nov
09
Postado em 09-11-2009
Arquivado em (Artigos, Rosane) por vitor em 09-11-2009 11:08

Soldados em Fort Hood:mistérios
Stringer

=====================================================
ROSANE SANTANA

BOSTON (EUA) – A prestigiosa National Public Radio (NPR), dos Estados Unidos, divulgou na noite de domingo, 8 de novembro, que investigadores estão procurando pistas que levem a uma explicacão sobre a atitude do major Nidal Hasan, 39, que matou 13 e feriu 30 pessoas, na última semana, na maior base militar do país, Fort Hood, Texas. Até a hipótese de terrorismo está sendo considerada, após denúncia de que o militar teria gritado “Allahu Akbar”, “Deus é grande”, em árabe, antes do tiroteio.

Obama, que vai visitar o posto militar do Texas, nesta terça-feira, para homenagear as vitimas, usou seu programa de rádio do fim de semana para caracterizar o tiroteio como “um crime contra a nossa nação”. O presidente ordenou que as bandeiras na Casa Branca e outros edifícios federais fossem hasteadas a meio mastro até quarta-feira, Dia dos Veteranos.

O médico militar Val Finnell, que fez pós-graduacão em saúde pública com Hasan, na Virgínia, diz que ele possuia sentimentos anti-americanos e queixava-se de sentimento anti-mulcumano na tropa.”Eu tinha verdadeiras dúvidas sobre suas prioridades e suas crenças”, disse Finnell.

No entanto, um irmão de Hasan afirmou que a família está “em estado de choque” e que ele é um homem “pacífico, amoroso e compassivo”.

Comentário: Tudo leva a crer que as tropas americanas andam mesmo exauridas com as guerras do Iraque e Afeganistão, deflagradas para combater o terrorismo, destruir a Al Qaeda e matar Osama Bin Laden, sem êxito. Tanto que o tiroteio de Fort Hood não foi isolado. Outras bases teriam se rebelado e chegaram a ser cercadas, permanecendo sob forte vigilância. Obama que prometeu por fim aos conflitos, mas escalou a elite da Era Bush, para a área de segurança, temendo novos atentados terroristas, terá que dar explicações ao povo americano.

Rosane Santana, jornalista e mestre em História pela UFBA, mora em Boston e estuda na Universidade de Harvard.

Be Sociable, Share!

Comentários

Regina on 9 novembro, 2009 at 16:42 #

Na minha opiniao so nao entende quem nao quer ver. Essas guerras sao mantidas para salvar os intereses americanos e contra uma ideologia propagada por todo o Mundo com milhoes de seguidores que nao se limtam as rochas do Afganista nem as minas do Iraque. O medico psquiatra que tratava dos soldados indo e vindo das guerras, sabia mais que ninguem das miserias da guerra que afetam a todos que estam envoltos ou nao. Ele, Nidal Malik Hasan, deu varios sinais de sua insatisfacao com os conflitos envolvendo a regiao dos seus antepassados, inclusive se ofereceu a devolver o dinheiro envestido na sua educacao militar e profissional em troca da sua liberacao dos servicos armados. No entando ele estava escalado para ser enviado ao campo de guerra. O ser humano tem seus limites e, de maneira alguma, justifico suas acoes, mas nao entendo agora essa surpresa e busca de motivos. Para os Americanos esse eh so um trabalho, para os habitantes das regioes afetadas e seguidores do Islamismo eh tudo: suas vidas, sua religiao, sua historia, uma ordem dos Deuses.


rosane santana on 9 novembro, 2009 at 18:37 #

Regina, obrigada pela preciosa informação. Também gostaria de informar que, estimulada pelo seu comentário, fui ver This is it. Um belo filme sobre um grande artista. Fiquei sem entender porque havia tanta informação na midia falando mal de Michael Jackson.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2009
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30