fev
27
Postado em 27-02-2010
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 27-02-2010 11:14

Polícia gaúcha investiga crime

====================================================

O velório do secretário de Saúde de Porto Alegre, Eliseu Santos, assassinado a tiros quando retornava para casa depois de participar com a muklher e filha de um culto evangélico , será realizada no salão Julio de Castilhos na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, a partir das 14h deste sábado. A informação foi confirmada pelo deputado Kalil Sehbe ainda na noite de sexta-feira.

O enterro de Eliseu Santos está previsto para as 16h de domingo, no Cemitério Ecumênico João XXIII, na Capital.

— Esse é um reconhecimento a um homem importante na política do nosso Estado. A sociedade gaúcha está consternada com um episódio que machuca a todos — disse o deputado.

Com os olhos marejados, o prefeito de Porto Alegre, José Fogaça, lamentou a morte do secretário de Saúde, Eliseu Santos, assassinado ontem à noite na Capital.

— É um momento de muita dor. A cidade perde muito com essa fatalidade — afirmou, emocionado.

Santos foi vice-prefeito de Porto Alegre na primeira gestão de Fogaça, entre 2005 e 2008. Em 2007, assumiu a secretaria da Saúde. :

O ASSASSINATO

O secretário da Saúde de Porto Alegre, Eliseu Santos, 63 anos, foi encontrado morto na noite desta sexta-feira, na Capital. Homens armados teriam abordado a vítima, que estava dentro do seu carro, no bairro Floresta.

Acompanhado da mulher Denise Goulart Silva e da filha Mariana, ele estava no culto na Assembleia de Deus localizada na Rua General Neto, iniciado por volta das 20h.

Depois de terminada a cerimônia religiosa, por volta das 21h, Eliseu permaneceu ainda por mais cerca de 20 minutos na frente do prédio conversando com amigos. Ele teria inclusive comido um pastel no local, que frequentava desde sua infância.

Os três se despediram dos amigos e saíram em direção ao carro estacionado na Hoffmann. Neste momento, conforme testemunhas, um Vectra (possivelmente prata) saiu da Avenida Cristóvão Colombo e subiu a Hoffmann em direção à Rua General Neto.

A mulher e a filha já teriam entrado no carro e Eliseu ainda permanecia do lado do fora, na porta do motorista, se preparando para entrar quando foi surpreendido pelos criminosos. Ele teria reagido com uma arma, uma pistola calibre .380. A arma não foi levada pelos bandidos e ficou caída perto do corpo.

A perícia encontrou pelo menos sete cápsulas de pistola, deflagradas, próximo à vítima. Os peritos identificaram marcas de tiros no tórax e na cabeça do secretário. Seriam pelo menos três disparos que o atingiram.

Formado na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em 1973, Eliseu Santos foi vice-prefeito de Porto Alegre na primeira gestão de José Fogaça, entre 2005 e 2008. Em 2007, assumiu a Secretaria da Saúde em Porto Alegre

(Com informações do jornal Zero Hora, de Porto Alegre)

Be Sociable, Share!

Comentários

Guerino Sartor on 28 Fevereiro, 2010 at 12:13 #

Ele era um homen contundente e no cargo que ocupava pode ter contrariao intereses poderosos,há uma ivestigação na pasta,mas intendo que PA perde muito com tudo isso lamentáel


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos