out
29
Postado em 29-10-2009
Arquivado em (Multimídia, Newsletter) por vitor em 29-10-2009 21:11


Foi como um retorno ao tempo das cavernas, ou pior: simplesmente por chegar para a aula em sua faculdade vestida em uma mnissaia, uma estudante de uma faculdade de Turismo em São Bernardo do Campo (Grande São Paulo), foi perseguida e insultada por centenas de estudantes universitários e foi preciso recorrer á polícia parfa que a aluna pudesse ser retirada sem ser agredida fisicamente.

A estudante ouviu insultos de centenas de alunos da faculdade, que se juntaram no pátio para vê-la e xingá-la.A universitária teve que se esconder em uma sala e só foi retirada, com um avental de professor sobre a minissaia vermelha, escoltada pela Polícia Militar. A jovem chorava, constrangida e humilhada, na saída. Cenas filmadas em celula foram exibidas no Jornal da Banda na noite desta quinta-feira e constrangeram também o país.

(Postada por Vitor hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

Victor Sampaio on 29 outubro, 2009 at 23:45 #

Bando de ignorantes, deviam ter vergonha, que atraso de mentalidade, como essas pessoas estão cursando faculdade? Tem a mentalidade de um pré-adolescente…. Puta deve ter sido a mãe desses estudantes que ensinou pra eles que vestimenta implica em carater.


Grazzi on 30 outubro, 2009 at 0:12 #

“Registro o todopoderosismo de suas liberdades, isentas de qualquer limite, liberdades virando licenciosidade, zombando de tudo e de todos. Imagino a importância do viver fácil na escala de seus valores em que a ética maior, que rege as relações no cotidiano das pessoas terá inexistido por completo”

Pedagogia da Indignação – Paulo Freire


Patrícia on 30 outubro, 2009 at 12:41 #

APOSTO QUE ESSA UNIVERSIDADE É PARTICULAR!!! SÓ TEM OS RETARDADOS..KKK


Roberto on 30 outubro, 2009 at 13:27 #

Acho que ela procurou isso para si. É que depois de Nietzsche e da transvaloração, depois de Einstein e do relativismo, tudo parece ser aceitável, e blábláblá. Mas existe moral ainda, saibam os senhores.

Ademais, fica claro que minissaia não é vestimenta pra se frequentar uma universidade, e certamente ela deve ter infringido as normas, o regimento interno, nesse quesito. De outro modo, isso seria um lupanar.

O maior problema é que os mesmos que vaiam, saem aqueles que se chafurdam na putaria, e patrocinam o tipo de indústria cultural que incentiva tudo isso, inclusive aqui da Bahia, aonde eles vêm fazer turismo sexual no carnaval.


Roberto on 30 outubro, 2009 at 13:28 #

são aqueles, faço a corrigenda


Cazé on 31 outubro, 2009 at 14:38 #

Um verdadeiro VIVEIRO DE MACACOS.


Márcio on 31 outubro, 2009 at 19:17 #

Temos que nos concientizarmos e sermos sensíveis às ocasiões e lugares que vamos frenquentar. Essa moça, com todo respeito e dor no coração por toda humilhação que ela passou, deveria pensar duas ou mais vezes antes de por uma vestimenta tão provocante e inadequada para ir à faculdade. porém, não sustento e nem entro em consenso comos agresores. Pois, devemos respeitar à individualidade de cada um. Por exemplo, eu não sou obrigado a vestir um blazer porque meu vizinho ou meus parceiros usam. Eu tenho autonomia para decidir o que eu queropara minha vida. O corrido tem caracteristicas típicas de um BULLYING ( • Fazer comentários depreciativos sobre a família de uma pessoa (particularmente a mãe), sobre o local de moradia de alguém, aparência pessoal, orientação sexual, religião, etnia, nível de renda, nacionalidade), isso é uma agressão à integridade física e o pior:moral da universitária. Esses alunos agressores não tem nem idéia das consequencias psicológicas e traumáticas que eles geraram no coração desta moça.
Um caso extremo de bullying no pátio da escola foi o de um aluno do oitavo ano chamado Curtis Taylor, numa escola secundária em Iowa, Estados Unidos, que foi vítima de bullying contínuo por três anos, o que incluía alcunhas jocosas, ser espancado num vestiário, ter a camisa suja com leite achocolatado e os pertences vandalizados. Tudo isso acabou por o levar ao suicídio em 21 de Março de 1993.
Infelismente, ás faculdades de hoje, estão formando verdadeiros mostros intelectuais,destituidos de amor pelo semelhante. Faculdades que investem no conhecimento cognitivo de seus universitários, porém destituidos de carater, moral e humanidade. O futuro de uma geração de universitários desta estirpe é a degradação dos valores morais para nossos descendentes (filhos).

Que Deus aja neste geração e ponha amor pelo próximo. Só assim, as diferenças seja elas culturais, morais religiosas serão respeitadas. Que Deus cuide do coração desta moça vítima da intolerância juvenil.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • outubro 2009
    S T Q Q S S D
    « set   nov »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031