fev
28


===================================================
Sugestão garimpada pelo jornalista Gilson Nogueira para acompanhar o sono – e os sonhos- dos leitores e ouvintes do BP na madrugada que se aproxima.

BOA NOITE!!!

fev
28
Posted on 28-02-2010
Filed Under (Artigos) by vitor on 28-02-2010

O número de mortos provocados pelo violento sismo que sacudiu o Chile e pelo tsunami por ele gerado no Pacífico ascende a 708 e pode continuar a aumentar, dado o elevado número de desaparecidos. Há dois milhões de desalojados.

O balanço de vítimas inclui as pessoas que morreram na sequência do terremoto e do maremoto que atingiu várias ilhas chilenas. Ontem, o Governo admitiu um “erro de diagnóstico” da Marinha que levou à não ativação de alertas de tsunami que devastou a região costeira, após o terremoto de magnitude 8,8 graus da Escala de Richter que anteontem atingiu o Chile. A hipótese de ocorrência de tsunami foi descartada pelas autoridades, mas a verdade é que ondas gigantes varreram as regiões costeiras mais próximas do epicentro do sismo.

Dos mais de 700 mortos, a grande maioria (541) é da região de Maule, a mais próxima ao epicentro do sismo, que deixou também dois milhões de desalojados e causou prejuízos calculados entre 11 e 22 milhões de euros, segundo a sociedade norte-americana EQECAT, especializada em riscos causados por catástrofes.

“Estamos diante de uma emergência”, declarou Michelle Bachelet, que sublinhou que o elevado número de desaparecidos pode fazer crescer, nas próximas horas, o balanço de vítimas.

Outra situação que poderá também aumentar o número de mortos vivia-se ontem, em Concepción (a cerca de 500 quilómetros a Sul de Santiago), onde 60 pessoas ficaram presas nos escombros de um prédio habitacional que desmoronou.

As operações de resgate foram prejudicadas pelas frequentes réplicas – há registo de mais de cem, algumas fortes – que se fizeram sentir no país depois do abalo principal.

Face à instabilidade sísmica, centenas de milhares de chilenos preferiram dormir na rua a abrigar-se em habitações danificadas e em risco de colapso.

Na cidade de Concepción, a polícia utilizou bombas de gás lacrimogéneo e canhões de água para dispersar uma multidão de saqueadores que fugia de um supermercado com pacotes de comida e produtos eletrónicos. Imagens da televisão chilena são conta de ondas de saques em muitos outros estabelecimentos comerciais.

Para agilizar a assistência às vítimas e prevenir os saques que ameaçam estender-se a inúmeras localidades, a presidente decretou “estado de exceção de catástrofe” nas regiões de Maule e Bio-Bio, que ficarão durante um mês sob tutela militar.

Antes do último balanço, estima-se em 400 as vítimas do sismo, mas quando se soube que, só na cidade costeira de Constitución, 350 morreram, era inevitável uma atualização dos números.

As imagens daquela cidade revelam casas destruídas, grandes barcos pesqueiros arrastados para terra firme e carros revirados. Há cenas de idêntica devastação em Pelluhue, outra cidade costeira, onde carros foram parar ao telhado de casas destruídas.

Centenas de milhares de casas e estradas ficaram destruídas na região central do Chile, o maior produtor de cobre do Mundo e uma das economias mais estáveis da América Latina.

Entretanto, o aeroporto de Santiago, que se previa estar fechado durante três dias, ontem reabriu parcialmente ao tráfego. Um avião da companhia aérea Lan, proveniente de Lima (Peru), foi o primeiro voo a aterrar na capital chilena.

(Com informações do Jornal de Notícias, da cidade do Porto, Portugal)

fev
28
Posted on 28-02-2010
Filed Under (Artigos) by vitor on 28-02-2010


Tudo indica que o martelo está batido nas hostes dos Verdes baianos quanto à decisão de partir com candidaturas próprias, tanto para a presidência da República, Marina Sliva, como para governador do Estado,Luiz Bassuma. além de Edson Duarte para Senador. A nota divulgada neste domingo pelo Coordenador Leste do PV, Fernando Guida, praticamente não deixa dúvidas quanto a isso. Confira. ( Vitor Hugo Soares )

=======================================================

==================================================
Querid@s Companheir@s do PV-BA,

Até dois dias atrás ainda faltava termos certeza quanto à posição do Coordenador Geral da Campanha da Marina, Alfredo Sirkis, a quem copio, a respeito da possibilidade de ainda haver nova conversa com o Governador Wagner com vistas ao possível estudo de proposta de alinhamento político do PV, sem lançarmos candidatura própria para governador.

Tive com Sirkis a conversa definitiva: não há mais sequer a possibilidade de analisarmos qualquer proposta vinda do grupo do Governador.

Antecedendo tal reunião, juntamente com o Presidente Penna, trabalhamos o tema em Brasília com diversos deputados federais e dirigentes nacionais e corroboramos a já plenamente conhecida decisão do PV-BA de lançarmos Bassuma a Governador e Edson Duarte a Senador.

Portanto, fora um pequeno grupo, há total sintonia quanto ao posicionamento do PV-BA e, por mais que ainda possa haver alguma insistência de quem quer que seja em tentar divulgar algo diferente, só há um caminho para o Partido: atender à vontade da esmagadora maioria dos Companheiros e às orientações da Direção Nacional, corroboradas pela Coordenação Nacional da Campanha Presidencial, trabalhando, de forma firme e entusiasmada, pela estruturação das campanhas da Marina, Bassuma, Edson, nossos estaduais e federais, ignorando possíveis boatos ou matérias jornalísticas plantadas ou inventadas apenas na intenção de dificultar nossa caminhada.

Saudações Verdes,
Fernando Guida
Coordenador Leste PV
www.pv.org.br

fev
28
Posted on 28-02-2010
Filed Under (Artigos) by vitor on 28-02-2010

Walter Alfaiate:samba e elegância
MARIA OLÍVIA
==================================================
Parafraseando belíssimo samba cantado pela não menos saudosa Clara Nunes, Walter Alfaiate foi embora desse mundo de ilusão. Não é mesmice dizer que mais um grande sambista da geração de bambas cariocas morreu. Não, repetir não basta.
O corpo do sambista Walter Alfaiate foi sepultado às 17 horas e 20 minutos, no Cemitério São joão Batista, em Botafogo, bairro da zona sul carioca e palco de sua vida. Cultuado pelos sambistas cariocas, jamais foi reconhecido pelas gravadoras. Com mais de 50 anos de carreira e 200 sambas compostos, ele gravou apenas três discos, graças a sensibilidade e o apoio de amigos, a exemplo de Aldir Blanc e Paulinho da Viola.

Fazer roupas, escrever e cantar sambas eram as três coisas que Seu Walter, como era chamado carinhosamente, mais gostava de fazer na vida, disse em entrevista a Diogo Nogueira – filho do grande e também saudoso João Nogueira -, que apresenta o Programa “Samba na Gamboa” , um programa semanal de samba que vai ao ar às terças-feiras, 10 da noite na TV Basil, que recomendo a todos.

Outra pérola que o mestre da tesoura e da poesia contou a Diogo: por ser garoto propaganda do seu próprio trabalho, nunca realizou o sonho de usar calça jeans. Maravilha, mestre da nobreza!.
Walter Alfaiate também gostava de registrar que Paulinho da Viola teve grande influência na sua carreira. “Ele me chamou para fazer um show com ele em um teatro, em 1976, que também saiu em CD. Conheço Paulinho e sua família há muito tempo. Sempre que me convidam, eu apareço nas rodas de samba de sua casa”.

Walter frequentava muitas rodas de samba, inclusive foi em um almoço na casa de Clara Nunes que ele conheceu Aldir Blanc. — Ele me ouviu cantando e me perguntou por que eu não gravava. Respondi que não tinha oportunidade, então ele afirmou: ‘Você vai gravar’. Eu guardei aquilo e realmente ele cumpriu sua promessa. O Aldir ficou tão inconformado por eu não gravar, que na época do jornal Pasquim publicou uma nota, que eu tenho guardada até hoje como relíquia, dizendo que não sabia por que eu não gravava, já que tinha uma voz formidável.

Além do disco, participei com ele do show que comemorou os seus cinquenta anos, no Canecão, no Rio, lembrou em entrevista.
Seu Walter era entusiasmado com a nova geração do samba carioca. Tinha razão o dono daquele vozeirão de arrepiar. Tem muita gente boa levantando a bandeira do samba e botando pra quebrar nas casas de shows do Rio de Janeiro, especialmente na Lapa.

Tenho certeza que a moçada vai lhe render belas homenagens, porque em vida, este carioca acima de qualquer coisa só foi reconhecido tardiamente. Que esses jovens que iluminam as rodas de samba deste país, continuem levando seu samba e seu gingado, pelo bem das futuras gerações e da história da música brasileira.

Para finalizar uma notícia que me chega pelo telefone: Zeca Pagodinho enviou uma coroa de flores.

Maria Olívia é jornalista

fev
28


=================================================

Velório de mestre Alfaiate no Rio

===================================================

DEU NO PORTAL G1

Começou por volta das 11h deste domingo (28) o velório de Walter Alfaiate, na sede do Botafogo, na Zona Sul do Rio. O corpo do sambista, que morreu de falência múltipla dos órgãos no último sábado (27), será enterrado às 17h, no Cemitério São João Batista, no mesmo bairro.

Sobre o caixão, bandeiras da Portela, da escola Foliões de Botafogo e de seu time do coração, além do tradicional chapéu panamá garantiam a elegância da despedida de Alfaiate. O cantor e compositor Zeca Pagodinho enviou uma coroa de flores.

“Walter era uma pessoa muito simples, que foi reconhecida tardiamente. Ele era um carioca acima do artista. Fizemos muitos shows juntos”, disse o sambista Moacyr Luz, que lembrou ainda o medo de avião do amigo.

Emocionada, Regina Célia Baldi contou que cuidou por dez anos do compositor. “A história de tudo está naquele chapéu. Ele passou por muitas dificuldades e sofreu muito”, diz ela, que costumava preparar chá de romã para garantir a boa forma da voz da cantor.

O cantor e compositor deixa três filhos.

Internação

O músico estava internado em estado grave há cerca de dois meses no Hospital da Lagoa, na Zona Sul da cidade. Alfaiate, que teve falência múltipla dos órgãos, sofria de enfisema pulmonar, ineficiência cardíaca, arritmia, insuficiência renal, gastrite e esofagite.

O sambista havia sido transferido para a unidade de saúde em dezembro. Anteriormente, ele foi internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Instituto estadual de Cardiologia Aloysio de Castro, no Humaitá, também na Zona Sul, por quase um mês.

fev
28
Posted on 28-02-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 28-02-2010

Midlin: vida exemplar

================================================

O mundo dos livros e dos verdadeiros amantes da leitura perdeu o seu guardião no Brasil: Morreu na manhã deste domingo o empresário José Mindlin, deixando de luto o mundo da leitura e da literatura, como assinala o blog Nillnews ao dar a notícia.

Nascido em São paulo em 8 de setembro de 1914, José Ephim Mindlin foi advogado, empresário e destacado bibliófilo brasileiro.

Filho do dentista Ephim Mindlin e de Fanny Mindlin, judeus nascidos em Odessa, formou-se na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Advogou por alguns anos, atividade que deixou para fundar a empresa Metal Leve, que mais tarde se tornou uma potência nacional no setor de peças para automóveis. José Mindlin deixou a empresa em 1996. Entre outras atividades, presidiu a Sociedade de Cultura Artística.

Após sua aposentadoria do mundo empresarial, Mindlin pôde dedicar-se integralmente a uma paixão que tem desde os treze anos de idade: colecionar livros raros. Seu primeiro livro foi Discours sur l’Histoire universelle de Jacques-Bénigne Bossuet, de 1740. Aos 95 anos de idade acumula um acervo de mais de 38 mil obras.

Em 20 de junho de 2006 Mindlin foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras, onde passou a ocupar a cadeira número 29, sucedendo a Josué Montello. Após saber da vitória na eleição, Mindlin declarou: “De certa forma, corôa uma vida dedicada aos livros”. No mesmo, ano Mindlin decidiu doar todas as obras brasileiras da vasta coleção à Universidade de São Paulo (USP)[2]. A partir de então, ela passou a ser chamada de “Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin”

“Nunca me considerei o dono desta biblioteca. Eu e Guita (esposa já falecida de Mindlin) éramos os guardiães destes livros que são um bem público “ , dizia José Midlin.

fev
28
Posted on 28-02-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 28-02-2010

Medo e desolação no Chile

===================================================

Considerado um dos mais violentos abalos sismicos dos últimos 100 anos, o terremoto de magnitude 8,8 que abalou o Chile ontem de madrugada , causou pelo menos 300 mortos e afetou cerca de dois milhões de pessoas. O sismo provocou uma série de alertas de tsunami nos países banhados pelo Oceano Pacífico, principalmente na Rússia e no Japão que ontem e hoje decidiram deslocar da costa milhares de pessoas.

O jornal Público, de Portugal, informa a partir de dados do gabinete chileno de emergência (Onemi), que a grande maioria das vítimas mortais, cerca de 90 por cento, morreu dentro de casa enquanto dormia, surpreendida pelo forte tremor de terra que espalhou o pânico em cidades como Concepcion e a capital Santiago, para onde seguem suspensos os vôos de avião de carreira do brasil.

Na região de Concepção, a 500 quilômetros a Sul de Santiago, a destruição assume maiores proporções com milhares de casas e carros destruídos, estradas esventradas e pontes abatidas, nomeadamente a que atravessava o rio Bio Bio. “A natureza decidiu novamente mostrar a sua força no nosso país”, lamentou a Presidente Michelle Bachelet que está prestes a terminar o seu mandato à frente do país andino com mais de 16 milhões de habitantes.

O Chile, situado numa das regiões do mundo com mais intensa atividade sísmica, é vizinho de uma zona de convergência de duas grandes placas tectónicas. Foi no Chile que se sentiu o maior sismo desde que existem registos – aconteceu em Valdivia no dia 22 de Maio de 1960 e atingiu uma magnitude de 9,5.

O Chile não foi muito atingido pelas ondas que se formaram após o abalo, com epicentro no Oceano Pacífico, a cerca de 90 quilómetros de Conceição, segunda maior cidade chilena, com cerca de 500 mil habitantes. No entanto, na pequena ilha Robinson Crusoe, a 700 quilómetros da costa, pelo menos cinco pessoas morreram e onze estão dadas como desaparecidas. Entre os desaparecidos, encontra-se uma equipa de dez arqueólogos submarinos franceses.

Ontem, a Presidente Michelle Bachelet sobrevoou as zonas afetadas. “Para já, os estragos não podem ser calculados”, disse numa mensagem ao país no final do dia. Segundo a ministra da Habitação, Patricia Poblete, 1,5 milhões de casas foram afetadas, entre as quais 500 mil deixaram de ser habitáveis.

Em Santiago, o abalo, que, segundo testemunhas, durou mais de um minuto, mergulhou vários bairros na escuridão e trouxe para as ruas milhares de chilenos aterrorizados. Várias horas depois, muitos recusavam-se a entrar nas suas casas, com receio de que as múltiplas réplicas, algumas das quais com magnitude acima dos 6, pudessem provocar ainda mais estragos.

O piso de várias auto-estradas ficou com brechas, o aeroporto da capital foi fechado por 24 horas. A pista ficou intacta, mas o terminal de passageiros ficou danificado.

Apesar dos elevados estragos, as autoridades chilenas pediram à comunidade internacional que aguardasse antes de enviar ajuda. “Uma ajuda que chega sem que estejam definidas as prioridades não é uma grande ajuda”, disse o chefe da diplomacia Mariano Fernande, afirmando que o Haiti, país recentemente abalado por um sismo, pode ter mais necessidade dessa ajuda.

Vários países e organismos internacionais propuseram a sua ajuda. A União Europeia ofereceu 3 milhões de euros de ajuda de emergência. O Secretário-geral da ONU Ban Ki-moon anunciou que o auxílio da organização que dirige está disponível. O Presidente dos EUA, Barack Obama, também se mostrou disponível a ajudar.

O sismo chileno foi mais violento do que aquele que devastou o Haiti no dia 12 de Janeiro, que registou uma magnitude de 7. Segundo o último balanço, o abalo no Haiti provocou cerca de 222 mil mortos. O Chile, um dos países mais desenvolvidos na América Latina, estava melhor preparado para fazer face ao tremor de terra. O país implementou normas de construção anti-sísmicas.

(Com informações do diário PÚBLICO, de Lisboa)..

fev
28
Posted on 28-02-2010
Filed Under (Artigos, Eventuais) by vitor on 28-02-2010

Hansen Bahia e,,,

—————————————————————
…sua obra imortal

=======================================================
ARTIGO/ARTE

PRESENTE PARA OS BAIANOS

Sandra Regina de Araujo Caldas

Este ano, comemora-se 95 anos de um grande artista Karl Heinz Hansen (1915-1978) ou como é mais conhecido Hansen Bahia. Alemão de Hamburgo, marinheiro, escultor, pintor e cineasta, que escolheu para se expressar a xilogravura.

Era um grande mestre, segundo Jorge Amado “o pai da gravura baiana”. Seu trabalho destaca-se pela forma primorosa de indicação da luz e os inúmeros efeitos criados através de delicadas texturas, fazendo surgir um novo tipo de xilogravura na arte contemporânea. Trata-se de um nome internacional nas artes brasileiras e para nosso orgulho, especialmente nas artes baianas. Transparece em sua obra a vida brasileira.

Hansen iniciou o seu trabalho como gravador por volta de 1946 na Alemanha e veio para o Brasil por volta de 1949 onde passou a trabalhar numa editora em São Paulo. Mesmo executando outro trabalho, o seu tempo livre era dedicado á gravura.

Mudou-se para a Bahia em 1955 e posteriormente escolheu para viver, a região do recôncavo, onde até hoje permanece a Fundação Hansen Bahia. Na casa onde viveu com a sua esposa Ilse Hansen, falecida cinco anos após a morte do artista, na Fazenda Santa Bárbara, em São Félix – BA pode ser visto o seu atelier e grande parte da sua obra.
Os baianos, hoje, têm o privilégio de rever o maravilhoso trabalho de Hansen Bahia no Instituto Goethe – ICBA em Salvador de 23-02 a 03-04 ou em breve na Casa dos Hansen, de Abril de 2010, quando será inaugurada a nova sede da Fundação em Cachoeira, até Março de 2011.

São 59 xilogravuras restauradas com o patrocínio do Consulado Geral da República Federal da Alemanha, no Recife. Dentre elas duas séries se destacam “Navio Negreiro” inspirada no poema de Castro Alves e a ”Via Crucis do Pelourinho” álbum homônimo com textos de Jorge Amado, além de “Amigas de Banho”, “Candomblé”, “Os cavalheiros do apocalipse” e algumas matrizes cuidadosamente recuperadas. A exposição, Hansen Bahia 95 anos, é um presente para os baianos, uma aula de arte.

Imperdível!

( Sônia Regina de Araujo Caldas, artista plástica, doutora em Letras na área de estudos culturais, professora do Curso de Comunicação Social da UCSAL e de Turismo da FAMETTIG.)

fev
27
Posted on 27-02-2010
Filed Under (Multimídia, Newsletter) by vitor on 27-02-2010

ADEUS, ALFAIATE! O SAMBA , E QUEM GOSTA DELE COMO O BAHIA EM PAUTA, LHE AGRADECEM. BOA NOITE!!! (VHS)
======================================================
)

Morreu na tarde deste sábado, no Rio de Janeiro, o sambista Walter Alfaiate, de 79 anos. Com a saúde fragil, ele recebia cuidados médicos es-eciais desde o final do ano passado.. Alfaiate estava internado no Hospital da Lagoa, na zona sul, e morreu por volta da 17 horas em decorrência de falência múltipla dos órgãos, segundo informa a Agência Estado. O corpo , ainda segundo a AE, deverá ser velado na sede do clube Botafogo, no bairro onde o sambista passou toda sua vida.

No mundo do samba carioca, Walter Alfaiate – que, de fato, exercia a profissão que lhe deu apelido – começou a despontar nos anos 60, com a participação em rodas no Teatro Opinião e de shows na boate Bolero. Teve músicas gravadas por João Nogueira e Paulinho da Viola na década de 70 e foi “redescoberto” pela mídia nos anos 90, também com apoio de Paulinho. Seu primeiro disco, “Olha Aí” foi gravado em 1998.

No final do ano passado, sambistas como Monarco, Alcione e Arlindo Cruz reuniram-se no show beneficente “Samba para Alfaiate”, no Circo Voador, com o objetivo de arrecadar recursos para ajudar no tratamento médico do sambista .

(Com informações da AE

fev
27
Posted on 27-02-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 27-02-2010

Serra x Dilma: jogo endurece

=================================================
Nova pesquisa Datafolha acaba de sair do forno neste sábado e mostra que segue em queda a diferença entre os pré-candidatos do PSDB, José Serra, e do PT, Dilma Rousseff, à sucessão presidencial.

A pesquisa publicada na edição de domingo do jornal Folha de São Paulo, que já está nas bancas da capital paulista, mostra Serra com 32% das intenções de voto; Dilma Rousseff, com 28%; o deputado federal Ciro Gomes (CE), pré-candidato do PSB, com 12%; e a pré-candidata do PV, senadora Marina Silva (AC), com 8%. Na mostra anterior da Datafolha, divulgada em dezembro de 2009, Serra tinha 37%; Dilma 23%; Ciro 13%; e Marina 8%.

O levantamento foi realizada entre os dias 24 e 25 de fevereiro. Do total de entrevistados (2.623), 9% disseram que vão votar branco, nulo ou em nenhum dos candidatos e 10% informaram que estão indecisos. O levantamento tem margem de erro de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

Segundo o portal IG, a pesquisa também apresentou um cenário sem a presença de Ciro Gomes. Nessa simulação, aumentam para 38% as intenções de voto em Serra (ante 40% na pesquisa realizada entre 14 e 18 de dezembro); Dilma atinge 31% (ante 26% da pesquisa anterior); e Marina Silva fica com 10% (11% no levantamento de dezembro).

IG assinala ainda que no cenário de segundo turno, numa eventual disputa entre Serra e Dilma, o tucano lidera com 45% das intenções de voto e a petista aparece com 41%. O levantamento realizado em dezembro apontava Serra com 49% das intenções de voto e Dilma com 34%. Em outro cenário de segundo turno, Dilma vence com 48%, contra 26% de Aécio.

De acordo com o Datafolha, o pré-candidato Serra registra o maior índice de rejeição entre os presidenciáveis, com 25%; seguido de Dilma com 23%; Ciro, com 21%; Aécio, com 20%; e Marina, com 19%. A pesquisa avaliou também o índice de aprovação do presidente Lula. Na mostra, a aprovação ficou em 73% (de ótimo e bom). Na pesquisa de dezembro, este índice foi de 72%, o mais alto patamar de popularidade apurado pelo Datafolha.

A pesquisa Datafolha está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob protocolo nº 4080/2010.

Pages: 1 2 3 4 5 6 7 ... 18 19

  • Arquivos