dez
29
Postado em 29-12-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 29-12-2009 22:13

Lyndon B. Jonhson no traço genial de Levine

==================================================
Deu no jornal Público (Portugal)

Morreu David Levine, o pintor e ilustrador cujas caricaturas de intelectuais, políticos e atletas, com grandes cabeças e pose implacável, em sombreado feito com finos traços a preto e branco, eram a imagem de marca da “New York Review of Books”, publicação referencial para os intelectuais norte-americanos

Com 83 anos, Levine vivia no bairro do Brooklyn. Morreu devido a um câncer de da próstata e outras complicações da doença, segundo noticiou o “New York Times”.

Não era o macabro, ou a crítica social, nem mesmo o humor absurdo da vida quotiniana ou o que há de neurótico em cada personagem que distinguiam o seu trabalho, sublinha o jornal nova-iorquino. Mas o seu trabalho era profundo e artístico de uma forma literária, “o que leva muitos a sugerir que era herdeiro dos mestres da ilustração do século XIX Honoré Daumier e Thomas Nast”.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2009
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031