fev
20
Postado em 20-02-2010
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 20-02-2010 21:07

ACM Junior:”PT não liga”

====================================================

Atraves de sua assessoria, o senador do DEM da Bahia, Antonio Carlos Junior disse ter ficado “perplexo”) neste sábado com o programa de governo que, segundo ele, o PT quer impor à ministra Dilma Rousseff, aclamada hoje como candidata do partido à sucessão do presidente Lula.

Para o senador e empresário baiano, entre os pontos mais polêmicos do programa estão a cobrança de impostos sobre grandes fortunas e a jornada de trabalho de 40 horas semanais. “Na semana que antecedeu ao Carnaval, o projeto de taxar grandes fortunas foi rejeitado em caráter terminativo, mas o PT parece que não liga para as decisões democráticas tomadas pelo Congresso”, afirmou ACM Junior.

Ele acrescentou, ainda, que a redução da jornada para 40 horas semanais é um assunto que merece muita discussão. “Caso contrário, pode aumentar o desemprego ou o emprego informal, o que é péssimo para a economia brasileira”.

Segundo ACM Junior, o PT não desiste de “querer censurar a imprensa”, ao apoiar um projeto que controla os meios de comunicação. “Felizmente, a sociedade brasileira está atenta e não vai tolerar qualquer tipo de censura”.

Be Sociable, Share!

Comentários

Lucas Jerzy Portela on 21 Fevereiro, 2010 at 14:22 #

este sicofanta devia saber, e sabe: Imposto Sobre Grandes Fortunas não é proposta PTista.

é uma proposta da Constituição dem 1988. E inserida nela pelo PSDB de então, com amplo apoio do Dr. André di Franco Montoro.

tanto que, para passar a vigorar, basta uma leia ordinária – a que não cabe sansão da Presidência da República por ser uma previsão constitucional. Aliás, cláusula pétrea.

É como dizer que o SUS é uma proposta PTista – tenha santa paciência…!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos