dez
26
Postado em 26-12-2009
Arquivado em (Artigos, Vitor) por vitor em 26-12-2009 00:01

Marcio: no hospital em Salvador
marcio
—————————————————
Sean: embarque para os EUA
sean
============================================

ARTIGO DA SEMANA

SEAN E MARCIO: MENÍNOS SIMBÓLICOS DO BRASIL

Vitor Hugo Soares

O tempo do Natal e do Ano Novo é pleno de simbologias envolvendo crianças e sentimentos. O mundo nesta época, desde os primórdios do cristianismo, é mostrado como um território dominado por adultos poderosos e insensíveis, abastados e cruéis em eternas conspirações contra meninos inocentes.

O escritor britânico Charles Dickens emprestou, depois, genialidade às novelas natalinas, ao povoa-las de malfeitores de todos os tipos, mas em geral usurários capitalistas que atazanavam crianças inglesas e européias nos livros. Mais tarde, também, as americanas e brasileiras, quando suas histórias ganharam as telas do cinema e os palcos teatrais.

Faltava “o toque bem brasileiro”. A chamada “cor local”, que acaba de explodir em dimensão internacional nas historias reais de dois meninos no Brasil. No Rio de Janeiro, Sean Goldman, de 9 anos, que voou com o pai para os Estados Unidos, na quinta-feira. Na Bahia, o menino Márcio, de apenas dois anos, que teve mais de três dezenas de agulhas enfiadas em diferentes regiões do corpo, durante rituais de perversidades, no oeste do Estado, passa o fim de ano internado em um hospital público de Salvador, depois de duas cirurgias de alto risco. Deve passar por uma terceira nos próximos dias.

Como se vê, o Brasil acaba de mostrar ao mundo que também é o tal quando a questão é maltratar crianças. Superou-se até diante de outras nações – olha os ufanistas aí de novo. Produziu ao mesmo tempo dois episódios natalinos de arrepiar. Sean, o menino meio brasileiro e meio norte-americano acabou, por decisão do ministro presidente da Suprema Corte, Gilmar Mendes, partindo com o pai americano, em vôo fretado por uma poderosa cadeia de televisão americana, para a Flórida. Na Disney passará esses dias festivos, antes do encontro com a família do pai em New Jersey.

A viagem de volta de Sean, para o reencontro com seus avós paternos, mexeu até com a toda-poderosa secretária de Estado americano, Hillary Clinton. Ela vibrou com o veredicto de Gilmar Mendes: “Estou muito contente que Sean Goldman se reuniu com seu pai David Goldman , e que eles estão voando para Nova Jersey. Eu quero agradecer a todos que ajudaram a concluir este longo processo com sucesso, inclusive a muitos membros do Congresso e diversos partidos tanto daqui quanto do Brasil”, afirmou a secretária, em nota.

Também o senado norte-americano se meteu no caso. Em seguida à decisão do presidente do Supremo, que mandou a família brasileira – parte materna – devolver “de imediato” o garoto Sean ao pai norte-americano, a casa legislativa votou a suspensão do embargo que pesava sobre a exportação de centenas de produtos brasileiros para os Estados Unidos.

Só não se sabe ainda sobre as transformações na vida e nos sentimentos de Sean, que até aqui é o que parece interessar menos nessa história toda. Isso deve estar reservado para a abordagem do filme que se seguirá, seguramente sucesso de bilheteria. Ou série de TV na rede que patrocina o vôo de Sean com o pai para os Estados Unidos.

O segundo menino simbólico deste Natal incrível é o baiano Márcio, de dois anos e meio de idade, nascido na barriga da miséria nordestina, no seio de família paupérrima no oeste do baiano. A região é exaltada como “a nova fronteira agrícola do Estado” por políticos sevados na demagogia e no dinheiro público fácil.

De lá chega, neste fim de 2009, uma das histórias mais cruéis e horripilantes de qualquer tempo e de qualquer lugar, mesmo os mais primitivos. Também com repercussão mundial, mas sem as mesmas reações locais prontas e os discursos enfáticos dos donos do poder, da política e, muito menos dos escalões mais elevados do judiciário. Salva-se, no caso, a humanidade e o esforço competente e generoso dos médicos e servidores do hospital público Ana Néri, da capital baiana, para minorar os sofrimentos no corpo e na alma do menino ferido, além da tentativs incessante der salvar Marcinho dos sérios riscos que ainda corre para sobreviver.

Marcio teve o corpo perfurado por mais de 30 agulhas num suposto ritual de magia negra. Recurpera-se de duas cirurgias, a mais recente realizada na véspera do Natal. Ao todo, já foram extraídas 18 agulhas que estavam alojadas no coração, pulmão, intestino, bexiga e fígado do garoto. A criança será ainda submetida a uma terceira intervenção cirúrgica para a retirada de agulhas na coluna cervical.

O padrasto do menino, que confessou o crime, teve a prisão preventiva prorrogada pela justiça, juntamente com duas mulheres suspeitas de participar no alegado ritual macabro. O resto é esperança de um final feliz, como nas mais terríveis novelas deste período.

Feliz Natal para todos.

Vitor Hugo Soares é jornalista. E-mail: vitor_soares1@terra.com.br

Be Sociable, Share!

Comentários

valeria on 26 dezembro, 2009 at 10:39 #

parabens pelo artigo……essas crianças não merecem o q estão passandopor culpa de adultos egoístas, interesseiros, etc… Na verddae só mostra q continuamos uma colonia.. agora dos EUA..

abçs


luana on 26 dezembro, 2009 at 10:44 #

ridicula comparacao, Sean foi SEQUESTRADO pela propria mae e depois pela PODEROSA FAMILIA LINS E SILVA/BIANCHI, ele em 6 meses tara super bem em convivio com pai e familia, pois esse ele de amor ja existia entre eles, como Brasileiro pode ser assim tao manipulado . Essa poderosa rede de TV Americana eh sim poderosa, ficou do lado e ajudou quem realmente foi vitima nessa historia, pois se tem uma coisa q Americano preza eh a uniao entre familia, mas se o pai tivesse algo q o desabonasse, com certeza ela taria do lado da familia Brasileira………


Mariana Soares on 26 dezembro, 2009 at 10:56 #

Belo artigo, meu irmão, não obstantes as odiáveis diferenças de postura adotadas pelos países mães destas crianças, que não sabemos como irão reagir a estas tragédias que o destino lhes pregou. Que a vida proporcione a estas crianças melhores dias, longe de tanta brutalidade, e que o nosso País seja para todos uma verdadeira Pátria, onde a justiça não se faça em função dos holofotes da mídia e, principalmente que ela não tenha donos e que os verdadeiroa bandidos, ricos ou pobres, pretos os brancos, com ou sem advogados poderosos, apodreçam da cadeia.


Antonio on 26 dezembro, 2009 at 11:14 #

A Luana tem razão. Sean foi sequestrado, e mantido em cativeiro por uma quadrilha de poderosos. Podia ser o Fernandinho Beira Mar, ou o Marcola. Foi a família Bianchi / Lins e Silva. Daqui a uns meses estará bem, e até poderá ver a ´´família´´. Só que o David tem que ter cuidado: quem sequestrou uma vez pode faze-lo novamente. É preciso mudar a falsa mentalidade ´´nacionalista´´ que existe por aqui. Tomemos conta das crianças, porque os adultos só merecem cadeia, que não existe para todos. Para os Bianchi não existe…


Milton Xavier on 26 dezembro, 2009 at 14:17 #

Quem é “Vitor Hugo Soares”? Nunca ouvi falar. O que é “Bahia em Pauta”? Também nunca ouvi falar.

Cheguei aqui procurando notícias sobre Sean Goldman e me aparece este pseudojornalista, que além de escrever mal, não sabe do que está falando. Deve só escrever em jornalecos. Que comparação infeliz. O sujeito quis escrever um textinho piegas e nem isso conseguiu.
Neste final de texto nem me lembro mais o nome do sujeito, Vitor O Quê? Bom, esqueci. Feliz natal Vitor O Quê.


Laine on 26 dezembro, 2009 at 18:00 #

É rídicula essa celeuma em torno da
devolução do menino Sean ao seu
verdadeiro pai. O Ministro Gilmar agiu corretamente… ninguém pode tirar o direito do Pai biológico ter o filho
em sua companhia – lembrando que
o garoto foi “sequestrado” pela mãe. Com certeza, Sean vai ser muito FELIZ junto a seu Pai.


Olivia on 26 dezembro, 2009 at 20:09 #

Chico Buarque para todos: “A dor da gente não sai no jornal”. Ponto final.


claudia on 31 dezembro, 2009 at 20:29 #

Nao adianta! O menino foi vendido para os americanos com apoio do povo brasileiro, o mesmo que defendeu Ronald Biggs, que era foragido da policia, maior de idade, mas era ESTRANGEIRO! Isso e BraZil! Ninguem quer saber a opiniao do Sean!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2009
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031