dez
08

Lula e Mujica: troca de afetos
Lulamujica
====================================================
Nesta terça-feira, 8, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva abriu um espaço especial em sua agenda de encontros na Cúpula do Mercosul, em Montevideu, para se reunir hoje com o vencedor das eleições uruguaias e sucessor de Tabaré Vázquez, José Mujica.

Pepe Mujica, como é chamado o senador da Frente Ampla, foi convidado depois de anunciada a sua vitória a participar da 38ª Cúpula de Presidentes do Mercosul, durante a qual aconteceu o encontro de hoje, marcado pela espontaneidade, segundo os observadores dos dois lados.

A amizade e ligação política vem de longe e foi fartamente utilizada por Mujica em sua campanha. Esta não foi a primeira vez que os dois se encontraram. Em agosto, quando Mujica ainda era candidato à presidente pela coalizão governista Frente Ampla, o uruguaio viajou ao Brasil ao lado de seu companheiro de chapa, Danilo Astori.

Além de Lula, o futuro presidente uruguaio irá se encontrar com outros chefes de Estado que estão na reunião do Mercosul, como o venezuelano Hugo Chávez e a argentina Cristina Fernández de Kirchner.

Segundo a Embaixada venezuelana no Uruguai, estava previsto uma visita de Mujica visitar, ao lado de Chávez, a fábrica En Vidrio, que foi recuperada com fundos da Venezuela. Cerca de três mil pessoas eram esperadas no local para ouvir o discurso dos dois.

Em seguida, o presidente eleito, que assumirá o Executivo do Uruguai em 1 de março, teve o encontro com Lula, a quem definiu como “modelo” durante as campanhas eleitorais.

Esta noite ainda , Mujica deve jantar com Hugo Chávez e Cristina Kirchner, que receberá hoje do Uruguai a presidência temporária do bloco sul-americano.

A mandatária conversou com Mujica ontem por cerca de 20 minutos, de maneira informal, logo após aterrissar em Montevidéu. De acordo com o ministro argentino das Relações Exteriores, Jorge Taiana, entre os assuntos que devem ser abordados no jantar está o conflito diplomático entre Argentina e Uruguai.

A causa da tensão é a instalação de uma fábrica de pasta de celulose no Uruguai ( a Papelera), na região fronteiriça com a Argentina, assunto que até já foi levado à Corte Internacional de Justiça, em Haia.

Também ontem, antes de encontrar Cristina, Mujica teve uma reunião com o presidente do Paraguai, Fernando Lugo. O objetivo do futuro presidente é entrar em contato com todos os chefes de Estado do Mercosul, formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. O bloco também tem como associados Bolívia, Chile, Colômbia, Equador e Peru.

O ingresso da Venezuela como membro pleno do Mercosul ainda não foi ratificado pelos Congressos brasileiro e paraguaio. Hoje, em Montevideu, Lula comunicou a Chavez que o senado brasileiro deve aprovar nesta quarta-feira, 9, a entrada da Venezuela no Mercosul.

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informções da Ansa e Radio Band News)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2009
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031