jan
04
Posted on 04-01-2010
Filed Under (Multimídia) by vitor on 04-01-2010


BOA NOITE!

jan
04
Posted on 04-01-2010
Filed Under (Multimídia) by vitor on 04-01-2010

jan
04
Posted on 04-01-2010
Filed Under (Artigos, Ivan) by vitor on 04-01-2010

Em sua coluna política diária na Tribuna da Bahia o jornalista político Ivan de Carvalho fala nesta primeira segunda-feira de 2010, sobre a “censura judicial” a que o jornal “O Estado de S. Paulo segue subetido, como em 2009, impedido de falar no processo que envolve Fernando sarney, filho presidente do Cpngresso, senador José Sarney. Ou melhos, Ivan comenta a estratégia criativa dos blogs para vencer a censura dos juizes, que surgiu quando dois blogueiros foram proibidos pela justiça de publicar informações sobre escândalos diferentes. Confira no texto que Bahia em pauta reproduz. (VHS)

   =============================================

 Fernando Sarney: intocável

===============================================

OPINIÃO POLÍTICA

CRIATIVIDADE DOS BLOGS 

Ivan de Carvalho

Informa o jornal O Estado de S. Paulo, proibido pela justiça de publicar informações sobre o processo que envolve Fernando Sarney, um dos filhos do presidente do Senado, José Sarney, que blogs inauguraram a estratégia de driblar a censura (rima para ditadura) imposta por autoridades judiciais.

O jornal permanece impedido há meses de publicar dados a respeito do caso Boi Barrica. Fernando Sarney já declarou que não teve a intenção, ao pedir à Justiça que impusesse a censura, de censurar a imprensa. Suponho, então, que sua intenção tenha sido a de que a Justiça fizesse o trabalho por ele, o que aconteceu.

Depois de sua declaração tão esclarecedora, Fernando Sarney (José  Sarney disse que não tem nada com isso, pois o assunto é com o Fernando, que nem político é, mas empresário) tomou alguma providência processual no sentido de esconder o gato, mas deixou o rabo (do gato) de fora, porque mesmo depois da tal providência o jornal continuou sob censura prévia específica e vem fazendo, para seus leitores, a contagem do já grande número de dias a que a ela está submetido.

Mas voltemos à estratégia dos blogs, a revelar que embora a maldita censura (a censura de informações e opiniões, bloqueando a liberdade de expressão, está vedada por cláusula pétrea da Constituição, mas parece que há juízes que ainda não leram essa parte da Carta Magna, embora esteja logo no começo do documento) ensaie seu retorno triunfal sobre a nação, nem tudo está perdido.

A estratégia surgiu quando dois blogueiros – o jornalista Fábio Pannunzio e a economista Adriana Vandoni – foram proibidos pela Justiça de publicar informações sobre escândalos diferentes. Então eles passaram a trocar informações – um blog publica as que estão proibidas ao outro e vice-versa. Assim, não desacatam as ordens judiciais nem deixam os escândalos escondidos na moita.

A estratégia, ironicamente batizada de “permuta de censura”, já ganhou duas adesões. A última delas, da jornalista Alcinéia Cavalcanti, proibida pela Justiça do Amapá de publicar notícias sobre a família Sarney. José Sarney, da tribuna do Senado, já declarou que jamais processou um jornalista. Mas há mais de vinte ações dele contra Alcinéia Cavalcanti, disseram os blogueiros.

Segundo o jornalista Pannunzio, da Rede Bandeirantes e que tem o Blog do Pannunzio, a estratégia “tem o objetivo de preservar o interesse público e a liberdade de imprensa, ao mesmo tempo em que respeitamos a decisão dos juízes que nos censuraram”.

O Blog do Pannunzio está proibido de publicar notícias sobre Deise Zuqui, investigada pela Polícia Federal por suposto envolvimento com uma quadrilha de traficantes de trabalhadores e Adriana Vandoni, do blog Prosa e Política, foi proibida pela Justiça de Mato Grosso de veicular informações sobre o presidente da Assembléia Legislativa, José Riva, que responde a mais de 100 ações por improbidade administrativa. Também já integra a rede “Permuta de Censura” o blog Página do E, de Enock Cavalcanti, censurado pela justiça de Mato Grosso. Que prospere a estratégia, se necessário.

jan
04

Marcelo Nilo, presidente da Assembléia 

=====================================================
Tem muita gente querendo conhecer o texto com o conteúdo completo do “ato secreto” editado sob o formato de Resolução Legislativa, assinada pelo presidente da Assembléia , Marcelo Nilo, que cria a primeira “mamata” de 2010, para favorecer deputados de todos os partidos com recursos públicos.

Passo a passo:

Para acessar o ato vá no endereço:( www.al.ba.gov.br). Depois acesse o conteúdo do Diário Oficial do Legislativo e no topo da página tem um link: atos do poder legislativo. O primeiro ato
é o que cria a “mamata”.

Boa sorte

(Vitor Hugo Soares )

jan
04

resgates na área da Pousada Sankay/IGReuters

Deu no portal
===================================================
No espaço Último Segundo o portal IG acaba sw publicar que os bombeiros localizaram na tarde desta segunda-feira, 4, mais três vítimas dos deslizamentos de terra ocorridos no réveillon no Morro da Carioca, segundo informações da Prefeitura de Angra dos Reis, no litoral sul fluminense. Com os novos corpos retirados, chega a 50 o número de mortos na maior tragédia da noite de reveillon na chegada de 2010.

Os três últimos corpos – todos de crianças – foram resgatados no início da tarde. Mais cedo, o corpo de um homem idoso foi resgatado e levado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade. Agora, chega a 21 o número de mortes causadas pelo deslizamento ocorrido na sexta-feira (1º) no local.

Até o fim da tarde de domingo (3), cinco corpos haviam sido encontrados em Angra, um na Enseada do Bananal, em Ilha Grande, e quatro no Morro da Carioca, onde cães farejadores localizaram os corpos de duas crianças e, dois adultos foram retirados dos escombros com a ajuda de uma retroescavadeira. Na Ilha Grande, três pessoas ainda estão desaparecidas, entre elas duas crianças.

jan
04

Assembéia 2010: tudo como d`antes

======================================================
O ano novo chegou mas nem parece, pelo menos na Assembléia Legislativa da Bahia, onde tudo segue como d’antes no quartel comandado por Marcelo Nilo. A ponto de praticamente não surpreender a mais ningém – menos aos olhos atentos do Bahia em Pauta, evidentemente – a publicação no Diário do Legislativo do final de semana, datado de 31 de dezembro, da resolução nº 1464, 30 de dezembro de 2009.

Ali se altera o valor da verba indenizatória devida aos deputados para o “ressarcimento de despesas do mandato como; alugueis de salas, material de divulgação do mandato, consultorias”, etc. e tal…
Essa verba, autêntica mamata parlamentar agora passa de 15 para 27 mil reais, se igualando aos deputados federais.

Na simples leitura da resolução nada se percebe do auto-benefício, pois está (mal) disfarçado no meio de revogações e modificações de resoluções anteriores. Mas o Erário vai sentir, seguramente.

Mamata dos deputados baianos e presente de grego de fim de ano da Assembléia para o povo baiano pagar, já se vê.

Que lástima!

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informações de olhos e ouvidos sempre atentos da Assembléia, gente que não cochila, apesar do feriadão)
=======================================================
Em tempo: a data da publicação é altamente sugestiva: 31 de dezembro, onde a maioria da população viaja e poucos acessam o Diário.

jan
04
Posted on 04-01-2010
Filed Under (Artigos, Janio) by vitor on 04-01-2010

===================================================

CRONICA/RECOMECO

O PRIMEIRO SOL DE 2010

Janio Ferreira Soarea

Neste ano que se inicia prometendo acalorados debates políticos e esportivos envolvendo Wagner, Souto, Geddel, Dunga, Dilma, Serra e o nosso infalível democrata cristão Eymael, só tenho a certeza de uma coisa: quaisquer que sejam os resultados das eleições e da Copa do Mundo, a vida continuará uma festa para Kaká e Cia e para os frequentadores das colunas de Mônica Bergamo e de July. Já para a maioria dos ouvintes do serviço de alto-falante Jota Araujo, aqui na vizinha cidade de Glória, tudo vai depender da barra que antecede ao primeiro Sol do ano.

Se ela se fizer presente, retardando por alguns segundos a espetacular visão das nuvens formadas pelas garças que sobrevoam as manhãs do São Francisco, pode ser que João Vaqueiro se anime a arar um pedaço de terra pra plantar os seus grãos. Digo pode ser, porque ele, embora crente, anda desconfiado dessa lenda (que reza que quando aparece uma barra antes do primeiro amanhecer vai ser um ano de chuva), desde que, no começo de 2009, foi na onda de uma que segurou o Sol por mais de três minutos, plantou duas tarefas de melancia e perdeu tudo.

Na sua percepção a coisa toda começou a desandar depois da globalização e da internet. Ele cita como exemplo o fato de seu neto varar as madrugadas proseando com outro menino lá nos cafundós da China e ainda por cima vendo sua imagem no monitor. E termina dizendo que do jeito que a coisa vai, é capaz de qualquer dia aparecer uma foca nadando na beira do São Francisco.

Exageros a parte, realmente o mundo anda meio estranho. Mas o que me conforta um pouco é essa espécie de déjà vu climático, que faz com que uma tragédia atual seja anunciada como a maior que aconteceu há 80, 90 anos, quando, presumo, o desmatamento e a emissão de gases eram bem menores.

Pra terminar (ou pra começar), crendo ou não em barras, tomando Sidra ou Veuve Clicquot, desejo a todos um grande início de ano. De preferência ouvindo uma velha canção de Roberto, daquelas do tempo em que as estrelas mudavam de lugar e chegavam mais perto só pra ver. Eu vou de Eu Preciso de Você. Pra Valéria. Sempre.

Janio Ferreira Soares, cronista, é secretário de Cultura e Turismo de Paulo Afonso

  • Arquivos

  • Janeiro 2010
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031