nov
01
Postado em 01-11-2009
Arquivado em (Artigos, Eventuais) por vitor em 01-11-2009 23:28

O editor de Bahia em Pauta recebeu inúmeras mensagens por e-mails, a propósito do Artigo da Semana, ”Na Bahia de olho no Uruguai”. O texto foi publicado na revista digital Terra Magazine (de Bob Fernandes), no Blog do Noblat e no site da Rádio Metrópole (Salvador) além, evidentemente, deste site-blog Bahia em Pauta.

A vontade , meio vaidosa confesso, era trazer todas essas mensagens para publicar no espaço principal deste Blog baiano, de coração latino-americano e sentimentos do mundo inteiro. Mas como isso é querer impossível, tecnicamente inviável, a saída é publicar a mensagem de um leitor que, para este editor, sintetiza as demais.

São palavras calorosas, informativas e bem escritas de um uruguaio que vive no Brasil e ensina há décadas em São Paulo: Dr. Fernando M. Araujo-Moreira, Professor Associado do
Departamento de Física e Engenharia Física – UFSCar (a conceituada Universidade de São Carlos)., onde ele coordena o Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia; a Rede Nacional de Nanobiotecnologia Aplicada a Medicina e a Defesa, e o Projeto UNIBRAL (Capes/DAAD)

Professor Fernando Araújo com a palavra:

=====================================================
Encantos de Montevidéu
montevideu
===============================================

Caro Vitor,

Foi um prazer imenso, mais do que ler, “sentir” as suas palavras falando
da terra onde nasci, na sua matéria “Na Bahia de olho no Uruguai”.

Contrariamente ao que observo na maioria das reportagens sobre o Uruguai,o seu texto mostra claramente que “el paisito”, como carinhosamente nós o chamamos, entrou na sua alma e no seu coração. Acredito que são poucos os que, para mim, detém esse privilégio.

Há 26 anos, eu fiz o caminho inverso desses tantos nomes ilustres da
história recente que você menciona e adotei esta terra maravilhosa como a minha própria Pátria. Mas nunca deixei de ser uruguaio, nem de me emocionar até as lagrimas ouvindo o hino nacional do Uruguay, esse
pedacinho de terra tão sofrido mas também tão cheio de glórias.

O Brasil, de uma ou outra maneira, sempre tem estado ligado a todos nós … Crescí ouvindo a minha mãe comentar as obras de Jorge Amado, seu escritor predileto… Ou o meu pai ouvindo e se deleitando com as músicas do Villalobos. E, trazendo a tona uma das personagens que você menciona no seu texto.

O meu pai teve a honra de conhecer pessoalmente o presidente
João Goulart, vizinho da minha cidade natal, San Carlos, onde minha
família está desde a sua fundação em 1763! Na década de 60, quando o Jango ja estava no exilio, ele se dirigiu ao banco onde meu pai trabalhava (Banco Comercial, agencia Punta del ESte).

Lá, meu pai o reconheceu e, seguindo a típica educação “oriental” (como somos chamados os uruguaios) o chamou de “senhor Presidente”…. Até hoje meu pai conta a emoção que esse gesto causou no Jango, que não soltava a mão do meu pai num comprimento para lá de significativo.

Parabéns novamente pela sua matéria!

Um grande abraço,

Fernando
==============================================

E para fechar esta nota: Viva o Uruguai e sua gente especial! (Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2009
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30