ele, é “a estrutura de governo trabalhando para Dilma e Serra com divulgação restrita a São Paulo”. Jutahy aponta Serra não só como “competitivo”, mas como o candidato “favorito”.

Mas que o governador Aécio Neves está fazendo uma falta danada na chapa de Serra, como candidato

  • Arquivos