out
28
Posted on 28-10-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 28-10-2009

Tá feia a coisa.

A revista Isto É, edição desta semana, informa que 45 pessoas com doutorado em diversas áreas se inscreveram no Rio de Janeiro no concurso para garis. Há também 22 candidatos com mestrado e 1.026 com nível superior completo. Ao todo são 109 mil inscritos para 1.400 vagas

out
28
Posted on 28-10-2009
Filed Under (Aparecida, Artigos) by vitor on 28-10-2009

Búzios: presença de BB
Buzios
====================================================
CRÔNICA / LUGARES

BÚZIOS…OUTUBRO, 2009

Aparecida Torneros

Uma brisa sopra, a água tá morna, Geribá espreita os turistas e as minhocas da terra se dissolvem em cânticos de bel prazer. Estou, mais uma vez, agradeço aos Deuses, em Búzios, na casa da minha amiga-irmã, Cristina Márcia, a CM, uma criaturinha do Bem, de muito encantamento e que a mim passa ternura sempre. Pois nesse recanto abençoado , de natureza exuberante, ponto turístico internacional, vivendo à sombra de uma Brigitte Bardot que por aqui passou no auge da fama e transformou esse lugar em point para os prazeres da vida de todos nós. Vila de pescadores, balneário de crescimento mal controlado, berço de um mar azul esverdeado, adensadamente aconchegante, a paz vem me encontrar no fim de tarde, olho os barcos, tomo um chope avistando , desde o restaurante, os transatlânticos que trazem sonhadores para um encontro com suas verdades e magias interiores.

Um canto de voz argentina, o cd desliza com a arte de uma jovem Mercedes ( faz-me lembrar da grande Sosa) que por cá passou, deixando a gravação que a Cris comprou para relembrá-la, tem uma voz que me lembra Nara Leão, canta bossa nova com sotaque portenho, demonstra sensibilidade naturalmente surgida em tempo de sentimentos aflorados, coisa que em Búzios, é mesmo tão forte e comum.

Não fujo à regra, deixo-me dominar por este estado latente de viver a vida com paz, harmonia, felicidade, alegria, encantamento e crença no amanhã. Pouco importa, se Búzios está na novela das oito ou nove, que a exporta para o mundo, pouco se me dá, pois o muito já o tenho agora, entre as lufadas de vento marinho e com tanto brilho de um sol dadivoso a me queimar a pele necessitada de carinho intenso, de um tipo de chamego especial, aquele que o amor proporciona, em dose tripla, em porções generosas, quando se tem a certeza do quanto é possível e necessário conviver e respeitar a natureza em festa onipresente.

Melhor que tudo isso é refletir na grandeza de possibilidades que há em ser conivente com a sobrevivência de tal paraíso, com a responsabilidade de preservar este tesouro, salvaguardar seu conteúdo, legá-lo ás próximas gerações. Ainda bem que há movimentos de pessoas atentas a esse caminho que podem fiscalizar o cumprimento das leis e lutar pelos direitos da natureza, ainda bem!

Volto os ouvidos aos sons que me chegam das praias repletas, e o barulho das ondas é plácido, permissivo, um convite ao sabor de novos arremedos e paixões. Queria o meu amor aqui, hoje, para que ele pudesse sentir o que sinto, e partilhasse, agora , deste paraíso comigo. Um dia, quem sabe, o trago e mostro tudo, ou melhor, não mostro nada, deixo apenas que ele descubra o que já descobri, ou talvez, um pouco mais, por
que sei que ele merece e é capaz.

Que tal passar o dia em Geribá, almoçar um dourado arretado de bom no Pit Bone, na companhia da Cris, da Vaninha e com a visita do amigo Carlos. Depois, vamos tomar um sorvete na rua das Pedras?
Dá pra esticar no Shami Chou, e encarar um crepe, que delícia, talvez passar em casa e descansar um pouco antes, com a classe de quem pode sair lá pelas 10 da noite e ir comprar um chapéu, com a Marli da Boutique, enquanto se ouve o rock pauleira que alguém apresenta no barzinho apinhado. A noite tá só começando, Búzios ferve no fim de semana, amanhã tem mais, a gente acorda e vai pra João Fernandes, aquele lugarzinho tão especial cercado de verde, com água deliciosa, repleto de hermanos argentinos, e o sol é um presente que nos enfeita as almas. É quase verão, mas ainda é outubro, 2009…

Cida Torneros, jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro. É editora do Blog da Mulher Necessária, onde o texto foi publicado originalmente) (http://blogdamulhernecessaria.blogspot.com)

out
28
Posted on 28-10-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 28-10-2009

Roberto Santos: homenagem e desabafo
Rsantos
====================================================
MARIA OLÍVIA

Deu na coluna Tempo Presente, do Jornal A Tarde de hoje, dia 28 (dia de São Judas Tadeu, patrono das causas difíceis de resolução): O desabafo de Roberto
Em seu texto, o titular da coluna, jornalista Levi Vasconcelos diz: “Normalmente uma pessoa contida, o ex-governador Roberto Santos ontem desabafou sobre ‘gelo’ oficial que recebia no tempo em que o carlismo estava no apogeu.
Após inaugurar, ao lado do governador Jaques Wagner e de Waldir Pires, 14 novos leitos de UTI pediátrica no hospital estadual que leva o seu nome, admitiu a mágoa:
‘Por anos, fui escorado da política, sem o devido reconhecimento de que fui um dia governador da Bahia. Desde que deixei o governo, nunca mais fui convidado a entrar neste hospital. Só depois que Wagner foi eleito, este sentimento me foi devolvido’.
Comentário de Levi: Roberto Santos ainda está entre nós, até para desabafar (felizmente). E Rômulo Almeida, que idealizou o Centro Industrial de Aratu e o Polo Petroquímico de Camaçari e nunca teve reconhecimento público à altura do seu legado por mera perseguição política?”.
Nota da jornalista: O compositor Paulinho da Viola tem uma frase que é perfeita: Quando penso no futuro, não esqueço do passado. É muito comum dizer que o brasileiro tem memória curta, o baiano então…ponto para Levi pelo oportuno registro. Ponto também para o governador Wagner. É importante observar que, desde que ele assumiu o governo baiano, tem procurado resgatar personalidades como o professor Roberto Santos.
A título de ilustração, vale um lembrete: o Estádio Roberto Santos, o popular Pituaçu. Para os que têm memória é fácil recordar o estado lastimável a que ele foi relegado só, somente só, por ter o nome Roberto Santos, assim como equipamentos de ponta que ficaram anos encaixotados no Hospital Roberto Santos, pelo mesmo motivo. Tenho informações seguras que, setores importantes do governo Wagner, sugeriu até uma campanha para popularizar o nome do estádio não como Pituaçu, mas Estádio Roberto Santos, uma forma de homenagear o ex-governador. Triste de um povo que não tem memória. A vida e a dignidade do professor Roberto Santos dispensam maiores comentários.

Maria Olívia é jornalista

out
28
Posted on 28-10-2009
Filed Under (Multimídia, Newsletter) by vitor on 28-10-2009

Juca Chaves: 52 anos de estrada

================================================

Deu na revista

O jornalista Ricardo Boechat publica em sua coluna na revista Isto É a seguinte nota:

==================================================

CULTURA

LÍNGUA SOLTA

“Juca Chaves fará grande show em Brasília, em novembro, para marcar meio século de carreira. “Na verdade, são 52 anos, mas o Roberto Carlos festejou 50 de estrada com apenas 40 e eu me animei”, provoca. Para anunciar o evento, Juca percorreu gabinetes da capital e reencontrou “antigos vizinhos”. Um deles foi o vice-presidente José Alencar. “Foi um papo ótimo. Ele adora piadas sobre o Lula”.

out
28
Posted on 28-10-2009
Filed Under (Artigos, Vitor) by vitor on 28-10-2009

Guiomar Mendes (e esposo): aposentadoria e novo emprego…
guiomar
…no escritório de Sergio Bermudes
bermudes
====================================================
A antenada jornalista da Folha de S. Paulo, Mônica Bergamo, informou na sua coluna de ontem, 27 de outubro, que a mulher do presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, Guiomar Feitosa Mendes, vai trabalhar como “gestora na área jurídica do escritório do advogado Sergio Bermudes, no Rio de Janeiro”. A senhora Mendes vai se aposentar, ela deixa o STF depois de 32 anos de serviços prestados ao órgão.

Diz-se, comumente, que brasileiro é gente de memória curta. Assim, nunca é demais lembrar: o advogado Sergio Bermudes é um dos advogados, entre uma legião de causídicos de primeira linha, que trabalham para Daniel Dantas!

E por falar em lembranças e saudades: onde anda o Conselho Nacional de Justiça, presidido pelo presidente do STF? E a OAB? Entre outros, que não se pronunciam ante tamanha aberração? E quando os processos de Daniel Dantas chegarem ao STF, será que o magistrado supremo vai se declarar impedido de apreciar porque sua esposa trabalha para o defensor do dono de Oportunity?

São algumas indagações, apenas, que ficam no ar depois da leitura da nota de Monica. No mais, é recordar o saudosíssimo Renato Russo e sua pergunta sempre pertinente:

” Que país é este?”

(Postado por Vitor Hugo Soares )

  • Arquivos

  • outubro 2009
    S T Q Q S S D
    « set   nov »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031