jan
06

Ivete Sangalo…

=================================================
…e Anamara: Mera coincidência!!!

========================================================
GRAZZI BRITO

JUAZEIRO (BA)A baiana Anamara Brito será umas das quinze participantes do reality show da Rede Globo Big Brother Brasil em sua 10ª edição. A policial militar (PM) , 25 anos, já vem causando polêmica antes mesmo do início do programa, tanto pela notável semelhança com a conterrânea famosa Ivete Sangaloem, como por suas suas declarações em que demonstra toda sua vontade de conquistar o prêmio de 1 milhão e meio de reais.

Grazzi Brito é jornalista, mora em Juazeiro (BA), região do vale do São Francisco )

“Pra mim o importante não é participar é vencer”, diz a bela PM. E para isso a moça parece disposta ” A galera do Big Brother vai ficar o tempo todo me vendo falar”, disse em seu vídeo de apresentação do reality show.

Segundo sites sobre o programa a morena já é considerada musa do BBB 10. Mara, como é conhecida, sempre foi reconhecida pela sua garra e vontade de vencer na vida, sua família é humilde, mas isso nunca foi empecilho para que desde cedo despontasse como uma mulher bonita e de fibra.

E foi dessa forma que saiu ainda adolescente do bairro pobre, onde ainda hoje vive sua família, para trabalhar e estudar no centro da cidade, sendo admitida na Policia Militar da Bahia. Segundo Comandante da Companhia em que está lotada na cidade de Casa Nova, Anamara encontra-se de férias e não informou a corporação a sua participação no programa.

Preocupada com o sigilo exigido pela emissora a BBB negou inicialmente boatos sobre a sua participação.

jan
06
Posted on 06-01-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 06-01-2010

Bombeiros levam balde com “elemento suspeito”/El Mundo

===================================================
Um passageiro cujo bolso deu positivo em uma inspeção de explosivos em um aeroporto da Califórnia , na manhã desta quarta-feira, 6, o que levou as autoridades norte-americana a fechar o recinto e desviar vôos, transportava na verdade inofensiva quantidade de mel de abelha engarrafado, segundo acaba de reconhecer a polícia.

Segundo o jornal espanhol El Mundo, um portavoz do FBI disse que a substância encontrada no bolso do passageiro detido resultou “ser mel inofensivo”

“A substãncia nas garrafas era mel. Deram negativas todas as provas de explosivo e narcóticos. Não é nada mais que mel, disse o portavoz do FBI Steve Dupre a Reuters.

Horas depois do incidente, Francisco Ramirez, de 31 años, que informou ser jardineiro de Milwaukee, ainda estava sendo interrogado, e os investigadores continuavam examinando o conteúdo de seu bolso.

Segundo o jornal El Mundo, os temores de segurança estremeceram os Estados Unidos desde que um homem supostamente tentou explodir um avião de passageiros em vôo para Detroit no dia de Natal, utilizando explosivos que conseguiu levarna cueca para dentro da aeronave.

Histerismo

O aeroporto de Meadows Field, localizado na cidade californiana de Bakersfield, a uns 160 kilómetros ao norte de Los Angeles, foi evacuado e fechado ao tráfego por horasy cerrado al tráfico por horas, e dois agentes federais que revisam bagagens foram levados a um hospital local depois que encontraram o “bolso suspeito”.

Michael Whorf, portavoz del departamento de vigilância do condado de Kern, disse que o pessoal foi alertado de que havia problema potencial detectado por uma máquina de revisão de bagagens. Eram garrafas de puro mel de abelha o problema.

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informações do jornal espanhol El Mundo e agências de notícias).

jan
06
Posted on 06-01-2010
Filed Under (Aparecida, Artigos) by vitor on 06-01-2010


======================================================
CRÔNICA/UMA ESTRELA

Minhas lembranças de Dalva de Oliveira, em 1972

Cida Torneros

Em mim, a Dalva entrou cedo demais, através dos discos em 78 rotações que ouvia meus avós e tios tocarem na velha vitrola na casa do subúrbio carioca, lá em Ramos, nos anos 50. Sua voz ecoou por décadas, e foi se restringindo depois, a duas canções inesquecíveis que acompanharam meus carnavais da adolescência, pelas gravações de Máscara Negra e Bandeira Branca.

À figura da mulher amadurecida eu aliei uma impressão pessoal de observar um olhar muito triste, que eu pressentia que talvez um dia a vida me desse oportunidade de desvendar o porquê. Sabia pouco da sua história, conhecia seu filho cantor, de voz magnânima, o Peri Ribeiro, que me encantava nos shows que assisti ao lado da Leni Andrade. Também, impossível não ter ouvido falar do sucesso do seu ex-marido, o compositor Herivelto Martins, ressaltando a belíssima Ave Maria no Morro, canção que teve tantas gravações e correu o mundo, representando o Brasil.

O tal dia chegou em 1972, quando eu trabalhava na revista semanal O Cruzeiro, e me mandaram fazer um plantão no Hospital São Lucas, em Copacabana, onde a cantora-estrela Dalva se encontrava internada, agonizante. Devíamos preparar um caderno especial sobre sua vida, e a qualquer momento, quando ela morresse, a publicação ia ser encadernada para o consolo do seu público e para o faturamento de vendas da empresa, como sempre acontece na indústria cultural.

O tal plantão rendeu dias e noites, revezando-nos, entre os companheiros de redação, e do departamento fotográfico, a quem cabia registrar as fotos dos visitantes, geralmente, na entrada da casa de saúde, no hall onde ficamos acampados, já que não nos era permitido subir ao seu quarto. Muitas vezes vimos seus filhos chegarem e saírem com os olhos cheios de lágrimas, era possível sentir no ar que aquela estrela que se apagava com dores de grande artista, também levava um número incrível de fãs contagiados por seu trabalho de décadas, ao desespero, que pude constatar no seu velório, no teatro João Caetano, na Praça Tiradentes, e ainda, no cemitério, durante seu enterro, que lotou não só o campo santo, como as ruas abarrotadas de pessoas que cantavam Bandeira Branca.

Foi uma justa homenagem a quem tanto ofereceu de sua alma, coração e vida ao povo brasileiro, principalmente o carioca, pois, no Rio de janeiro, ela brilhou como ouro tanto na vigência do Trio do qual participou por muitos anos, ao lado de Herivelto Martins, abrilhantando os shows ao vivo nas estações de rádio, e ainda, nas noites inesquecíveis do Cassino da Urca.

Eu não a conheci de verdade. Estive ali, bem próxima, sentindo, por tabela, sua dor e a dor dos que a amaram tanto, mas aprendi a sentir o quanto essa criatura foi especial no cenário da história da música popular brasileira. Hoje, fico muito feliz que tenham produzido uma mini série sobre ela e sua vida, pois considero um direito das novas gerações tomarem conhecimento de histórias de artistas grandiosas como Dalva foi.

Ela continua sendo uma verdadeira estrela do céu, do mar, e da vida de um tempo em que oferecer sua arte era como dar-se aos sentimentos mais interiores, misturar alma e coração, estômago e emoção, ao cancioneiro popular, às mazelas de amores felizes e infelizes, aos altos e baixos próprios da vida de qualquer mortal necessitado de amor, compreensão, reverência, perdão e homenagem merecida como esta que ora se apresenta na televisão brasileira.

A estrela Dalva no céu desponta e a lua anda tonta, com tamanho explendor…viva Dalva, viva sua história que merece ser recontada e , sobretudo, reverenciada.

( Aparecida Torneros, jornalista, escritora, mora no Rio de Janeiro, onde edita o Blog da Mulher Necessária )

jan
06

Ivete: vôos internacionais/img.VEJA

========================================================
DEU NA REVISTA

Na edição desta semana a revista Veja publica na coluna Holofote, assinada pelo jornalista Felpe Paturi, a seguinte nota sobre o encontro no Brasil da baiana Ivete Sangalo com a norte-americana Beyoncé, em fevereiro, com parada também por Salvador:

====================================================================
“My king, how can I say axé?

A cantora baiana Ivete Sangalo está pagando curso de inglês para toda a sua trupe. No mês que vem, a rainha do axé se apresentará ao lado da pop star Beyoncé, e quer que seus músicos, bailarinos e assessores se entendam com a equipe da americana. Não é só. Ivete deseja que 2010 seja lembrado como o ano em que sua carreira internacional deslanchou – outro motivo para sua equipe aprender inglês. Marcou até data para o bloco adquirir alguma fluência: setembro, quando ela gravará um DVD no Madison Square Garden, em Nova York”

jan
06
Posted on 06-01-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 06-01-2010

Geddel: no ataque

===================================================
Que Angra dos Reis, que nada!

Que desabrigados das chuvas no Sudeste, vitimas de pontes destruidas e estradas arrasadas no Sul! As turmas da Defesa Civil do governo federal que se virem sozinhas nessas regiões atingidas pela tragédia do começo de 2010.

Por enquanto, o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, prefere permanecer mesmo em Salvador, sem tirar os olhos da praia de Inema onde descansa o presidente Lula. Enquanto isso, desempenha o trabalho que o ministro executa melhor e com mais prazer: política caseira, temperada com pauladas na cabeça do governador petista Jaques Wagner e sua administração.

Nesta quarta-feira, 6, dia de Santo Reis, o ministro de Lula não distribuiu caramelos nem refresco. Amanheceu bem cedinho no estúdio da Radio Band News-FM Salvador, onde distribuiu pauladas em entrevista bem ao estilo Geddel (ou seria ACM?)

.O assunto menos tratado na conversa com a repórter escalada para ouvi-lo foi o atendimento emergencial das vítimas da chuvas, tarefa de sua Pasta, através da Defesa Civil.

Durante quase 10 minutos, praticamente sem ser incomodado, o ministro Geddel falou com entusiasmo do governo de Pernambuco e das “maravilhas” do porto e do polo petroquimico de SUAPE, sempre colocadas em contraste com as “misérias, atraso e a lerdez dp governo baiano”, principalmente nas áreas de Segurança e Saúde.

“A Bahia hoje só é campeã em Dengue e em Meningite”, disparou. E seguiu no ataque ao governador petista, sempre tomando cuidado em ressalvar a eficiência e a capacidade de trabalho do governo federal do presidente Lula, a que ele serve.

Perguntado sobre o que considera sua maior virtude e seu maior defeito, Geddel respondeu apenas a primeira parte da questão: “considero minha maior virtude o grande amor que tenho pela Bahia” ( e deu a impressão nítida para o ouvinte que isso já foi dito antes por outro político local).

Quanto ao maior defeito, o ministro desconversou: “Isso eu deixo para que meus inimigos respondam”.

A repórter não insistiu. Deu mais uma risada simpática, o minstro agradeceu e a entrevista acabou.

(Vitor Hugo Soares)

jan
06
Posted on 06-01-2010
Filed Under (Multimídia) by vitor on 06-01-2010


===============================================

Hoje , 6 de dezembro, é dia da festa de Santo Reis. “Anda meio esquecido” (na Bahia e no resto do País), como canta o inesquecível Tim Maia, mas Bahia em Pauta está aqui para lembra de ambos: da festa de Reis e de Tim. É ele que interpreta “Santo Reis”, a música para começar o dia neste 6 de dezembro de 2009. Cantemos todos com Tim Maia.

Ah! Não esqueçam de pelo menos começar a desmontar a árvore de natal do ano passado. Hoje é o dia!

(Vitor Hugo Soares)

jan
06
Posted on 06-01-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 06-01-2010

Espanto na casa da paz/img Correio da Bahia

=====================================================
DEU NO COREREIO DA BAHIA

Bruno Menezes | Redação CORREIO | Fotos: Evandro Veiga

Desrespeito à religião e ao ser humano. É assim que os moradores e frequentadores do espaço onde funciona o terreiro Ilê Axé Opô Afonjá, de Mãe Stella, interpretam a série de assaltos que vem sendo realizada no local. Em uma semana, bandidos invadiram o local, no São Gonçalo do Retiro, pelo menos três vezes.

Na manhã da última segunda- feira teve até tiroteio: moradores contam que, em perseguição a um bandido que usou o terreno como rota de fuga, policiais abriram fogo dentro terreiro, assustando quem estava por perto.

A polícia afirma que diversas quadrilhas de traficantes agem no local. A ousadia dos criminosos é tanta que a administração do terreiro está construindo um muro para isolar o espaço dedicado ao candomblé da invasão da Baixinha do Santo Antônio. Os bandidos, irritados com a obra, já avisaram: vão derrubar a construção.

“Eles já mandaram recado dizendo que vão fazer buracos no muro ou derrubar. Isso porque vai fechar o acesso deles a um campo de futebol usado por eles no fim do terreno. Lá, eles embalam droga, jogam bola, consomem o material entorpecente ou se escondem, quando a polícia está por perto”, conta um funcionário do terreiro que, com medo, pede para não ser identificado.

As marcas da violência estão por toda parte. As casas de pelo menos seis orixás já foram arrombadas e tiveram os nomes das entidades, feitos em cobre, arrancados da fachada. “Não tem mais nome nas casas de Oxum, Oxalá, Yemanjá, Ogum, Omolu e Xangô”, completa o funcionário.

jan
06


BOA NOITE!

  • Arquivos

  • Janeiro 2010
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031