dez
05
Postado em 05-12-2009
Arquivado em (Artigos, Janio) por vitor em 05-12-2009 21:13

Maracanã: domingo de emoções
marac

CRÔNICA/ FUTEBOL E POLÍTICA

SÃO MUITAS EMOÇÕES

Janio Ferreira Soares

Apesar de tecnicamente nivelado por baixo, não me lembro de um Campeonato Brasileiro tão vibrante como o que se encerra neste Domingo(6). Logicamente não se compara com o de 1988, quando o Bahia foi campeão. Que o diga os moradores de Glória, no sertão baiano, que até hoje recordam os fatos que aconteceram naquela tarde de Fevereiro, cujas comemorações só não entraram pelo dia seguinte porque um torcedor mais empolgado invadiu a igreja de Santo Antônio e tentou vestir uma camisa tricolor no padre que celebrava a missa, o que quase provoca aquela que poderia ser conhecida na literatura de cordel como “A peleja entre tricolores embriagados e beatas enfurecidas nas terras do escritor Raimundo Reis”.

Mas voltando ao campeonato atual, o que mais empolga nesta rodada final não é só a disputa pelo título. Lá na cauda da tabela existe uma outra competição tão ou mais emocionante, que vai indicar os times que irão disputar com o Bahia a Segunda Divisão de 2010. E o mais impressionante é que esses jogos estão acontecendo com os estádios lotados, o que prova que os torcedores também vibram com a mediocridade. Mas, enquanto isso, em Brasília, 19 horas.

Se a coisa anda pegando fogo pelos estádios, no Planalto finalmente materializou-se aquele famoso artefato masculino que até há pouco só servia para guardar certos tipos de documentos e que, de uns tempos pra cá, ganhou a atividade de cofre. Trata-se da cueca com bolso, traje que eu só ouvira falar quando meu tio Lindemar foi a Salvador nos anos 60 comprar o terno da sua posse como prefeito de Glória e, com medo de assaltos, mandou costurar duas enormes algibeiras na sua samba-canção, o que provocou um grande alvoroço na Adamastor na hora em que ele enfiou a mão por dentro da calça para pagar a conta. É que o pessoal da loja pensou tratar-se de uma arma e foi um deus nos acuda.

Mas agora é relaxar e aproveitar a última rodada do Brasileiro. Afinal, como dirá Roberto Carlos aos seus fãs neste Sábado, em Pituaçu, “se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi”. Essa frase também cai como uma luva para a torcida de muitos times. E para Arruda e sua turma.

Janio Ferreira Soares, cronista, é secretário de Cultura e Turismo de Paulo Afonso, no Vale do São Francisco.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2009
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031