dez
27
Postado em 27-12-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 27-12-2009 13:01


===================================================
A atriz Larissa Maciel estreou na televisão com o pé direito. Em seu primeiro trabalho em rede nacional, ela chamou a atenção do público e abocanhou 32,91% dos votos na eleição Melhores de PopTevê 2009 na categoria Atriz Revelação. “Fico feliz com esse reconhecimento. Não é o motivo pelo qual trabalho, mas vejo o prêmio como um carinho”, conta ela, que interpretou o papel-título da minissérie “Maysa – Quando Fala o Coração”.

Texto assinado por Natalia Palmeira no site da UOL assinala que,para viver a personagem, Larissa passou por uma preparação intensa. Foram oito meses de dedicação para dar vida à cantora, mãe de Jayme Monjardim, diretor da minissérie escrita por Manoel Carlos. “Foi um trabalho de composição muito sensível. Precisei aprender sobre essa mulher que mostrava a alma enquanto cantava”, avalia Larissa, que não apenas dublou a cantora. A atriz precisou ter aulas de canto para fazer uma espécie de “dueto” com as gravações originais de Maysa para dar mais naturalidade às cenas. “Tive que aprender a respirar junto com ela e também ter domínio de palco, já que nunca cantei com um microfone antes”, acrescenta.

Apesar de só ter se tornado conhecida dos telespectadores com a minissérie, Larissa tem 11 anos de carreira como atriz. E foi através de seus trabalhos no teatro e na RBS, afiliada da Globo no Rio Grande do Sul, que conseguiu o papel na trama. “O Leo Gama, produtor de elenco, me chamou para fazer o teste da personagem. Consegui e foi quando tudo começou”, rememora a gaúcha, que considera instigante interpretar um personagem real. Afinal, mesmo trabalhando para ser fiel às características da cantora, ela precisou dar a sua própria interpretação de quem foi Maysa. “O Jayme tinha uma preocupação muito grande de que a obra não fosse uma imitação, mas uma homenagem”, revela.

Para a atriz, a maior complexidade do papel aconteceu nos momentos em que teve de adequar a emoção das cenas com a música. Isto porque Jayme optou por não gravar as apresentações musicais em forma de shows. “Foi preciso juntar muitos detalhes para fazer a personagem funcionar”, explica Larissa, que, ao cantar “Hino ao Amor”, por exemplo, precisou medir a emoção sentida pela personagem – que acabava de saber da morte de André Matarazzo, seu ex-marido. A situação, que aconteceu mesmo durante uma apresentação da cantora, exigiu atenção da atriz. “Era um momento triste, mas eu não podia chorar copiosamente, porque na gravação original ela não estava chorando”, pondera.

Segundo a matéria da UOL, mesmo com uma estreia de impacto e a caracterização bastante fiel, a atriz diz que o medo de ficar para sempre sendo lembrada como Maysa não passou por sua cabeça. Para Larissa, a oportunidade de ser apresentada ao público com um papel marcante é um privilégio para poucos. “Alguns atores têm a sorte de conseguir bons personagens. Eu consegui um excelente. Isso é algo que me deixa feliz”, ressalta ela, que já tem um novo trabalho para breve. A atriz está no elenco de “Passione”, que vai substituir “Viver a Vida” e será escrita por Silvio de Abreu.

LEIA INTEGRA DA REPORTAGEM NO PORTAL UOL ( www.wol.com.br )

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2009
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031